Upcycling artesanal e diferentes biotipos: concepção, desenvolvimento e produção de produtos de moda autoral

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/1982615x16392023e0004

Palavras-chave:

Upcycling, processos criativos, corpo

Resumo

Este artigo tem por objetivo apresentar o corpo humano, em todos os seus planos – coronal, sagital e transversal – e sua importância na concepção, desenvolvimento e produção de upcycling artesanal em produtos de moda autoral. Trata-se de uma pesquisa aplicada, qualitativa e descritiva, delineada por uma pesquisa bibliográfica – a partir de autores ligados à teorização semiótica do corpo e autores suecos envolvidos em métodos criativos - e experimental – com pesquisa laboratorial. Acompanhando os estudos da pró-sustentabilidade, a técnica do upcycling busca, de forma ética, aprimorar a criação de produtos de moda que possam ser reconfigurados e dispostos novamente na economia circular da moda, e os estudos corpóreos podem contribuir para que a diversidade corporal possa ser vinculada na concepção estética e autoral desses produtos que são reintroduzidos pelo ato criativo de ver e fazer.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Heitor da Silva, Universidade do Estado de Santa Catarina

Mestrando em Design de Moda e Vestuário pela UDESC. Possui graduação em Design de Moda pela Universidade do Estado de Santa Catarina (2021). Intercâmbio com foco em Moda e Criação na The Swedish School of Textiles (2019). Experiência como empresário júnior na Inventório EJDM (Empresa Júnior de Design e Moda) CEART/UDESC (2017 - 2018). Experiência profissional com foco em moda e design (Criação de produtos, coleção de moda, processos criativos, modelagem, marketing, corte/costura).

Lucas da Rosa, Universidade do Estado de Santa Catarina

Bacharel em Ciências Econômicas (Ano: 2000) - Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Especialista no Lato-Sensu em Moda: Criação e Produção (Ano: 2002) e Mestre em Educação e Cultura (Ano: 2005), ambas formações na Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC). Doutor em Design (Ano 2012) - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio). Atualmente é professor efetivo na UDESC, trabalhando no Bacharelado em Moda e no Programa de Pós-Graduação do Mestrado Profissional de Design de Vestuário e Moda (PPGModa). Tem experiência no Setor de Moda, com ênfase na Tecnologia do Vestuário, trabalhando principalmente na concepção e desenvolvimento de produtos.

Daniela Novelli, Universidade do Estado de Santa Catarina

Doutora em Ciências Humanas pelo Programa Interdisciplinar em Ciências Humanas (PPGICH) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), área Estudos de Gênero, com a tese: A branquidade em Vogue [Paris e Brasil]: imagens da violência simbólica no século XXI (2014). Realizou estágio de doutoramento na École des Hautes Études en Sciences Sociales (EHESS - CAPES/COFECUB) e de pós-doutorado na Université de Paris-Sorbonne Paris IV, junto ao Centre de Recherches Interdisciplinaires sur les Mondes Ibériques Contemporains (CRIMIC) com bolsa de pesquisa CAPES BEX 6682/14-6 (Brasil). Mestre em História pela Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), área História do Tempo Presente (2009), com estudos voltados para imagem/juvenilização contemporânea em periódicos de moda. Especialista em Moda: Criação e Produção pela UDESC (2002). Bacharel em Moda, com habilitação em Estilismo pela UDESC (2000). Pesquisadora colaboradora do Instituto de Estudos de Gênero (IEG) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Membro de conselhos consultivos da Revista DaPesquisa e Revista de Ensino em Artes, Moda e Design. Atualmente é editora-chefe da revista ModaPalavra E-periódico, professora adjunta no curso Bacharelado em Moda da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) credenciada no Mestrado Profissional em Design de Vestuário e Moda do Programa de Pós-Graduação em Moda (PPGMODA) da mesma instituição, coordenadora do programa de extensão Teciteca e integrante do grupo de pesquisa "Moda, Artes, Ensino e Sociedade" certificado pelo CNPq.

