“Para que esse drama?”: uma experiência de ensino de Teatro entre professores em formação

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/1414573103362019063

Palavras-chave:

Drama, Experiência, Ensino de teatro

Resumo

O intuito deste trabalho foi pesquisar sobre o drama como método de ensino de teatro, desdobrada em uma pesquisa orientada desde a ação prática. Por meio de um traçado histórico e significativo do drama – também conhecido na Inglaterra por process drama drama in education, analisamos uma prática em pesquisa-ação desenvolvida com professores em formação a partir de uma série de episódios concebida por meio da peça A falecida, de Nelson Rodrigues, como pré-texto. O processo analisado permitiu um olhar mais aprofundado a respeito da articulação desse método de ensino anglo-saxônico com a transversalidade proposta para o currículo brasileiro. Conceitos como experiência, formação e reprodução permeiam toda a fundamentação e análise da pesquisa, bem como aqueles conceitos próprios do drama como método de ensino. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Everton Ribeiro, Instituto Federal do Paraná

Ator, diretor artístico, figurinista, maquiador, palhaço, professor de Teatro e pedagogo. Doutorando e Mestre em Educação, docente do IFPR, tem atuado na Pedagogia do Teatro e nas temáticas atravessadas pela formação de professores e diversidade nos processos educativos.

Rafael Siqueira de Guimarães, Universidade Federald o Sul da Bahia

Artista, psicólogo, professor, produtor cultural e ativista. Doutor em Sociologia, docente do PPGER/UFSB e do PPGE/UFBA, tem atuado nas interlocuções entre arte/educação/estudos da subjetividade, em especial nos temas relacionados às diferenças/alteridades.

Referências

BENJAMIN, Walter. Magia e técnica, arte e política: ensaios sobre literatura e história da cultura. Trad. Sérgio Paulo Rouanet. 7. ed. São Paulo: Brasiliense, 1994.

BOURDIEU, Pierre. Entrevistado por Maria Andréa de Loyola. Rio de Janeiro: EDUERJ, 2002.

BOURDIEU, Pierre; PASSERON, Jean-Claude. A reprodução: elementos para uma te- oria do sistema de ensino. Trad. Reynaldo Bairão. 4. ed. Petrópolis: Vozes, 2011.

BRASIL. Parâmetros curriculares nacionais: arte. Secretaria de Educação Fundamental. 2. ed. Brasília: MEC/SEF, 1997.

CABRAL, Beatriz Ângela Vieira. A tensão como pivô da experiência em drama. In: CONGRESSO DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO EM ARTES CÊNICAS, 6., 2010, São Paulo. Anais do VI Congresso de Pesquisa e Pós-Graduação em Artes Cênicas (Memória ABRACE Digital). São Paulo: USP, 2010, p. 1-5.

CABRAL, Beatriz Ângela Vieira. Drama como método de ensino. São Paulo: Hucitec, 2006.

CABRAL, Beatriz Ângela Vieira. O professor-artista: perspectivas teóricas e desloca- mentos históricos. Urdimento, Florianópolis, v. 1, n. 10, p. 35-44, dez. 2008.

CHEKHOV, Michael. Para o ator. 2. ed. São Paulo: Martins Fontes, 1996.

COHEN, Renato. Performance como linguagem. 2. ed. São Paulo: Perspectiva, 2004.

FIGUEIRA, Pedro de Alcântara. A educação de um ponto de vista histórico. Intermeio, Campo Grande, v. 1, n. 1, p. 11-15, 1995.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 34. ed. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

GONÇALVES, Nadia Gaiofatto.; GONÇALVES, Sandro Aparecido. Pierre Bourdieu: educação para além da reprodução. Petrópolis: Vozes, 2010.

GREEN, Bill; BIGUM, Chris. Alienígenas na sala de aula. In: SILVA, Tomaz Tadeu da. (Org.) Alienígenas na sala de aula: uma introdução aos estudos culturais em educa- ção. 7. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2008. p. 208-243.

GUSMÃO, Neusa Maria Mendes. Desafios e diversidade na escola. Revista Mediações,

Londrina, v. 5, n. 2, p. 9-28, jul./dez. 2000.

LARROSA, Jorge. Notas sobre a experiência e o saber da experiência. In: SEMINÁRIO

INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO DE CAMPINAS, 1., 2001, Campinas. Revista Brasileira

de Educação. Campinas: UNICAMP, 2002, p. 20-28.

LYOTARD, Jean-François. A condição pós-moderna. São Paulo: José Olympio, 2002.

MAGALDI, Sábato. Nelson Rodrigues: dramaturgia e encenações. 2. ed. São Paulo:

Perspectiva, 1992.

MERLEAU-PONTY, Maurice. O corpo como expressão e a fala. In: MERLEAU-PONTY,

Maurice. Fenomenologia da percepção. São Paulo: Martins Fontes, 1996.

NEELANDS, Jonothan. Structuring drama work. Cambridge University Press, 1990.

O’NEILL, Cecily. Da alienação à interpretação: os usos da ironia. Trad. Beatriz Ângela

Vieira Cabral. Urdimento – Revista de Estudos em Artes Cênicas, Florianópolis, v. 1, n. 8, p. 7-18, dez. 2006.

PELBART, Peter Pál. Deleuze e a educação. In: ABRAMOWICZ, Anete; SILVÉRIO, Valter

Roberto. (Org.). Afirmando diferenças. Campinas: Papirus, 2005, p. 9-11.

RIBEIRO, Everton. Para evitar o alienigenismo: uma proposta de process drama através

da mediação irônica do professor-personagem. Anais do XI Congresso Nacional

de Educação, Curitiba/PR, 23 a 26 de 2013, p. 26255-26266.

RIBEIRO, Everton; SILVA, José Francisco Quaresma da. O Teatro reinventa a realidade:

ação docente, experiência estética e indissociabilidade entre ensino, pesquisa e

extensão no Instituto Federal do Paraná. TEATRO: criação e conhecimento [online],

Palmas/TO, v.2, n.3, p. 30-38, jul/dez, 2014.

RODRIGUES, Nelson. Teatro quase completo de Nelson Rodrigues. Rio de Janeiro:

Tempo Brasileiro, 1965.

SOMERS, John. Drama in the curriculum. London: Cassel, 1994.

SOMERS, John. Narrativa, drama e estímulo composto. Trad. Beatriz Ângela Vieira

Cabral. Urdimento – Revista de Estudos em Artes Cênicas, Florianópolis, v. 1, n. 17, p. 175-185, set. 2011.

VIDOR, Heloise Baurich. O professor assume um papel e traz, por que não, um personagem para a sala de aula: desdobramentos do procedimento teacher in role no

processo de drama. Urdimento – Revista de Estudos em Artes Cênicas, Florianópolis, v. 1, n. 10, p. 9-17, dez. 2008.

Downloads

Publicado

2019-12-13

Como Citar

RIBEIRO, E.; GUIMARÃES, R. S. de. “Para que esse drama?”: uma experiência de ensino de Teatro entre professores em formação. Urdimento - Revista de Estudos em Artes Cênicas, Florianópolis, v. 3, n. 36, p. 063-084, 2019. DOI: 10.5965/1414573103362019063. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/urdimento/article/view/15808. Acesso em: 28 set. 2022.

Edição

Seção

Dossiê Temático - Pedagogia do Teatro: vozes da América Latina