Viabilidade, custo de implantação e condução de morangueiro fora de solo em substrato em sistema orgânico de produção

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/223811712242023603

Palavras-chave:

San Andreas, fragaria x ananassa Duch, slabs

Resumo

No estado do Paraná a cultura do morangueiro é relevante, contudo, é um mercado que ainda está se expandindo. Conhecer e determinar os principais aspectos econômicos relacionados ao cultivo se torna essencial para o sucesso do empreendimento. O objetivo neste trabalho foi realizar um levantamento dos principais custos de implantação, condução e a viabilidade econômica da cultura do morangueiro em sistema orgânico de produção fora do solo em substrato em Laranjeiras do Sul-PR. O estudo foi realizado na safra de 2022. A pesquisa foi dividida em três etapas. A primeira foi realizada através de pesquisa bibliográfica de todos os aspectos do sistema orgânico de morangueiro fora do solo em substrato. A segunda etapa se constitui de um estudo de caso e a terceira etapa, referente às análises dos custos de produção e da viabilidade econômica da cultura. Os custos totais de condução e implantação de uma estufa de 250 m² de morangueiros com 1800 plantas atingiram R$ 39.147,00, cujos componentes mais significativos na composição dos custos foram os gastos com a estrutura, especialmente com postes de eucalipto. Para a análise de viabilidade se utilizou os seguintes índices: Valor Presente Líquido (VPL), Taxa Interna de Retorno (TIR) e Payback descontado. Os resultados obtidos identificam viabilidade financeira na produção, pois o VPL foi de R$ 69.509,88; a TIR de 57%; a rentabilidade foi de R$ 25.097,00/ano em uma estufa de 250 m²; e o Payback foi de 1,6 anos. Analisando esses índices se afirmar que o investimento é viável e promissor.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Matthieu Octaveus, Universidade Federal da Fronteira Sul

.

Felipe Silva Campos, Universidade Federal da Fronteira Sul

.

Claudia Simone Madruga Lima, Universidade Federal da Fronteira Sul

.

Rubens Fey, Universidade Federal da Fronteira Sul

.

Referências

ANTUNES LEC & PERES N A. 2013. Strawberry Production in Braziland South America. International Journal of Fruit Science 13: 156-161.

ANTUNES et al., 2016. Morangueiro. 1 ed. Embrapa. Brasília, 2016. 589 p.

ANTUNES LEC et al. 2022. Morangos. Anuário-HF. Campos & Negócios – Horticultura: 86-88.

ARAÚJO JLP et al. 2010. Análise dos custos de produção e da rentabilidade do sistema típico de produção da abóbora na região do Submédio São Francisco. In: Congresso Sociedade Brasileira de Sistemas de Produção. São Luis, Anais...; UEMA; Embrapa Cocais.

BETTI JA et al. 2000. Produção de mudas sadias de morangueiro. In: TRANI PE & MACEDO AC. (Ed.). Manejo integrado de pragas e doenças do morangueiro. São Paulo: Secretaria da Agricultura e Abastecimento. p.55-61.

BIASIO R. et al. 2015. Determinação do custo e da rentabilidade na cultura do morango em uma pequena propriedade agrícola situada em Flores da Cunha/RS. Custos e @gronegócio 11: 161-183.

BRASIL. 2003. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Legislação - Orgânicos. Disponível em: https://www.gov.br/agricultura/pt-br/assuntos/sustentabilidade/organicos/legislacao-organicos. Acesso em: 25 Dez. 2022.

CAMARGO et al., 2010. Desempenho produtivo e massa média de frutas de morangueiro obtidos de diferentes sistemas de cultivo. Revista Ambiência Guarapuava, Guarapuava, v. 6, n. 2, p. 281-288. 2010.

CAVIGLIONE et al., 2000. Cartas Climáticas do Paraná. Londrina: IAPAR, 2000.

DALSOTTO TC. 2013. Estudo de viabilidade econômica para implantação de um sistema de cultivo hidropônico em uma propriedade rural no oeste do Paraná. Monografia. (Graduação em Engenharia de Produção). Medianeira: UTFPR.

DIAS-ARIEIRA CR et al. 2008. Análise da viabilidade econômica para produção de flores em Umuarama, noroeste do Paraná. Revista Agro@mbiente 2: 33-41.

