ÚLCERA VENOSA CRÔNICA: UM RELATO DE CASO

Autores

  • Cleide Luciana Toniollo Universidade do Estado de Santa Catarina - Udesc
  • Telma Elita Bertolin Universidade de Passo Fundo- RS
  • Rosana Amora Ascari Universidade do Estado de Santa Catarina - Udesc

Resumo

Este estudo objetivou relatar a experiência da autora na terapêutica da úlcera venosa crônica com curativo de poliuretano associado à terapia compressiva. As avaliações e intervenções foram realizadas exclusivamente por uma enfermeira especialista em Estomaterapia, utilizando-se de registros fotográficos para o seguimento da evolução da ferida. O estudo foi realizado com autorização do paciente, para uso de imagem a título gratuito. O tratamento durou sessenta dias e durante todo período foi utilizado o mesmo curativo. O paciente apresentava lesão ulcerada há dois anos em membro inferior esquerdo. Na primeira avaliação, a ferida apresentava-se com pouco esfacelo, sinais de gazes no leito da lesão, hiperemia da pele adjacente e edema do membro. Na terceira troca de curativo, o paciente já referiu alívio da dor e a lesão apresentava-se com 100% de tecido de granulação, edema reduzido e melhora da hiperemia. Aos sessenta dias de tratamento com uso de cobertura absorvente associada à terapia compressiva (bota de Unna), toda a extensão da lesão estava em fase final de epitelização. Neste estudo de caso, constatou-se que o curativo de poliuretano e a terapia compressiva inelástica constituíram boas opções para o tratamento da úlcera venosa crônica. A cicatrização ocorreu após sessenta dias de tratamento.

Biografia do Autor

Cleide Luciana Toniollo, Universidade do Estado de Santa Catarina - Udesc

Enfermeira. Mestre em Envelhecimento Humano pela Universidade de Passo Fundo/RS. Especialista em Estomaterapia. Professora da Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC.

Telma Elita Bertolin, Universidade de Passo Fundo- RS

. Doutora em Tecnologia Bioquímico Farmacêutico pela Universidade de São Paulo – USP. Professora da Universidade de Passo Fundo, onde atua no Programa de Pós-Graduação em Envelhecimento Humano.

Rosana Amora Ascari, Universidade do Estado de Santa Catarina - Udesc

Rosana Amora Ascari. Enfermeira. Mestre em Saúde Coletiva. Professora Assistente da Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC. Membro do Grupo de Estudos Sobre Saúde e Trabalho - GESTRA/UDESC

Downloads

Publicado

2013-12-31

Como Citar

TONIOLLO, C. L.; BERTOLIN, T. E.; ASCARI, R. A. ÚLCERA VENOSA CRÔNICA: UM RELATO DE CASO. Cidadania em Ação: Revista de Extensão e Cultura, [S. l.], v. 7, n. 1, 2013. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/cidadaniaemacao/article/view/3198. Acesso em: 24 fev. 2021.

Edição

Seção

Artigos