Escrita acadêmica performática... Escrita F(r)iccional: Pureza e perigo

Autores

  • Luciana de Fátima Rocha Pereira Lyra Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ)

DOI:

https://doi.org/10.5965/14145731023820200033

Palavras-chave:

Escrita acadêmica performática, Escrita F(r)iccional, Artista de f(r)icção

Resumo

Este artigo discute o modo como transformamos a experiência artística em escrita, alcançando a dimensão performática deste ato liminar (Turner apud Dawsey, 2005). Do atrito entre corpo/escritura sugere o que se intitula artista/pesquisadora(o) de f(r)icção (Lyra, 2011, p.44), uma espécie de cartógrafa(o) que traça paisagens na relação eu/alteridade, gerando momentos eletrizantes de uma escrita acadêmica f(r)iccional. Faz-se mister frisar que o texto é calcado nas pesquisas no Núcleo de Antropologia, Performance e Drama (Napedra/2005-2013); nas experiências com a disciplina ministrada pela pesquisadora nos programas de pós-graduações em artes da UERJ, UDESC e UFRN (2017-2019); e na produção de artigos, dissertações e teses elaboradas com o grupo de pesquisa MOTIM – Mito, Rito e Cartografias Feministas nas Artes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luciana de Fátima Rocha Pereira Lyra, Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ)

Atriz, performer, dramaturga, escritora, encenadora e professora na área das Artes da Cena. Docente adjunta efetiva do Departamento de Ensino da Arte e Cultura Popular e do Programa de Pós Graduação em Artes no Instituto de Artes da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Docente colaboradora do Programa de Pós graduação em Teatro da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC). Docente colaboradora e Pós doutora pelo Programa de Pós graduação em Artes Cênicas da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Pós-doutora em Antropologia, pela Universidade de São Paulo (FFLCH/USP), é também Mestre e Doutora em Artes Cênicas pela Universidade Estadual de Campinas. Editora da Revista Arte da Cena (UFG).

Referências

AGUIAR, Franciele. Descolonizar para reencantar: por uma audição do mundo no jogo com a voz. Texto produzido a partir de comunicação oral no VI Encontros Arcanos: Movimentos Decoloniais da Cena e o Imaginário Amazônico: o instável caminho do Carro à Justiça. Manaus: Universidade do Estado de Manaus, 2019. Não publicado.

BACHELARD, Gaston. A água e os sonhos: ensaio sobre a imaginação da matéria. São Paulo: Martins Fontes, 1996.

DAWSEY, John. Victor Turner e a Antropologia da Experiência. São Paulo: USP, 2005.

DOUGLAS, Mary. Pureza e perigo. São Paulo: Editora perspectiva, 2012.

FELDENKRAIS, Moshe. Consciência pelo movimento. São Paulo: Summus editorial, 1997.

hooks, Bell. Ensinando a transgredir: a educação como prática de liberdade. São Paulo: Editora Martins Fontes, 2019.

LISPECTOR, Clarice. A descoberta do mundo. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1984.

LYRA, Luciana de Fátima Rocha Pereira de. Guerreiras e Heroínas em Performance: Da Artetnografia à Mitodologia em Artes Cênicas. 2011. 533 f. Tese (Doutorado em Artes). Universidade Estadual de Campinas, Campinas, SP.

PRECIOSA, Rosane. Rumores discretos da subjetividade: Sujeito e escritura em processo. Porto Alegre, Editora da UFRGS, 2010.

RAGO, Margareth. A Aventura de Contar-se: Feminismos, Escrita de Si e Invenções de Subjetividades. Campinas: Ed. Unicamp, 2014.

RIBEIRO, Adriana Rolin Lopes Oliveira. Yriádobá da Ira à Flor: Influxos Artaudianos via Mitodologia em Arte. 2019. Dissertação (Mestrado em Artes). Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ.

SILVA, Karla Lidiane Costa Martins. Thérese, êxtase de um corpo ofertado: trajeto mitodológico de uma artista de f(r)icção. 2016. Dissertação (Mestrado em Artes Cênicas). Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal.

ZERBINATTI, Camila Durães. Memorial para a disciplina Escrita Acadêmica e Performática: Pureza e Perigo. Florianópolis: Universidade do Estado de Santa Catarina, 2018. Não publicado.

Downloads

Publicado

2020-09-24

Como Citar

LYRA, Luciana de Fátima Rocha Pereira. Escrita acadêmica performática... Escrita F(r)iccional: Pureza e perigo. Urdimento - Revista de Estudos em Artes Cênicas, Florianópolis, v. 2, n. 38, p. 1–13, 2020. DOI: 10.5965/14145731023820200033. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/urdimento/article/view/17759. Acesso em: 15 jun. 2024.