Artes e Políticas Nacionais de Educação: configuração, fragilidade e resistência da Dança

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/1414573101372020456

Palavras-chave:

Educação brasileira, artes, dança, ensino

Resumo

Resenha do livro História das Ideias do Ensino da Dança na Educação Brasileira, da autoria de Marcilio de Souza Vieira, o qual apresenta uma análise crítica do pensamento pedagógico brasileiro a partir do percurso histórico da frágil presença da Dança na educação brasileira. Ao confrontar documentos oficiais voltados para a presença da arte/dança na Educação Básica, Cursos Técnicos e o Ensino Superior o autor contribui para visibilizar – e tensionar – disputas e paradoxos conceituais em torno da presença da arte/dança na educação brasileira.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Diego Ebling do Nascimento, Universidade Federal do Tocantins (UFT)

Doutorando em Educação na Universidade de Santa Cruz do Sul – UNISC; professor da Universidade Federal do Tocantins – UFT; integrante do grupo de pesquisa Estudos Poéticos: Educação e Linguagem UNISC/CNPq.

Sandra Regina Simonis Richter, Universidade de Santa Cruz do Sul (UNISC)

Doutora em Educação, professora e pesquisadora da Universidade de Santa Cruz do Sul – UNISC; Coordenadora do Programa de Pós-graduação em Educação da UNISC, líder do grupo de pesquisa Estudos Poéticos: Educação e Linguagem UNISC/CNPq.

Referências

BRASIL. Ministério da Educação e do Desporto. Base Nacional Comum Curricular. Secretaria de Educação Básica e Conselho Nacional de Educação. Brasília: SEE/CNE, 2017.

LARROSA, Jorge. Uma lengua para la conversación. In: MASSCHELEIN, Jan; SIMONS, Maarten (Eds.). Mensajes e-ducativos desde tierra de nadie. Traducción de María Rosich. Barcelona: Laertes, 2006, p. 45-56.

MERLEAU-PONTY, Maurice. Fenomenologia da percepção. Tradução Carlos Alberto Ribeiro de Moura. São Paulo: Martins Fontes, 1999.

NANCY, Jean-Luc. Demanda. Literatura e filosofia. Florianópolis: Ed. UFSC; Chapecó: Argos, 2016.

RICHTER, Sandra R.S. Educação, arte e infância: tensões filosóficas em torno do fenômeno poético. Revista Crítica Educativa, v. 2, n. 2, 2016, p. 90-106, Dossiê: Infância e Educação Infantil: abordagens e práticas.

VIEIRA, Marcilio de Souza. História das Ideias do Ensino da Dança na Educação Brasileira. Editora Appris, 2019.

ZUMTHOR, Paul. Performance, recepção, leitura. São Paulo: Cosac Naify, 2007.

Downloads

Publicado

2020-04-17

Como Citar

DO NASCIMENTO, D. E.; RICHTER, S. R. S. Artes e Políticas Nacionais de Educação: configuração, fragilidade e resistência da Dança. Urdimento - Revista de Estudos em Artes Cênicas, Florianópolis, v. 1, n. 37, p. 456-462, 2020. DOI: 10.5965/1414573101372020456. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/urdimento/article/view/1414573101372020456. Acesso em: 19 ago. 2022.