O consumo e a celebração dos objetos

Autores

  • Gisele Franke Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), Florianópolis, SC

DOI:

https://doi.org/10.5965/1982615x02032009044

Palavras-chave:

Consumo, Moda, Contemporaneidade

Resumo

Este artigo se propôs a investigar a condição do consumo de massa na sociedade contemporânea e suas relações com a moda e os indivíduos desta sociedade. Amparada nas publicações teóricas sobre o assunto, aborda o desenvolvimento deste (o consumo) juntamente com as transformações sofridas pela sociedade até a sua espetacularização e condição de fornecedor para a articulação das aparências. Fator de extrema importância no sistema de moda, o consumo se mostra mais complexo do que um comércio de objetos, ele se apresenta como troca de símbolos e atribuição de valores. Em meio a processos de massificação, o próprio consumo de massa devido a sua diversidade e alcance, se torna uma ferramenta de individualização, através da escolha do consumidor. Aliado a busca de prazer ou felicidade, trabalha em movimento constante, cíclico, efêmero, juntamente ao poder da moda, despertando desejo, que volta a impulsionar o movimento das novidades.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BARTHES, Roland. Sistema da moda. São Paulo: Nacional: USP, 1979.

BAUDRILLARD, Jean. A sociedade de consumo. Lisboa: Ed. 70, [1991].

BAUMAN, Zygmunt. O mal-estar da pós-modernidade. Rio de Janeiro: J. Zahar, 1998.

________, Zygmunt. Modernidade líquida. Rio de Janeiro: J. Zahar, 2001.

BECK, Ulrich,; GIDDENS, Anthony; LASH, Scott. Modernização reflexiva: politica, tradição e estética na ordem social moderna. São Paulo: Ed. da UNESP, 1997.

DEBORD, Guy. A Sociedade do espetáculo: comentários sobre a sociedade do espetáculo. Rio de Janeiro: Contraponto, 1997.

FEATHERSTONE, Mike. Cultura de consumo e pós-modernismo. São Paulo: Studio Nobel, 1995.

FRANKE, Gisele; Universidade do Estado de Santa Catarina. Moda: consumismo e identidades. 2008. 95 p. Monografia (graduação) - Universidade do Estado de Santa Catarina, Centro de Artes, Curso de Moda, Florianópolis, 2008.

________, Mike. O desmanche da cultura: globalização, pós-modernismo e identidade . São Paulo: Studio Nobel: SESC, 1997.

HALL, Stuart. A identidade cultural na pós-modernidade. 10. ed. Rio de Janeiro: DP&A, 2005.

LIPOVETSKY, Gilles. O império do efêmero: a moda e seu destino nas sociedades modernas. São Paulo: Companhia das Letras, 2006.

MAFFESOLI, Michel. No fundo das aparências. 3. ed. Petrópolis: Vozes, 2005.

SILVA, Tomaz Tadeu da; HALL, Stuart; WOODWARD, Kathryn. Identidade e diferença: a perspectiva dos estudos culturais. 4. ed. Petrópolis: Vozes, 2005.

SANT’ ANNA, Mara Rúbia. Aparência e poder: novas sociabilidades urbanas, em Florianópolis, de 1950 a 1970. Tese de Doutorado. IFCH - UFRGS, RS, 2005.

_______. Teoria de moda: sociedade, imagem e consumo. Barueri, São Paulo: Estação das Letras, 2007.

Endereço eletrônico

www.veja.abril.com.br > acessado em: 21/04/2008

Downloads

Publicado

2009-01-01

Como Citar

FRANKE, Gisele. O consumo e a celebração dos objetos. Modapalavra e-periódico, Florianópolis, v. 2, n. 3, 2009. DOI: 10.5965/1982615x02032009044. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/modapalavra/article/view/7684. Acesso em: 20 maio. 2024.

Edição

Seção

Ensaios