Revista de Ensino em Artes, Moda e Design https://revistas.udesc.br/index.php/ensinarmode <p style="margin: 0cm; margin-bottom: .0001pt;">Periódico de iniciativa interinstitucional de programas de pós-graduação da Udesc, UFC, UFRPE e UFPE e da ABEPEM. Publica discussões do ensino no âmbito das Artes, da Moda e do Design, especificamente nas questões da formação e ensino superior destas áreas de conhecimento.<br /><strong>Periodicidade</strong>: Fluxo Contínuo - a partir de 2022<br /><strong>Ano de criação</strong>: 2017</p> <p style="margin: 0cm; margin-bottom: .0001pt;"> </p> UDESC pt-BR Revista de Ensino em Artes, Moda e Design 2594-4630 <ol type="a"> <li>Autores mantém os direitos autorais e concedem à revista o direito de primeira publicação, com o trabalho simultaneamente licenciado sob a <strong>Licença Creative Commons Attribution 4.0 Internacional</strong>, que permite o compartilhamento do trabalho com reconhecimento da autoria e publicação inicial nesta revista.</li> <li>Plágio, em todas as suas formas, constitui um comportamento antiético de publicação e é inaceitável. Esta revista utiliza o software iThenticate de controle de similaridade". </li> </ol> Favela é Moda: quando existências periféricas adentram o mundo da moda https://revistas.udesc.br/index.php/ensinarmode/article/view/22446 <p>A mediação entre a favela e as passarelas de moda da zona sul do Rio, proposta pela Jacaré Modas - uma agência de modelos criada na favela do Jacarezinho - que é trazido no documentário Favela é Moda, incita um agenciamento de conceitos e ideias vindos de perspectivas diversas, para pensar o caminho favela-passarela pelo seu aspecto de biopoder. As Revoluções Moleculares e as Máquinas de Guerra de<br />Guattari e Deleuze, a teoria do Perspectivismo Ameríndio oferecida por Eduardo Viveiros de Castro e o seu desdobramento na ideia de Comunicação pelo Equívoco, sugeridas por Evandro Medeiros e Lara Linhalis, embasam uma leitura sobre esse fenômeno de deslocamento de corpos periféricos para lugares não previstos para eles.</p> Cristiane Maria Medeiros Laia Copyright (c) 2022 Cristiane Maria Medeiros Laia https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/deed.pt 2022-11-18 2022-11-18 7 1 1 15 10.5965/25944630712023e2446 A remediação de elementos midiáticos: um estudo de caso baseado nas HQs Batman da era de prata https://revistas.udesc.br/index.php/ensinarmode/article/view/22534 <p>A remediação é compreendida como o processo de renovação dos conteúdos antigos, efetuados pelos novos meios de comunicação. O emblemático personagem dos quadrinhos da DC Comics (Batman), desde a sua origem em 1939, é tido como um dos mais conhecidos e populares, fazendo parte do cotidiano de milhares de pessoas no mundo e adaptando-se a diversos meios midiáticos, dos analógicos aos digitais, ao longo das décadas. Sendo assim, o objetivo do presente estudo foi analisar e identificar como a remediação auxiliou na manutenção do status do personagem Batman durante a Era de Prata dos quadrinhos (1956-1969). Para tanto, utiliza-se uma abordagem qualitativa comum em estudos exploratórios com referências bibliográficas relacionadas ao tema. Como resultado, sugere-se que a remediação se destaca como elemento de renovação do meio, bem como auxilia na popularização de uma cultura de personagens.</p> Eduardo Evangelista Claudelino Martins Dias Junior Copyright (c) 2022 Eduardo Evangelista, Claudelino Martins Dias Junior https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/deed.pt 2022-11-20 2022-11-20 7 1 1 21 10.5965/25944630712023e2534