CONTRIBUIÇÕES DA MONITORIA EM SEMIOLOGIA E SEMIOTÉCNICA PARA A FORMAÇÃO DO ENFERMEIRO: RELATO DE EXPERIÊNCIA

Márcia Danieli Schmitt, Marieli Cristina Ribeiro, Edlamar Kátia Adamy, Maria Luiza Bevilaqua Brum, Silvana dos Santos Zanotelli

Resumo


O presente artigo é um relato de experiência vivenciado por acadêmicas do curso de Enfermagem da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) durante a atuação na monitoria acadêmica das disciplinas de Sistema de Assistência de Enfermagem: Semiologia e Semiotécnica I e II. O objetivo é refletir sobre a importância da monitoria como instrumento metodológico que complementa e incrementa a prática acadêmica e oferece subsídios para o exercício profissional futuro. A monitoria se desenvolveu no período de 01 de agosto de 2011 a 31 de dezembro de 2012. Permitiu o aperfeiçoamento do potencial acadêmico, o conhecimento e maior afinidade com o manuseio de materiais/equipamentos, tornando-os ágeis e habilidosos nas atividades teórico práticas e estágios. Para o acadêmico monitor, houve crescimento pessoal e profissional, pela oportunidade de desenvolver a liderança junto aos acadêmicos, pelo contato com as atividades de ensino, aprimorando o aprendizado na graduação, especificamente na área dos fundamentos básicos da enfermagem.

Texto completo:

PDF




Direitos autorais



Cidadania em Ação: Revista de Extensão e Cultura, Florianópolis, Brasil. ISSN 2594-6412 (eletrônico) Indexada REDIB http://www.redib.org/