Arte para pessoas com deficiência: análise bibliométrica da produção do periódico Educação, Arte e Inclusão (2008-2022)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/198431781820231e0050

Palavras-chave:

inclusão, deficiência, artes, pesquisa bibliométrica

Resumo

O artigo apresenta um levantamento bibliométrico da produção da Revista Educação, Artes e Inclusão, e engloba um período que corresponde ao primeiro número, publicado em 2008, até o último número, publicado em 2022, num total de 432 artigos publicados. Fazem parte da análise 59 textos sobre a temática Educação, Artes e Inclusão de pessoas com deficiência e temas correlatos, ou seja apenas 13.6% das publicações analisadas, se enquadram na temática evidenciada no título do próprio periódico. Como principais resultados a análise aponta para uma produção de artigos com ênfase nas Artes Visuais. Um dado que também nos chamou atenção, corroborando com outros textos sobre a área de conhecimento, é que 75.83% das autorias sobre essa temática são de mulheres. Os temas das produções se concentram na discussão da inclusão na e pela Arte. Os objetivos dos trabalhos versam sobre a importância de compreender o papel desta na inclusão escolar, mas há, também registros, em menor número, relacionados à inclusão social pela Arte das pessoas com deficiência.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Regina Finck Schambeck, Universidade do Estado de Santa Catarina

Doutora pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Professora associada da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc). Integra os programas de pós-graduação em Música (PPGMUS) e em Educação (PPGE). Dedica-se também à educação inclusiva, mais especificamente à inclusão de alunos com deficiências nas escolas e à repercussão das políticas públicas de educação especial na formação dos professores de Música.

Marilete Terezinha de Souza Pereira, Universidade do Estado de Santa Catarina

Mestra em Artes (linha de pesquisa) pelo Programa de Mestrado Profissional em Artes (PROFARTES), do Centro de Artes, Design e Moda (CEART), da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC). Licenciada em Educação Artística/ Habilitação Música pela Faculdade de Artes do Paraná (1990). Concluiu Especialização em Metodologia do Ensino da Música. Atualmente é professora de Artes/Música pela Secretaria de Educação do Estado.

Referências

BRASIL, Lei nº 13.278, de 2 de Maio de 2016, que altera o §6º do art. 26 da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que fixa as diretrizes e bases da educação nacional, referente ao ensino da arte.

GUIMARÃES, A. J. R. et al. Modelos de inovação: Análise bibliométrica da produção científica. Brazilian Journal of Information Science: Research trends, vol.15 publicação contínua, 2021, e02106. doi.org/10.36311/1981.1640.2001.v15.e02106

HAYASHI, M. C.; HAYASHI, C.R.; MARTINEZ C. M. Estudos sobre jovens e juventude: diferentes percursos refletidos na produção científica brasileira. Educação, Sociedade & Culturas, Universidade do Porto, v. 27, 2008, p. 131-154. Disponível em: https://www.fpce.up.pt/ciie/revistaesc/ESC27/27_cristina.pdf

Acesso em: 09 mar. 2023.

PIMENTA, A. A., et al. A bibliometria nas pesquisas acadêmicas. Scientia - Revista de Ensino, Pesquisa e Extensão, vol. 4, nº. 7, 2017, p. 1-13, doi.org/10.20396/rdbci.v17i0.8652810. Acesso em 25 jun. 2022.

Downloads

Publicado

28-12-2023

Como Citar

SCHAMBECK, Regina Finck; PEREIRA, Marilete Terezinha de Souza. Arte para pessoas com deficiência: análise bibliométrica da produção do periódico Educação, Arte e Inclusão (2008-2022). Revista Educação, Artes e Inclusão, Florianópolis, v. 19, n. 1, p. e0050, 2023. DOI: 10.5965/198431781820231e0050. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/arteinclusao/article/view/24274. Acesso em: 26 maio. 2024.