Referências

BÅGANDER, Linnea. Body movement as material: designing temporal expressions.2021. Tese (Doutorado em Design de Moda) – The New School of Textiles, Högskolan i Borås, Borås: 2021. Disponível em: http://www.diva-portal.org/smash/record.jsf?aq2=%5B%5B%5D%5D&c=2&af=%5B%22personName%3A%5C%22B%C3%A5gander%2C+Linnea%5C%22%22%5D&searchType=SIMPLE&sortOrder2=title_sort_asc&query=body+movement&language=en&pid=diva2%3A1510409&aq=%5B%5B%5D%5D&sf=all&aqe=%5B%5D&sortOrder=author_sort_asc&onlyFullText=false&noOfRows=50&dswid=1251. Acesso em: 26 nov. 2022.

BERLIM, Lilyan. Moda e sustentabilidade: uma reflexão necessária. Barueri, SP: Estação das Letras e Cores, 2020. E-book. Disponível em: https://www.amazon.com.br/Moda-Sustentabilidade-uma-reflex%C3%A3o-necess%C3%A1ria-ebook/dp/B0868VGHK6/ref=tmm_kin_swatch_0?_encoding=UTF8&qid=&sr=. Acesso em: 09 nov. 2022.

CARVALHO, Agda. Corpo/Vestir: uma experiência. In: PIRES, Beatriz Ferreira; GARCIA, Cláudia; AVELAR, Suzana (org.) Moda, vestimenta, corpo. São Paulo: Estação das Letras e Cores, 2015.

CASTILHO, Kathia. Do corpo à moda: exercícios de uma prática estética. In: CASTILHO, Kathia; GALVÃO, Diana (org.) A moda do corpo, o corpo da moda. São Paulo: Editora Esfera, 2002.

CIDREIRA, Renata Pitombo. Corpo, moda e existência. In: PIRES, Beatriz Ferreira; GARCIA, Cláudia; AVELAR, Suzana (org.) Moda, vestimenta, corpo. São Paulo: Estação das Letras e Cores, 2015.

CONTI, Giovanni Maria; SOUZA, Patrícia de Mello. Projetando para a inovação: a cross fertilization como método. Vol. 32, nº. 9. Venezuela. Opción, 2016. Disponível em: https://www.redalyc.org/pdf/310/31048482030.pdf. Acesso em: 09 nov. 2022.

FLETCHER, Kate; GROSE, Lynda. Moda e sustentabilidade: design para mudança. São Paulo, SP: Editora Senac, 2019. E-book. Disponível em: https://www.amazon.com.br/Moda-sustentabilidade-Design-para-mudan%C3%A7a-ebook/dp/B07ZKZFBVF/ref=tmm_kin_swatch_0?_encoding=UTF8&qid=&sr=. Acesso em: 26 nov. 2022.

LIDSTRÖM, Anna. Remake: Design Foundation.2020. Tese (Doutorado em Design de Moda) – The New School of Textiles, Högskolan i Borås, Borås: 2020. Disponível em: http://www.diva-portal.org/smash/record.jsf?dswid=-2056&pid=diva2%3A1476592&c=10&searchType=SIMPLE&language=en&query=anna+remake&af=%5B%5D&aq=%5B%5B%5D%5D&aq2=%5B%5B%5D%5D&aqe=%5B%5D&noOfRows=50&sortOrder=author_sort_asc&sortOrder2=title_sort_asc&onlyFullText=false&sf=all. Acesso em: 09 nov. 2022.

LINDQVIST, Rickard. On the logic of pattern cutting: foundational cuts and approximations of the body.2013. Dissertação (Mestrado em Design de Moda) – The New School of Textiles, Högskolan i Borås, Borås: 2015. Disponível em: http://www.diva-portal.org/smash/record.jsf?dswid=1251&pid=diva2%3A877037&c=3&searchType=SIMPLE&language=en&query=on+the+logic+of+pattern+cutting&af=%5B%5D&aq=%5B%5B%5D%5D&aq2=%5B%5B%5D%5D&aqe=%5B%5D&noOfRows=50&sortOrder=author_sort_asc&sortOrder2=title_sort_asc&onlyFullText=false&sf=all. Acesso em: 26 nov. 2022.

