Experiencia do usuário no processo de reformulação do design de um Ambiente Virtual de Aprendizagem:

um olhar centrado na perspectiva do usuário professor

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/25944630432020135

Resumo

A contemporaneidade é demarcada por intensas transformações que tem início na Revolução Industrial da Inglaterra do século XVIII e perdura até o momento presente, identificado como Quarta Fase da Revolução Industrial que é responsável por afetar diversas características do processo produtivo. Essas transformações serão responsáveis pela alteração das dimensões econômicas, comerciais, sociais, ambientais, tecnológicas e educacionais. Neste contexto, podemos entender a criação de diversas plataformas dentro do ambiente educacional. Assim, neste universo de hiperconexão, cada vez mais interagimos com plataformas que são responsáveis por nos ajudar na organização de tarefas diárias. Frente a todas estas mudanças proporcionadas pelo mundo moderno, este trabalho tem como objetivo analisar e caracterizar as interações e modificações realizadas pelo usuário professor no Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA), PVANet.

Biografia do Autor

Thalita Rodrigues Rossi, Universidade Federal de Viçosa

Mestranda em Econima Doméstica pela Universidade Federal de Viçosa. Especialista em educação Inclusiva em Contextos Escolares - FACED/UFJF. Bacharela e Licenciada em Ciências Sociais DCS/UFV.

Silvane Guimarães Silva Gomes, Universidade Federal de Viçosa

Possui Graduação e Mestrado em Economia Doméstica pela Universidade Federal de Viçosa (UFV) e Doutorado em Ciência e Tecnologia de Alimentos pela mesma Universidade. É professora Titular da Universidade Federal de Viçosa, vinculada à Coordenadoria de Educação Aberta e a Distância (CEAD). Atualmente é Coordenadora da Universidade Aberta do Brasil (UAB) na UFV; Membro do Conselho de Administração da Fundação Arthur Bernardes (FUNARBE); Tem experiência na EAD; desenvolvimento de projetos e cursos a distância; Disciplinas semipresenciais; Treinamento para tutoria de EAD; Elaboração de conteúdos, materiais didáticos e coordenação de atividades para uso das TICs no ensino. Tem interesse pelos estudos nas seguintes áreas: Metodologias inovadoras de ensino e aprendizagem, Uso das TICs no processo educacional; Aprendizado Baseado em Problema/projeto (ABP); Empreendedorismo; Material didático para EAD; Formação de tutores para EAD, Neurociência aplicada a educação

Tereza Angelica Bartolomeu, Universidade Federal de Viçosa

Possui graduação em Economia Doméstica pela Universidade Federal de Viçosa (1989), Mestrado e Doutorado em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina (1998 e 2002). É Professora (Titular) do Departamento de Economia Doméstica da Universidade Federal de Viçosa desde o ano de 1989. Atualmente é Membro do Conselho de Administração da Fundação Arthur Bernardes (FUNARBE); Coordenadora Adjunta da Universidade Aberta do Brasil na UFV; Membro representante da UFV no Conselho Municipal de Turismo de Viçosa; Membro representante do CCH no Conselho Técnico da Coordenadoria de Educação Aberta e a Distância da UFV ( CEAD-UFV), na Comissão Permanente de Pessoal Docente da Universidade Federal de Viçosa (CPPD-UFV), e na Comissão Própria de Avaliação da Universidade Federal de Viçosa (CPA-UFV). Coordena os Laboratórios de Têxteis, de Modelagem e de Produção do Vestuário do Departamento de Economia Doméstica; o Ateliê de Costura do Núcleo de Desenvolvimento Social de Viçosa no CENTEV (NUDESE-CENTEV-UFV) e o projeto de extensão ?Fazendo Arte?. É Líder do grupo de pesquisa do CNPq ?Vestuário no Contexto Socioeconômico e Cultural? e é membro dos grupos de pesquisa do CNPQ: CREC: Centro de Referência em Empreendedorismo e Cooperativismo; PLURAL - Moda e Vestuário; Famílias, Políticas Públicas, Desenvolvimento Humano e Social e ERGOSAT - Ergonomia, Saúde e Segurança no Trabalho. Tem experiência nas áreas de Ensino a Distância e Economia Doméstica, atuando principalmente nos seguintes temas: Empreendedorismo; Terceirização; Desenvolvimento de produtos do vestuário, planejamento, produção e conservação; Avaliação, higienização e conservação de materiais têxteis; Hotelaria Hospitalar; Ensino a Distância e TICs na prática docente.

