O vestuário e a moda: e suas principais correntes teóricas.

Autores

  • Carolina Morgado Pereira Federal University of Rio de Janeiro image/svg+xml

DOI:

https://doi.org/10.5965/1982615x08152015202

Palavras-chave:

vestuário, arte, moda

Resumo

A intenção deste artigo é analisar as mudanças dos trajes ao longo dos séculos e as principais correntes teóricas que norteiam os estudos sobre a indumentária e a moda. Além disso, busca compreender os termos que determinam a área, através de estudo da definição etimológica, como também estuda o vestuário a partir de teorias sociais, culturais e comportamentais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carolina Morgado Pereira, Federal University of Rio de Janeiro

Docente do Curso Técnico Pós-médio de Produção de Moda da FAETEC-RJ. Mestre em Artes Visuais na Escola de Belas Artes da UFRJ - PPGAV/EBA. Graduada em Artes Cênicas - Habiltação: Indumentária pela UFRJ. Graduada no curso de Bacharel em Design - habilitação: Moda, da Faculdade Senai-Cetiqt. Experiência na área de docência, pesquisa, planejamento  e desenvolvimento de produto de moda e figurino.

Referências

AVELAR, Suzana. Moda: globalização e novas tecnologias. 2. ed. São Paulo: Estação das Letras e Cores Editora, 2011, Rio de Janeiro: Editora Senac Rio.

BARTHES, Roland.Sistema da Moda. São Paulo. Editora WMF, Martins Fontes, 2009.

BAUDOT, François. A century of fashion. Londres. Thames & Hudson, 2008.

BOUCHER, François. História do vestuário no ocidente: das origens aos nossos dias. São Paulo: Cosac Naify, 2010.

BOURDIEU, Pierre. A distinção: crítica social do julgamento. Porto Alegre: Zouk, São Paulo: EDUSP, 2006.

________________. “A juventude é apenas uma palavra”. In: Questões de sociologia.Rio de Janeiro: Marco Zero, 1983.

________________. “O costureiro e sua grife, contribuição para uma teoria da magia.” In: A produção de crença: contribuição para uma economia dos bens simbólicos. 3. ed. Porto Alegre, RS: Zouk, 2008.

COSTA, Cacilda Teixeira da.Roupa de artista: o vestuário na obra de arte. São Paulo: EdUSP: Impr. Oficial, 2009.

CRANE, Diana. BUENO, Maria Lucia (orgs.). Ensaio sobre moda, arte e globalização cultural. São Paulo: Editora Senac. São Paulo, 2011.DURAND, José Carlos. “Moda, cultura e vida moderna”. In: Moda, luxo e economia. São Paulo: Babel Cultural, 1988.

ENCICLOPÉDIA Einaudi. Portugal: Imprensa Nacional/ Casa da Moeda, 1995. Vol. 32 –Soma / Psique –Corpo.

FERREIRA, Aurélio Buarque de Holanda. Minidicionário da língua portuguesa.3. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira,1993.

________________. Novo dicionário da língua portuguesa.1. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1975.

LAVER, James. A roupa e a moda: uma história concisa. São Paulo: Cia das Letras, 2008.

LIPOVETSKY, Gilles. “A moda considerada uma das belas-artes. A moda de cem anos”. In: O império do efêmero: a moda e seu destino nas sociedades modernas.São Paulo: Cia. das Letras, 1989.

MENDES, Valerie e Amy de La Haye. A moda do século XX. São Paulo: Martins Fontes, 2009.

MOUTINHO, Maria Rita. A moda no século XX. Rio de Janeiro: Ed. SENAC Nacional, 2000.

NACIF, Maria Cristina Volpi. Obra Consumada; uma abordagem estética da moda feminina no Rio de Janeiro, entre 1932 e 1947. 174 f. Dissertação (Mestrado em História da Arte) -Escola de Belas Artes, Universidade Federal do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro, 1993.

NERY, Marie Louise. A evolução da indumentária: subsídios para criação de figurino. Rio de Janeiro: Ed. SENAC Nacional, 2003.

PIRES, Dorotéia Baduy; MOURA, Mônica (orgs.).“A moda entre a arte e o design”. In: Design de moda olhares diversos.2. ed.Barueri, São Paulo: Estação das Letras, 2010.

SANT’ANNA, Patrícia. Coleção Rhodia: arte e design de moda nos anos sessenta no Brasil. 282 f. Tese (Doutorado em História da Arte) -Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Estadual de Campinas. São Paulo, 2010.

SIMMEL, Georg. “La Mode”. In: La tragédie de la culture et autres essais. Paris: Editions Rivages, 1998.

______________. De la esencia de la cultura. Buenos Aires: Prometeo, 2008.

______________. Sobre la individualidade y las formas sociales. Quilmes: Universidad Nacional de Quilmes, 2002.

SOUZA, Gilda de Mello e. “A moda como arte”. In: O espírito das roupas, a moda do século dezenove. São Paulo: Cia das Letras, 1987.

SVENDSEN, Lars. Moda –Uma Filosofia. Rio de Janeiro: Zahar, 2010.

TARDE, Gabriel. A opinião das massas.São Paulo: Martins Fontes, 1992.

VEBLEN, Tornstein. “O vestuário como expressão da cultura pecuniária”. In: A teoria da classe ociosa. São Paulo: Abril Cultural, 1980.

Downloads

Publicado

2015-01-01

Como Citar

PEREIRA, Carolina Morgado. O vestuário e a moda: e suas principais correntes teóricas. Modapalavra e-periódico, Florianópolis, v. 8, n. 15, p. 202–221, 2015. DOI: 10.5965/1982615x08152015202. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/modapalavra/article/view/5016. Acesso em: 24 jul. 2024.