MALMGREN DE OLIVEIRA, Stefanie. Acts of seeing: seeing as a methodological tool in fashion design. Tese (Doutorado em Design de Moda) - The New School of Textiles, Högskolan i Borås, Borås: 2018. Disponível em: http://www.diva-portal.org/smash/record.jsf?pid=diva2%3A1223322&dswid=2979. Acesso em: 09 nov. 2022.

NAJAR, Rodrigo. Perspectivas epistemológicas e design: uma abordagem pós-estruturalista. v. 27. nº 1. Rio de Janeiro. Estudos em Design, 2019. Disponível em: https://estudosemdesign.emnuvens.com.br/design/article/view/678. Acesso em: 09 nov. 2022.

RYD, Hanna. Grandmother of cats – dressed drunk: upcycling post-consumer waste materials to reduce the need for virgin produced goods in fashion design. TCC (Graduação em Design de Moda) - The New School of Textiles, Högskolan i Borås, Borås: 2021. Disponível em: http://www.diva-portal.org/smash/record.jsf?dswid=-3289&pid=diva2%3A1614025&c=1&searchType=SIMPLE&language=en&query=grandmother+of+cats&af=%5B%5D&aq=%5B%5B%5D%5D&aq2=%5B%5B%5D%5D&aqe=%5B%5D&noOfRows=50&sortOrder=author_sort_asc&sortOrder2=title_sort_asc&onlyFullText=false&sf=all. Acesso em: 01 dez. 2022.

SALTZMAN, Andrea. A metáfora da pele no processo projetual da vestimenta. In: PIRES, Beatriz Ferreira; GARCIA, Cláudia; AVELAR, Suzana (org.) Moda, vestimenta, corpo. São Paulo: Estação das Letras e Cores, 2015.

SANT’ANNA, Mara Rúbia. Teoria de moda: sociedade, imagem e consumo. Barueri, SP: Estação das Letras Editora, 2007.

SILVEIRA, Icléia; ROSA, Lucas Da; LOPES, Luciana Dornbusch. Modelagem básica de vestuário feminino. Florianópolis: UDESC, 2017. E-book. Disponível em: https://sistemabu.udesc.br/pergamumweb/vinculos/000081/00008183.pdf. Acesso em: 26 nov. 2022.

THORNQUIST, Clemens. Arranged abstraction: definition by example in art research. Borås: The Textile Research Centre (CTF), 2012.

THORNQUIST, Clemens. Artistic development in [fashion] design. Borås: The Textile Research Centre (CTF), 2010.

TREPTOW, Doris. Inventando moda: planejamento de coleção. 5. ed. São Paulo: Edição da Autora, 2013.

YAMASHITA, Yaeko. A moulage como processo criativo do estilista contemporâneo. In: 4º COLÓQUIO DE MODA, 2008, Novo Hamburgo. Anais eletrônicos [...]. Novo Hamburgo: FEEVALE, Campus II, Novo Hamburgo/RS, 2008. Disponível em: http://www.coloquiomoda.com.br/anais/Coloquio%20de%20Moda%20-%202008/42484.pdf. Acesso em: 26 nov. 2022.

Publicado

2023-03-07 — Atualizado em 2023-03-13

Como Citar

SILVA, José Heitor da; ROSA, Lucas da; NOVELLI, Daniela. Upcycling artesanal e diferentes biotipos: concepção, desenvolvimento e produção de produtos de moda autoral. Modapalavra e-periódico, Florianópolis, v. 16, n. 39, p. 1–26, 2023. DOI: 10.5965/1982615x16392023e0004. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/modapalavra/article/view/23062. Acesso em: 12 abr. 2024.

Edição

Seção

Variata

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 > >>