DOLA et al. 2023. Custos de implantação de videira cultivares Bordô, Niágara Branca e Rosada em sistema de condução em espaldeira no município de Nova Laranjeiras-PR. Research, Society and Development 12: 1-11.

DONADELLI et al. Estudo de caso: Análise econômica entre o custo de produção de morango orgânico e convencional. Pesquisa & Tecnologia, vol. 9, n. 2. 2012.

FALGUERA V et al. 2012. An integrated approach to current trends in food consumption: Moving toward functional and organic products? Food Control 26: 274-281.

FRANCO EO et al. 2017. Crescimento e Desenvolvimento de Morangueiro ‘San Andreas’ em Diferentes Posicionamentos de Slab e Densidades de Plantio em Sistema de Cultivo em Substrato. Revista Científica Eletrônica de Agronomia 31: 15p.

GODOI RS et al. 2009. Produção e qualidade do morangueiro em sistemas fechados de cultivo sem solo com emprego de substratos. Ciência Rural 39: 1039 -1034.

HERCULANO RL et al. 2021. Morango. Revista Campo & Negócio, Anuário HF 2021. Produção Agropecuária. Disponível em: https://www.ibge.gov.br/explica/producao-agropecuaria/morango/pr. Acesso em: 06 jan. 2022.

JUNIOR et al., 2002. Produção de frutos e estolhos do morangueiro em diferentes sistemas de cultivo em ambiente protegido. Bragança, v. 61, n. 1, p. 25–34, 2002.

KROHLING T. et al. 2018. Análise de custos do tomateiro no município de Marechal Floriano, ES: Um estudo de caso. Revista Científica Intelletto Venda Nova do Imigrante 3: 59-68.

LIMA et al. 2022. Custos de implantação e condução de gladíolo no sistema de plantio direto orgânico em Laranjeiras do Sul/PR. Research, Society and Development 11: 1-20.

KÖPPEN, G. Das Geographische System der Klimatologie. Berlin, 44 p. 1948.

LEITE, C. D.; MEIRA, A. L. Fertilidade do solo e nutrição de plantas. Coordenação de Agroecologia -Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. 2012. Disponível em: Acesso em: 25 de janeiro de 2021.

MATOS EHS. 2007. Figueiredo. Cultivo protegido de hortaliças. Dossiê Técnico. Brasília: CDT/UnB.

MAZON S. 2019. Desempenho de cultivares de morangueiro em sistema de bancada sob manejo orgânico para o Sudoeste do Paraná. Dissertação (Mestrado em Agronomia). Pato Branco: UTFPR. 44p.

MEDEIROS ARM & SANTOS AM. 2003. Práticas culturais. In: SANTOS AM & MEDEIROS ARM. Morango produção. Brasília: Embrapa. p. 53-56

NAIDK et al 2022. Desempenho produtivo de cultivares de morangueiro Pircinque e Jonica em quatro datas de plantio em cultivo sem solo. Agropecuária Catarinense 35: 37-39.

OLIVEIRA IP et al. 2017. Viabilidade da produção de morango no sistema semi-hidropônico recirculante. Custos e @gronegócio 13: 315-332.

OLIVEIRA RP & SCIVITTARO WB. 2009. Produção de frutos de morango em função de diferentes períodos de vernalização das mudas. Horticultura Brasileira 27: 91-95.

PÁDUA JG et al. 2015. Comportamento de cultivares de morangueiro em Maria da Fé e Inconfidentes, sul de Minas Gerais. Revista Agrogeoambiental 7: 69-79.

PALOMBINI MC et al. 2019. Sistema aberto ou fechado – Qual o melhor para o morango? Disponível em: https://revistacampoenegocios.com.br/sistema-aberto-ou-fechado-qual-o-melhor-para-o-morango/ Acesso em: 25 dez. 2022.

PASSOS et al. 2015. Desempenho agronômico de genótipos de morangueiro. Hortic. bras.33: 267-271.

PESSOA PFAP et al. 2000. Análise da viabilidade econômica do cultivo de cajueiro irrigado e sob sequeiro. Revista econômica do Nordeste 31: 178-187.

