A Garota Kodak: imagens publicitárias da mulher no apogeu da fotografia analógica

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/1982615x16382023014

Palavras-chave:

publicidade, representação da mulher, fotografia

Resumo

O artigo investiga as transformações na representação da imagem da mulher retratada nas peças publicitárias da Kodak, para suas câmeras domésticas, do final do século XIX aos anos 1980 - período que reflete o apogeu da fotografia analógica. O estudo foi realizado por meio de uma revisão de literatura e levantamento iconográfico, que subsidiaram uma avaliação da evolução da publicidade da empresa e da forma como a mulher é retratada. Os resultados demonstraram uma evolução da percepção sobre o papel social da mulher, que partiu de uma proposta empoderada e “libertária” no início do século passado, seguindo para uma visão que progressivamente transformou a mulher em objeto do produto que a empoderava a partir da década de 1930, até chegar a uma abordagem que reforçava princípios de uma visão estereotipada da mulher, a partir dos anos 1960.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sandra Maia Rodrigues Pereira, Universidade Federal de Minas Gerais

Designer formada pela UEMG - Universidade do Estado de Minas Gerais. Possui MBA em Direção Criativa em Moda pela Universidade Una e Mestrado em Design pelo Programa de Pós-Graduação em Design da UEMG. Compõe o corpo docente da Escola de Design - Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG). Desde 2017 é pesquisadora convidada do LIDEP - Laboratório Integrado de Design e Engenharia de Produto, grupo de pesquisa (reconhecido pelo CNPq) da UFMG - Universidade Federal de Minas Gerais. Desenvolve pesquisas na área do design e da moda, com foco em aspectos de Ecodesign e sustentabilidade ambiental, social e econômica. Seus temas de interesse tangenciam o universo da moda sob diferentes perspectivas como a da sustentabilidade e processos criativos.

Eduardo Romeiro Filho, Universidade Federal de Minas Gerais

Graduado em Desenho Industrial pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (1987), Mestre (1993) e Doutor (1997) em Engenharia de Produção pela Coppe, Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia, da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Professor visitante no Design for Sustaintability Program, da Faculty of Industrial Design Engineering, Delft University of Technology, Holanda (2010). Professor Titular da Escola de Engenharia da Universidade Federal de Minas Gerais. Professor do quadro permanente do Doutorado em Design da UEMG (Universidade do Estado de Minas Gerais), do Doutorado em Inovação Tecnológica e Biofarmacêutica e do Mestrado Profissional em Inovação Tecnológica e Propriedade Intelectual da UFMG. Tem experiência nas áreas de Engenharia de Produção e Design, com ênfase em Metodologia de Projeto do Produto, atuando principalmente nos seguintes temas: Projeto do Produto, Design para Sustentabilidade, Ergonomia do Produto e Projeto Auxiliado por Computador. Autor dos livros CAD na Indústria: Implantação e Gerenciamento (Editora da UFRJ, 1997), Projeto do Produto (Campus/Elsevier, 2010) e Sistemas Integrados de Manufatura (Atlas, 2015).

Adriana Sampaio Leite, Minas Gerais State University

Doutora em Engenharia de Produção pela COPPE/UFRJ (2013), com ênfase em gestão e inovação, mestre em Design pela PUC-Rio (1999), graduada em Comunicação Visual - PUC/Rio (1984). Figurinista da Rede Globo de Televisão (1984/1998). Professora adjunta do departamento de Artes e Design da PUC-Rio (2003/2018). Professora no curso de Design na UFMG ((2018/2020). Professora concursada na UEMG na Escola de Design (2021). Experiente em gestão de equipe e em desenvolvimento de projetos de produtos na área da Moda e Figurino.

Referências

ACCIOLY, Anna; ANDRADE, Joaquim MF; VIEIRA, Lula; CARDOSO, Rafael. Marcas de Valor no Mercado Brasileiro. Rio de Janeiro: Editora SENAC Rio, 2007.

BAUDRILLARD, Jean. La société de consommation (Folio. Essais) Paris: Gallimard, 1996.

BASTID, Clara. Les femmes e la photographie. HYPOTHESES, 2014. Disponível em: https://photofemme.hypotheses.org/tag/kodak-girl. Acesso em: 13 jun.2022.

CAMARGO, Mário (Org.). Gráfica: Arte e Indústria no Brasil: 180 anos de história. 2a Ed. São Paulo: Bandeirantes Gráfica, 2003.

DRUCKER, P. F. The Practice of Management. New York: Harper & Row, 1954.

HARDY, Willian. A Guide to Art Nouveau Style. London: Quinter Publishing Limited, 1986.

HOBSBAWN, E. Era dos extremos. Companhia das Letras, 1995.

HOBSBAWN, E. A era dos impérios. Paz & Terra, 2012.

JACOB, John P. (Ed.). Kodak Girl: from the Martha Cooper Collection. Germany: Steidl, 2012.

KING, Emily, "Making History Work: Corporate Archives and the Eastman Kodak Company" (2018). Thesis. Rochester Institute of Technology. Disponível em:https://scholarworks.rit.edu/theses. Acesso em:11 out.2021.

