O ator como encenador de si mesmo

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/1414573102442022e0105

Palavras-chave:

atuação, representação teatral, convenção teatral

Resumo

Quando discutimos o trabalho do ator, costumamos colocar o foco naquilo que o ator faz ou como faz. Este artigo traz o foco da discussão para onde o ator faz o que faz. O que se pretende com isso é que o olhar sobre onde estamos constitui o que fazemos e como fazemos. Este onde é tanto o espaço físico do cenário, luz, arquitetura, quanto a concepção de uma encenação, as convenções teatrais, o universo dramatúrgico e poético onde mergulhamos para encontrar o rumo e o tom do trabalho. A reflexão deste onde acaba por borrar o limite entre o trabalho do ator e do encenador, pois impele o ator a assumir um lugar de escolha por tudo aquilo que o circunda, lugar de escolha que historicamente é destinado exclusivamente ao encenador.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Tiago Fortes, Universidade Federal do Ceará (UFCE)

Professor Adjunto do Instituto de Artes da Universidade Federal do Ceará (UFCE).

Referências

BARTHES, Roland. Escritos sobre Teatro. Trad. Mário Laranjeira. São Paulo: Martins Fontes, 2007.

BARBA, Eugenio. Queimar a casa: origens de um diretor. Tradução Patrícia Furtado de Mendonça. São Paulo: Perspectiva, 2014.

CORNAGO, Óscar. Y después de la performance qué? Público y teatralidad a comienzos del siglo XXI. Urdimento – Revista de Estudos em Artes Cênicas, Florianópolis, v. 1, n. 26, p. 20-41, 2016. Disponível em: https://www.revistas.udesc.br/index.php/urdimento/issue/view/465

COPEAU, Jacques. Apelos. Trad. Jorge Ronaldo Faleiro. São Paulo: Perspectiva, 2013.

EINES, Jorge. Hacer Actuar, Stanislavski contra Strasberg. Barcelona: Ed. Gedisa, 2012.

GROTOWSKI, Jerzy. O Teatro Laboratório de Jerzy Grotowski 1959-1969. Trad. Berenice Raulino. São Paulo: Perspectiva; SESC, 2007.

FORTES, Tiago. A condição do ator em formação: por uma fenomenologia da aprendizagem e uma politização do debate. Tese (Doutorado em Artes da Cena) – Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP): Campinas [SP], 2018.

FORTES, Tiago. A fronteira entre o olhar e o agir. Areté – International Journal of Philosophy, Human and Social Sciences, v. 6, p. 233-243, 2021. Disponível em: https://arete.unimarconi.it/wp-content/uploads/2021/05/Arete_6_2021_FullWeb.pdf

MOTTA LIMA, Tatiana. A noção de escuta: afetos, exemplos e reflexões. ILINX, Revista do LUME nº 2, 2012. Disponível em: https://gongo.nics.unicamp.br/revistadigital/index.php/lume/issue/view/14

NIETZSCHE, Friedrich. Além do bem e do mal: prelúdio a uma filosofia do futuro. Trad. Paulo César de Souza. São Paulo: Companhia das Letras, 2005.

NIETZSCHE, Friedrich. O Livro do Filósofo. Trad. Rubens Eduardo Ferreira Frias. São Paulo: Editora Moraes, 1987.

PICON-VALLIN, Béatrice. Meyerhold. Trad. Fátima Saadi, Isa Kopelman, J. Gunsburg e Marcio Honorio de Godoy. São Paulo: Perspectiva, 2013.

SCHINO, Mirella. Alquimistas do palco: os laboratórios teatrais na Europa. Tradução Anita K. Guimarães e Maria Clara Cescato. São Paulo: Perspectiva, 2012.

SERRANO, Raul. Nuevas tesis sobre Stanislavski: fundamentos para una teoría pedagógica. Buenos Aires: Atuel, 2004.

STANISLAVSKI, Constantin. A criação de um papel. Trad. Pontes de Paula Lima. Rio de Janeiro : Civilização Brasileira, 1995.

STANISLAVSKI, Constantin. A Preparação do ator. Trad. Pontes de Paula Lima. Rio de Janeiro : Civilização Brasileira, 1999.

STANISLAVSKI, Constantin. A Construção da Personagem. Trad. Pontes de Paulo Lima. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1996.

THAIS, Maria. Na cena do Dr. Dapertutto: poética e pedagogia em V. E. Meierhold: 1911 a 1916. São Paulo: Perspectiva, 2009.

TOPORKOV, Vasilii Osipovich. Stanislavski in rehearsal. New York : Routledge, 1998.

Downloads

Publicado

2022-09-26

Como Citar

FORTES, T. O ator como encenador de si mesmo. Urdimento - Revista de Estudos em Artes Cênicas, Florianópolis, v. 2, n. 44, p. 1-19, 2022. DOI: 10.5965/1414573102442022e0105. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/urdimento/article/view/20916. Acesso em: 1 dez. 2022.