PROMOVENDO A CONSCIÊNCIA AMBIENTAL POR MEIO DA CRIATIVIDADE:

PROJETO DE EXTENSÃO EM UMA ESCOLA PÚBLICA DO MUNICÍPIO DE VENÂNCIO AIRES/RS

Autores

  • Cibele da Silva Bohn
  • Elvis Roberto Chaves Epstein
  • Júlia Rodrigues de Bittencourt
  • Vinícius Vendrusculo Instituto Federal Sul-rio-grandense

DOI:

https://doi.org/10.5965/25946412421

Palavras-chave:

Educação Ambiental. Extensão. Criatividade.

Resumo

As condições ambientais de nosso planeta vêm se degradando rapidamente, muito em virtude das grandes quantidades de resíduos gerados ao redor do mundo. O Brasil é o 4º maior gerador de resíduos, e, somando-se a isso sua baixa taxa de reciclagem (1,28%), percebe-se que a abordagem da educação ambiental nas escolas é cada vez mais urgente. É essencial que essa temática seja trabalhada desde a infância, utilizando abordagens que sejam capazes de atrair os jovens, gerando engajamento e participação. Neste contexto, o uso de metodologias ativas aliadas a abordagens que promovam a criatividade surge como uma alternativa com potenciais benefícios. O presente trabalho trata-se de um relato de experiência a respeito de um projeto de extensão realizado junto a estudantes de 3º a 5º ano do ensino fundamental de uma escola pública do município de XXXXX/RS, que teve como objetivo trabalhar a educação ambiental através de atividades que incentivem a criatividade. Foram realizados 8 encontros nos quais era realizado um debate sobre temas relacionados aos 3 R’s (Reduzir, Reutilizar e Reciclar), seguido de uma atividade dinâmica e uma conversa final sobre o tema trabalhado. Notou-se grande engajamento dos estudantes nas atividades realizadas, além de se perceber que estes construíram reflexões muito positivas acerca das temáticas trabalhadas. Junto à educação ambiental, a criatividade foi incentivada e desenvolvida, fato muito positivo, pois sabe-se que ela é muito importante na vida adulta, tanto no âmbito pessoal como profissional. Por fim, pode-se afirmar que os objetivos foram alcançados e que projetos de extensão como este, que trabalham assuntos diversos de forma interdisciplinar, podem ser aplicados com sucesso em diversos temas relacionados à educação ambiental.

Referências

AGENCIABRASIL - EBC. Brasil é o 4º país que mais produz lixo no mundo. 2019. Disponível em: https://agenciabrasil.ebc.com.br/internacional/noticia/2019-03/brasil-e-o-4o-pais-que-mais-produz-lixo-no-mundo-diz-wwf. Acesso em: 26 ago. 2020.

BOPEGEDERA, A. M. R. P. Tie-Dye! An Engaging Activity To Introduce Polymers and Polymerization to Beginning Chemistry Students. Journal of Chemical Education, v. 94, n. 11. mar. 2017.

DIESEL, A.; BALDEZ, A. L. S.; MARTINS, S. N. Os princípios das metodologias ativas de ensino: uma abordagem teórica. Revista Thema, v. 14, n. 1, p. 268-288, 2017.

FILTRO DOS SONHOS. Sonhos, 2020. Disponível em: https: // www.sonhos.com.br/ filtro-dos-sonhos#.X9c_8thKhPY. Acesso em: 14 dez. 2020.

FLEITH, D. S. Criatividade: novos conceitos e idéias, aplicabilidade à educação. Revista Educação Especial, n. 17, p. 55-61, 2001.

FLICK, U. Introdução à metodologia de pesquisa: um guia para iniciantes. Porto Alegre: Penso, 2012.

JOLY, M. C. R. A. A criatividade verbal e sua importância nos ambientes educacionais. Psicologia Escolar e Educacional, v. 5, n. 2, p. 11-20, 2001.

LUYT, A. S.; MALIK, S. S. Can biodegradable plastics solve plastic solid waste accumulation? In: Plastics to Energy. William Andrew Publishing, 2019. p. 403-423.

MIRANDA, F. H. F.; MIRANDA, J. A.; RAVAGLIA, R. Abordagem Interdisciplinar em Educação Ambiental. Revista práxis, v. 2, n. 4, 2017.

MORÁN, J. Mudando a educação com metodologias ativas. Coleção mídias contemporâneas. Convergências midiáticas, educação e cidadania: aproximações jovens, v. 2, n. 1, p. 15-33, 2015.

ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS. Humanidade produz mais de 2 bilhões de toneladas de lixo por ano, diz ONU em dia mundial. Disponível em: https://nacoesunidas.org/humanidade -produz-mais-de-2-bilhoes-de-toneladas-de-lixo-por-ano-diz-onu-em-dia-mundial/. 2018. Acesso em 29 ago. 2020.

RODRIGUES, A. L. L., et al. Contribuições da extensão universitária na sociedade. Caderno de Graduação-Ciências Humanas e Sociais-UNIT-SERGIPE, v. 1, n. 2, p. 141-148, 2013.

SILVA, S. M. Uma proposta de educação ambiental integrando o princípio dos 3 Rs (reduzir, reutilizar e reciclar) nas unidades escolares municipais de Santo Amaro da Imperatriz-SC. 2003. Dissertação (Mestrado em Engenharia Ambiental). Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2003. Disponível em: https://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/84515. Acesso em: 27 ago. 2020.

SILVA, T. F.; NAKANO, T. Criatividade no contexto educacional: análise de publicações periódicas e trabalhos de pós-graduação na área da psicologia. Educação e Pesquisa, v. 38, n. 3, p. 743-759, 2012.

SILVA, V. C. M.; RAGGI, D. G. Educação ambiental com atividades lúdicas no ensino infantil. Revista Eletrônica Acervo Saúde, n. 25, p. e633-e633, 2019.

TAVARES, R. Aprendizagem significativa e o ensino de ciências. Ciências & Cognição, v. 13, n. 1, 2008.

THE WORLD BANK. World Bank Report. Disponível em: https://www.worldbank.org/em/ news/press-release/2018/09/20/global-waste-to-grow-by-70-percent-by-2050-unless-urgent-action-is-taken-world-bank-report. 2018. Acesso em: 29 ago. 2020.

TIMKO, M. T. A world without waste. IEEE Engineering Management Review, v. 47, n. 1, p. 106-109, 2019.

VALENTE, J. A.; ALMEIDA, M. E. B.; GERALDINI, A. F. S. Metodologias ativas: das concepções às práticas em distintos níveis de ensino. Revista Diálogo Educacional, v. 17, n. 52, p. 455-478, 2017.

Downloads

Publicado

2020-12-31

Como Citar

DA SILVA BOHN, C. .; ROBERTO CHAVES EPSTEIN, E. .; RODRIGUES DE BITTENCOURT, J. .; VENDRUSCULO, V. PROMOVENDO A CONSCIÊNCIA AMBIENTAL POR MEIO DA CRIATIVIDADE:: PROJETO DE EXTENSÃO EM UMA ESCOLA PÚBLICA DO MUNICÍPIO DE VENÂNCIO AIRES/RS. Cidadania em Ação: Revista de Extensão e Cultura, [S. l.], v. 4, n. 2, p. 1-14, 2020. DOI: 10.5965/25946412421. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/cidadaniaemacao/article/view/18587. Acesso em: 7 mar. 2021.