PICOLOTTO et al. 2012. Desenvolvimento de mudas de morangueiro em função do diâmetro da coroa. In: 52 Congresso Brasileiro de Olericultura. Salvador. Agroindustialização de hortaliças: geração de emprego e renda no campo.

RONQUE ERV et al. 2013. Viabilidade da Cultura do Morangueiro no Paraná. Revista Brasileira de Fruticultura 35: 1032-1041.

SANTI FC & COUTO WR. 2013. Morango em cultivo orgânico. Revista Científica Eletrônica 2: 1-10.

SAUSEN D et al. 2020. Cultivo fora do solo: uma alternativa para áreas marginais. Brazilian Journal of Development 6: 14888-14903.

SCHABARUM & TRICHES. 2019. Aquisição de Produtos da Agricultura Familiar em Municípios Paranaenses: análise dos produtos comercializados e dos preços praticados. RESR 57: 049-062.

SCHROEDER JT et al. 2005. O custo de capital como taxa mínima de atratividade na avaliação de projetos de investimento. Revista Gestão Industrial 01: 033-042.

SILVA ABG et al. 2015. Caracterização da agricultura familiar em municípios do semiárido brasileiro. Revista Brasileira de Geografia Agrária 10: 76-91.

SILVA ML & FONTES AA. 2005. Discussão sobre os critérios de avaliação econômica: valor presente líquido (VPL), valor anual equivalente (VAE) e valor esperado da terra (VET). Revista Árvore 29: 931-936.

SILVA SCA et al. 2013. Produção de morango em sistema semi-hidropônico para o município de Garanhuns – In XIII Jornada de Ensino, Pesquisa e Extensão. Anais eletrônicos. Recife: UFRPE. Disponível em:<http://www.eventosufrpe.com.br/2013/cd/resumos/R1032-2.pdf> Acesso em 22 Fev. 2023.

SOUZA MA et al. 2022 Panorama nacional da produção de morangos. Revista Campo & Negócios-Horticultura. Informe Técnico.

SOUZA MKA. 2006. Uma contribuição à análise das decisões de investimento privado sob a ótica do ponto de equilíbrio do investimento - pei - considerando o valor do dinheiro no tempo. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produção). Recife: UFPE.

STRASSBURGER et al. 2016. Crescimento e produtividade de cultivares de morangueiro de “dia neutro” em diferentes densidades de plantio em sistema de cultivo orgânico. Bragantia 69: 623-630.

STUART et al. 2021. O estado da arte no manejo de Duponchelia fovealis em morangueiro no Brasil e no mundo. Jorn. Inter. Bioc. 6: 11p.

TREVISAN F et al. 2017. Ácido Salicílico no desenvolvimento de plantas e nas características físico-químicas de frutas de morango “Milsei-Tudla”. Revista Iberoamericana de Tecnología Postcosecha 18: 106-114.

VENDITE LL. 2009. Análise de investimentos. Universidade Estadual de Campinas. São Paulo, 2009. Disponível em: http://vigo.ime.unicamp.br/Projeto/2009-2/MS777/ms777_ieda.pdf. Acesso em: 06 Fev. 2023.

WANDERLEY MNB. 2009 O mundo rural como um espaço de vida: reflexões sobre a propriedade da terra, agricultura familiar e ruralidade. Porto Alegre: UFRGS.

ZANATTA MG et al. 2015. Análise de viabilidade econômica na produção de morango (Fragaria x ananassa Duch.) semi-hidropônico em São João do Sul - Santa Catarina. Trabalho de conclusão de curso (Graduação em Agronomia) Florianópolis: UFSC.

Downloads

Publicado

2023-12-29

Como Citar

OCTAVEUS, Matthieu; CAMPOS, Felipe Silva; LIMA, Claudia Simone Madruga; FEY, Rubens. Viabilidade, custo de implantação e condução de morangueiro fora de solo em substrato em sistema orgânico de produção. Revista de Ciências Agroveterinárias, Lages, v. 22, n. 4, p. 603–611, 2023. DOI: 10.5965/223811712242023603. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/agroveterinaria/article/view/23520. Acesso em: 17 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigo de Pesquisa - Ciência de Plantas e Produtos Derivados

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)