Os fundamentos do jornalismo de moda: um mapeamento da produção acadêmica no Brasil e no mundo (2011-2023)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/1982615x171432024016

Palavras-chave:

Jornalismo, Moda, Jornalismo de moda

Resumo

O artigo tem como objetivo discutir quais seriam os elementos fundamentais do jornalismo de moda enquanto jornalismo especializado. A partir do mapeamento da produção acadêmica em periódicos, repositórios e bases de dados científicos, produzimos o estado da arte dos estudos do jornalismo de moda no Brasil e no mundo publicados em três idiomas entre 2011 e 2023. Os resultados revelam que o jornalismo de moda é considerado jornalismo especializado, dentro do que se chama estilo de vida. Apresenta funções similares do jornalismo tradicional, crítica de moda, além da prestação de serviço, aconselhamento e entretenimento; as características de atualidade, novidade, e periodicidade; a força da opinião, do gênero jornalístico opinativo, e o destaque a imagem.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Larissa Molina Alves, Universidade Federal da Bahia (UFBA)

Doutoranda em Comunicação e Cultura Contemporâneas na Universidade Federal da Bahia (UFBA), pesquisadora no Núcleo de Estudos em Jornalismo - NJor/UFBA e professora substituta no Centro de Artes, Humanidades e Letras da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB). Possui Mestrado pelo Programa Multidisciplinar de Pós-graduação em Cultura e Sociedade da Universidade Federal da Bahia (UFBA) e graduação em Comunicação Social - Jornalismo pela UFRB. Atuou como pesquisadora no Grupo de Pesquisa Corpo e Cultura -UFRB/UFBA entre 2012 e 2018. Tem experiência nas áreas de Comunicação e Cultura, atuando principalmente nos seguintes temas: jornalismo de moda, revistas de moda, moda e midiatização, comportamento, corpo e expressão. Recebeu em 2019 o prêmio Gilda de Melo e Souza de melhor trabalho apresentado no GT 5 - Moda e Mídia, no 15 Colóquio de Moda. Membro do Comitê Científico do Congresso Brasileiro de Iniciação Científica em Design e Moda. 

Lia Seixas, Universidade Federal da Bahia (UFBA)

Professora de jornalismo na Faculdade de Comunicação da Universidade Federal da Bahia (UFBA), pesquisadora do Programa de pós-graduação em Comunicação e Cultura Contemporâneas (Poscom-UFBA), onde coordena o Núcleo de Estudos em Jornalismo (NJor). Integra o Laboratoire de Pratiques et Identitiés Journalistiques (Lapij) da Univsersité Libre de Bruxelas (ULB) e o comitê editorial da Brazilian Journalism Research (BJR). Graduada, mestre e doutora em Comunicação Social. Sua tese de doutorado sugeriu novos critérios de classificação de gêneros jornalísticos, o que originou o livro "Redefinindo os gêneros jornalísticos: Proposta de novos critérios de classificação" pelo Labcom Books da Universidade Beira Interior (Portugal).

 

Referências

BANJAC, S.; HANUSCH, F. Aspirational lifestyle journalism: the impact of social class on producers’ and audiences’ views in the context of socio-economic inequality. Journalism, v. 1, n. 19, p. 1607–1625, 2020. Doi: 10.1177/1464884920956823

BERGAMO, A. O campo da moda. Revista de Antropologia. v 41, n. 2, São Paulo: USP, 1998.

BOURDIEU, Pierre. Sobre a Televisão. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 1997.

BEST, K. The history of fashion journalism. London & New York: Bloomsbury Academic, 2017.

BRADFORD, J. Fashion journalism. Abingdon: Routledge, 2015.

BORGES, V. T. Com que roupa eu vou? o jornalista especializado como formador de opinião e agente de consagração no campo da moda. Mídia e Cotidiano, v. 4, n. 4, p. 25-44, 2014. doi: 10.22409/ppgmc.v4i4.9706

BOYD, K. C. Democratizing fashion: the effects of the evolution of fashion journalism from print to online media. McNair Scholars Research Journal, v.8, p.17-34, 2015.Disponível em: https://commons.emich.edu/mcnair/vol8/iss1/4

BUENO, T. C.; ARRAES, Y. D. Textos jornalísticos nas revistas de moda: um estudo das publicações usuais na Vogue e Harper´s Bazaar. Cambiassu: Estudos em Comunicação, v. 16, n. 27, p. 64-84, 25 jun. 2021. doi: 10.18764/2176-5111v16n27.2021.3

CALZA, M. A Identidade visual no projeto gráfico de revistas de moda. Tese (Doutorado em Comunicação e Informação) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2015. https://lume.ufrgs.br/handle/10183/115890

CIDREIRA, R. P. A sagração da aparência: O jornalismo de moda na Bahia. Salvador: EDUFBA, 2011.