Ivis Aguiar, Universidade Federal de Viçosa

Graduado em Economia Doméstica pela Universidade Federal de Viçosa. Ex-estagiário Bolsista da Coordenadoria de Educação Aberta Distância da UFV.

Referências

BABOSA, Anabela Aparecida Silva; ANDRADE, Fábio Santos; DE CARVALHO, Rafael Nink. Mineração de Dados em Ambientes Virtuais de Aprendizagem: Aportes para a Pesquisa em Educação a Distância. Interfaces Científicas-Educação, v. 6, n. 1, p. 125-136, 2017.

BARROS, Vanessa Tavares de Oliveira. Avaliação da interface de um aplicativo computacional através de teste de usabilidade, questionário ergonômico e análise gráfica do design. 2003. 146f. Dissertação (Mestrado em Engenharia da Produção) – Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção. UFSC, Florianópolis.

BÉGUIN, Pascal; RABARDEL, Pierre. Concevoir pour les activités instrumentées. Revue d’intelligence artificielle, v. 14, n. 1-2, p. 35-54, 2000. Disponível em: <http://tecfa.unige.ch/tecfa/maltt/cofor-1/textes/beguin_rabardel00.pdf>.

BEZERRA, Pablo Felipe Marte; ARRUDA, Amilton José Vieira de. ANALISE DE INTERFACES VISUAIS APLICADA A AMBIENTES INTERATIVOS: HEINEKEN EXPERIENCE COMO ESTUDO DE CASO. Blucher Design Proceedings, v. 2, n. 1, p. 1464-1475, 2015.

BRUZZI, Demerval Guilarducci. Uso da tecnologia na educação, da história à realidade atual. Revista Polyphonía, v. 27, n. 1, p. 475-483, 2016.

CARDOSO, Rafael. Design para um mundo complexo. São Paulo: Cosac Naify. 2013

CAVALCANTE, Zedequias Vieira; SILVA, Mauro Luis Siqueira da. A importância da revolução industrial no mundo da tecnologia. In: VII EPCC – ENCONTRO INTERNACIONAL DE PRODUÇÃO CIENTÍFICA CESUMAR. Anais.... Maringá: Cesumar, 2011. Disponível em: <http://rgomes.yolasite.com/resources/A%20IMPORT%C3%82NCIA%20DA%20REVOLU%C3%87%C3%83O%20INDUSTRIAL%20NO%20MUNDO%20DA%20TECNOLOGIA.pdf>. Acesso em: 20 abr. 2019.

ELLWANGER, Cristiane, ANTUNES DA ROCHA, Rudimar, PIERRE DA SILVA, Régio. Design de interação, design experiencial e design thinking: a triangulação da interação humano-computador (IHC). Revista de Ciências da Administração. 2015, 17(43), 26-36. Disponível em: <https://www.redalyc.org/articulo.oa?id=273543309003>. Acesso em: 10 dez. 2019.

GLODEK, Michael et al. Fusion paradigms in cognitive technical systems for human–computer interaction. Neurocomputing, v. 161, p. 17-37, 2015.

GOMES, Silvane Guimarães Silva; MOTA, João Batista; LEONARDO, Estela da Silva. CEAD 15 ANOS: Reflexões sobre experiências didáticas em EaD. 33. ed. Viçosa: Coordenadoria de Educação Aberta A Distância, 2016. 206 p.

GOMES, Silvane Guimarães Silva; SOARES, Luciano Fialho. Manual do PVANet: Ambiente Virtual de Aprendizagem. Viçosa: Cead/ufv, s/d. 45 p. Disponível em: <https://www2.cead.ufv.br/tutorialpvanet/estudante/docs/manual-pvanet.pdf>. Acesso em: 10 dez. 2019.

MARGOLIN, Victor. Getting to know the user. Design studies, v. 18, n. 3, p. 227-236, 1997.

MOURA, Marina Palma de et al. A quarta revolução industrial e os desafios para a indústria e para o desenvolvimento brasileiro. 2018.

SANTANA, Débora Viviane Albuquerque Granja. Análise da usabilidade da Plataforma Brasil: uma abordagem ergonômica. 2017. Dissertação de Mestrado. Universidade Federal de Pernambuco.

SCHLEMMER, Eliane; SACCOL, Amarolinda Zanela; GARRIDO, Susane. Um modelo sistêmico de avaliação de softwares para educação a distância como apoio à gestão de EaD. REGE Revista de Gestão, v. 14, n. 1, p. 77-91, 2007.

Downloads

Publicado

2020-10-02 — Atualizado em 2020-10-01

Versões