KODAK GIRL. Magazine Ads. 2022. Disponível em: https://www.kodakgirl.com. Acesso em: 24 out.2022.

KOTLER, P. Capitalismo em confronto. São Paulo: Best Business, 2015.

KRUGLER, D. F. The Voice of America and the domestic propaganda battles, 1945-1953. University of Missouri Press, 2000.

LIFE PHOTO COLLECTION. Pai Gibson Dana. Disponível em: https://artsandculture.google.com/asset/pai-gibson-dana-gibson-girl-s-a-rom-wedd-widow/ZAGhMWIcKDXF6A. Acesso em: 18. Ago.2022.

LISA S. STRANGE (2002) The Bicycle, Women s Rights, and Elizabeth Cady Stanton, Women's Studies, 31:5, 609-626, DOI: 10.1080/00497870214048.

LISBOA, I. Hoje aconteceu... George Eastman, criador da Kodak e impulsor da publicidade. Blog Com jeito e arte. Lisboa, 04 set. 2012. Disponível em: https://comjeitoearte.blogspot.com/2012/09/hoje-aconteceu-george-eastman-criador.html. Acesso em: 12 jun. 2022.

MORTIMORE, R.N.; LAWRENCE, J.; POPE, D.; DUPERRET A.; GENTER, A. Coastal cliff geohazards in weak rock: the UK Chalk cliffs of Sussex. Geological Society, London, Engineering Geology Special Publications, 20, 3-31, 1 January 2004.

MUNIR, K.; PHILLIPS, N. The Birth of the 'Kodak Moment': Institutional Entrepreneurship and the Adoption of New Technologies. 2005. Organization Studies - ORGAN STUD. 26. 1665-1687. 10.1177/0170840605056395.

O'BARR, William M. "A Brief History of Advertising in America". Advertising & Society Review, vol. 11 no. 1, 2010. Project MUSE, doi:10.1353/asr.0.0046.

PALMER, Daniel. Tracing the Origins of Australian Fashion Photography. La Trobe Journal, Melbourne, n. 76, Spring 2005, 87-103. Disponível em: http://www3.slv.vic.gov.au/latrobejournal/issue/latrobe-76/latrobe-76-front.html. Acesso em: 24 out. 2022.

PASTER, J. E. (1992) Advertising immortality by Kodak, History of Photography, v.16, n. 2, 135-139, out.2013. Disponível em: https://www.tandfonline.com/doi/abs/10.1080/03087298.1992.10442537. Acesso em: 15 jan. 2022.

PASTOUREAU, M. O pano do diabo: uma história das listras e dos tecidos listrados. Jorge Zahar, 1993.

PATERSON, M.T., Beyond the Gibson Girl Reimagining the American New Woman, 1895–1915. Board of Trustees of the University of Illinois, 2005.

REIS JR., Dalmir. Propagandas Antigas Machistas. Disponível em: https://www.propagandashistoricas.com.br/2014/01/dez-propagandas-historicas-machistas.html. Acesso em: 15 jan 2022.

REZENDE, Lívia L. A circulação de imagens no Brasil oitocentista: uma história com marca registrada. In Cardoso, Rafael (Org.). O Design Brasileiro antes do Design. São Paulo: Cozac Naify, 2005.

ROSENBERG, Jennifer. "Learn How the Brownie Camera Changed Photography Forever." ThoughtCo, May. 28, 2021, thoughtco.com/brownie-camera-1779181.

SALEH, PBO. “Mais cedo ou mais tarde sua mulher irá dirigir”: identidades de gênero em anúncios de carro. In: FERREIRA, AJ. (Org.). Relações étnico-raciais, de gênero e sexualidade: perspectivas contemporâneas [online]. Ponta Grossa: Editora UEPG, 2014, pp. 93-112.

SCANLON, J. R.; SCANLON, J. (Ed.). The gender and consumer culture reader. NYU Press, 2000.

TUMNGIR. #Kodakads. Disponível em: https://www.tumgir.com/tag/kodak%20ads. Acesso em: 10 jun.2022.

VOS, T. P. (2013). Explaining the origins of the advertising agency. American Journalism, 30(4), 450-472.

WEST, N.M., Kodak and the lens of nostalgia, London: University Press of Virginia, 2000, p. 56. ISBN0-8139-1959-2.

YOUNG, D. G. (2005). Sacrifice, consumption, and the American way of life: Advertising and domestic propaganda during World War II. The Communication Review, v.8, n.1, p. 27-52. Disponível em: https://www.tandfonline.com/doi/abs/10.1080/10714420590917352. Acesso em: 20 jan.2022.

Publicado

2023-01-01

Como Citar

PEREIRA, Sandra Maia Rodrigues; ROMEIRO FILHO, Eduardo; LEITE, Adriana Sampaio. A Garota Kodak: imagens publicitárias da mulher no apogeu da fotografia analógica . Modapalavra e-periódico, Florianópolis, v. 16, n. 38, p. 14–64, 2023. DOI: 10.5965/1982615x16382023014. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/modapalavra/article/view/22531. Acesso em: 4 out. 2023.