CIDREIRA, R. P. Moda e crítica: gosto espontâneo e gosto judicativo. dObra[s] – revista da Associação Brasileira de Estudos de Pesquisas em Moda, v.7, n.16, p. 64–69, 2015. doi: 10.26563/dobras.v7i16.33

CHAVES, M. A. A influência das marcas no jornalismo de moda. Dissertação (Mestrado em Jornalismo). Instituto Politécnico de Lisboa, 2014. https://repositorio.ipl.pt/handle/10400.21/4404

CHENG, L.; TANDOC JR, E. C. From magazines to blogs: the shifting boundaries of fashion journalism. Journalism, v. 1, n. 20, 2021. doi: 10.1177/1464884920988183

DEUZE, M. What is journalism? professional identity and ideology of journalists reconsidered. Journalism: Theory, Practice & Criticism. v.6, n.4, 2005. doi.org/10.1177/1464884905056815

ELMAN, D. O discurso híbrido do jornalismo de moda: estratégias do jornalismo, da publicidade e da estética. Tese (Doutorado em Comunicação e Informação) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2017. www.lume.ufrgs.br/handle/10183/157675

ELMAN, D. A revista de moda vai para a rede: uma análise das reportagens no Instagram das revistas Elle e Estilo na São Paulo Fashion Week. dObra[s] – revista da Associação Brasileira de Estudos de Pesquisas em Moda, v. 9, n.19, p. 137, 2016. doi: 10.26563/dobras.v9i19.457

FIGUEIRÓ, F. DOS S. Revista Vogue Brasil: estratégias discursivas no jornalismo de moda Dissertação (Mestrado em Estudos em Linguagens) CEFET-MG, 2017. abre.ai/e6zi

FINDLAY, R; REPONEN, J. Insights on Fashion Journalism. London & Nova York: Routledge Taylor and Francis Group, 2023.

FLORES, A. M. M. Jornalismo de moda made in Brazil: características da prática. Fronteiras-estudos midiáticos, v.20, n.1, p.41–51,2018. doi: 10.4013/fem.2018.201.04

FLORES, A. M. M. Apropriações do Twitter pelo jornalismo de moda no Brasil. Dissertação (Mestrado em Jornalismo). Universidade Federal de Santa Catarina, 2012. repositorio.ufsc.br/handle/123456789/100667

FRANCISCATO, Carlos E. A Fabricação do Presente. São Cristóvão (SE): Editora UFS/Fundação Oviedo Teixeira, 2005.

GUERRA, Josenildo Luiz. O nascimento do jornalismo moderno. Uma discussão sobre as competências profissionais, a função e os usos da informação jornalística. Anais do XXVI Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação, Belo Horizonte, 2003.

GOMES, W. Jornalismo, fatos e interesses: ensaios de teoria do jornalismo. Série Jornalismo a rigor. v.1. Florianópolis: Insular, 2009.

GRANATA, F. Fashioning cultural criticism: An inquiry into fashion criticism and its delay in legitimization. Fashion Theory, v.23, n. 4–5, p. 553–570, 2019. doi: 10.1080/1362704X.2018.1433397

GROTH, O. O poder cultural desconhecido – fundamentos das ciências dos jornais. Petrópolis: Vozes. 2011.

HANITZSCH, T.; VOS, T. P. Journalism beyond democracy: a new look into journalistic roles in political and everyday life. Journalism, v.19, n.2, p. 146–164, 2018. doi: 10.1177/1464884916673386

HANUSCH, F. BROADENING THE FOCUS: The case for lifestyle journalism as a field of scholarly inquiry. Journalism Practice, v. 6, n.1, p.2–11, 2012. doi: 10.1080/17512786.2011.622895

HANUSCH, F.; HANITZSCH, T. Mediating orientation and self-expression in the world of consumption: australian and german lifestyle journalists’ professional views. Media, Culture & Society, v.35, n.8, p.943–959, 2013. doi: 10.1177/0163443713501931

HANUSCH, F.; HANITZSCH, T.; LAUERER, C. ‘How much love are you going to give this brand?’ lifestyle journalists on commercial influences in their work. Journalism, v. 18, n. 2, p. 141–158, 2015. doi: 10.1177/1464884915608818

HANUSCH, F. Journalistic roles and everyday life: An empirical account of lifestyle journalists’ professional views. Journalism Studies, v. 20, n. 2, p. 193–211, 2017. doi: 10.1080/1461670X.2017.1370977

HANUSCH, F.; BANJAC, S.; MAARES, P. The power of commercial influences: how lifestyle journalists experience pressure from advertising and public relations. Journalism Practice, v .14, n. 9, p. 1029–1046, 2019. doi: 10.1080/17512786.2019.1682942

HENRIQUES, R. da S. P. Understanding Objectivity among Brazilian Journalists: What You Intend to Be when You Want to Be Objective. Brazilian Journalism Research, 17(3), 2021. p.792–831. https://doi.org/10.25200/BJR.v17n3.2021.1410

JAPIASSU, H.; MARCONDES, D. Dicionário Básico de Filosofia, Rio de Janeiro: Zahar, 2001.

JOFFILY, R. O jornalismo e produção de moda. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1991.

KARHAWI, I. Apontamentos sobre a influência da mídia tradicional na consolidação dos blogs de moda. Animus, v.17, n.35, 2018. doi: https://doi.org/10.5902/2175497726013

KARPPINEN, K. Journalism, Pluralism, and Diversity. Journalism, v. 19, 2008. Doi: 10.1515/9781501500084-025.

KITCHENHAM, B.; CHARTERS, S. Guidelines for performing systematic literature reviews in software engineering. Technical Report EBSE-2007-01, School of Computer Science and Mathematics, Keele University, 2007.

KOVACH, B. & ROSENSTIEL, T. Os elementos do jornalismo: o que os jornalistas devem saber e o público exigir. São Paulo: Geração Editorial, 2003.

KRISTENSEN, N. N.; FROM, U. Lifestyle journalism: blurring boundaries. Journalism Practice, v. 6, n. 1, p. 26–41, 2012. doi: 10.1080/17512786.2011.622898

LAGE, Nilson. A estrutura da notícia. São Paulo: Ática, 1993.

LASCITY, M. E. Considering Fashion Journalism: News Values, Frames and Hybrid Genre in the Release of “Satan Shoes”. Journalism

Studies. 24:10, 2023. https://doi.org/10.1080/1461670X.2023.2214926

LAURELL, C.; SANDSTRÖM, C. Disruption and social media - entrant firms as institutional entrepreneurs. International Journal of Innovation Management, v. 18, n. 03, p. 1440006-17, 2014. doi: 10.1142/S1363919614400064

LEE, J.; CHUN, J. Fashion news analysis according to news value evaluation criteria. Journal of the Korean Society of Clothing and Textiles, v. 45, n. 2, p. 285–304, 30 abr. 2021. doi: 10.5850/JKSCT.2021.45.2.285

LIPOVETSKY, G. O império do efêmero: a moda e seu destino nas sociedades modernas. Trad. Maria Lucia Machado. São Paulo: Companhia das Letras, 1989

LISBOA, S., & BENETTI, M. O jornalismo como crença verdadeira justificada. Brazilian Journalism Research, 11(2), 2015. P.10–29. https://doi.org/10.25200/BJR.v11n2.2015.664

MAARES, P.; HANUSCH, F. Exploring the boundaries of journalism: Instagram micro-bloggers in the twilight zone of lifestyle journalism. Journalism, v. 21, n. 2, p. 262–278, 2020. doi: 10.1177/1464884918801400

MOLINA, E. R. Los blogs de moda: del periodismo al marketing: análisis de las interacciones entre los egoblogs, los blogs periodísticos y las industrias del sector. Tese. (Doctorado em Jornalismo) - Universitat Autònoma de Barcelona, 2014. ddd.uab.cat/record/164342

MILLER, S; MCNEIL, P. (2018). Fashion journalism: history, theory, and practice. London; New York: Bloomsbury Publishing.

ORTIZ, S. L. La relación existente entre la sociología del consumo y el mensaje periodístico especializado de las revistas de moda. Un caso práctico: Telva, Elle España y Vogue España. Tese (Doutorado em Jornalismo) - Universidad de Sevilla, 2015. idus.us.es/handle/11441/70862

PAIS, A. L. D. O jornalismo de moda: cobertura jornalística online da ModaLisboa. Dissertação (Mestrado em Jornalismo) - Universidade da Beira Interior, 2013. ubibliorum.ubi.pt/handle/10400.6/1601

PEDRONI, M.; MORA, E. Influencers, Niche Magazines and Journalistic Practice in Italy: Toward a New Fashion Editorial System. Fashion Theory. Doi: 10.1080/1362704X.2023.2284000

PETERSEN, K., FELDT, R., MUJTABA, S., and MATTSSON, M. Systematic mapping studies in software engineering. In Proceedings of the 12th Internatio-nal Conference on Evaluation and Assessment in Software Engineering, Swindon, 2008. https://doi.org/10.14236/ewic/EASE2008.8

PETERSEN, K., VAKKALANKA, S., and KUZNIARZ, L. Guidelines for conducting systematic mapping studies in software engineering: An update. Information and Software Technology, v. 64, 2008. https://doi.org/10.1016/j.infsof.2015.03.007

REGINATO, G. As finalidades do jornalismo: o que dizem veículos, jornalistas e leitores. Tese de Doutorado. Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2016.

ROCAMORA, A. Hypertextuality and remediation in the fashion media: the case of fashion blogs. Journalism Practice, v.6, n.1, p.92–106, 2012. doi: 10.1080/17512786.2011.622914

SCHUDSON, M. News and democracy Society: past, present and future. In: The Hedgehog Review, v. 10, n. 02, 2008.

SEIXAS, L. SANTANA, E. L. Fundamentos da notícia: análise da seleção, ordenação e nomeação propostas por Nilson Lage. Estudos em Jornalismo e Mídia. v.19, n.1, 2022. https://doi.org/10.5007/1984-6924.2022.e86617

SPONHOLZ, L. Objetividade em jornalismo: uma perspectiva da teoria do conhecimento. Revista FAMECOS, v. 10, n. 21, 2008. https://doi.org/10.15448/1980-3729.2003.21.3219

SVENDSEN, L. Moda: uma filosofia. Trad. Maria Luiza X. de A. Borges, Rio de Janeiro: Zahar, 2010.

SOUSA, J.; TEIXEIRA, J. F.; SILVEIRA, I. GOULART, H. S. Jornalismo de moda: O slow fashion como notícia nos blogs especializados. ModaPalavra, v.15, n.36, jan-dez, 2022. Doi: http://dx.doi.org/10.5965/1982615x15362022221

TAVARES, F. M. B. Uma especialização que vem da especialidade: das aproximações entre revista e jornalismo especializado em Vida Simples. Brazilian Journalism Research. v.7, n.1, 2011. doi: 10.25200/BJR.v7n2.2011.344

TUCHMAN, G. A objectividade como ritual estratégico: uma análise das noções de objectividade dos jornalistas. In: TRAQUINA, Nelson (org.). Jornalismo: questões, teorias e “estórias”. 2.ed. Lisboa: Vega, 1999. p.74-90.

VÁZQUEZ, D. W. M. Competencias profesionales del periodista de moda en Puerto Rico. Tese (Doctorado em Engenharia de Projetos) - Universitat Politècnica de Catalunya, 2015. hdl.handle.net/2117/96167

VOS, T. P. Journalistic Fields. The SAGE Handbook of Digital Journalism (Tamara Witschge, C.W. Anderson, David Domingo and Alfred Hermida). Los Angeles, London, New Delhi, Singapore, Washington, Melbourne: Sage Publications, 2016.

WYLIE, S. Fashion meets journalism: mapping and evaluating australian fashion media. Cultural Science Journal, v. 5, n. 2, p. 47, 2012. doi: 10.5334/csci.46

Publicado

2024-07-01

Como Citar

ALVES, Larissa Molina; SEIXAS, Lia da Fonseca. Os fundamentos do jornalismo de moda: um mapeamento da produção acadêmica no Brasil e no mundo (2011-2023). Modapalavra e-periódico, Florianópolis, v. 17, n. N. 43, p. 16–76, 2024. DOI: 10.5965/1982615x171432024016. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/modapalavra/article/view/25043. Acesso em: 22 jul. 2024.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)