ASSISTÊNCIA À SAÚDE DO IDOSO INTEGRANTE DA UNATI (Universidade Aberta à Terceira Idade) DA UNIFAL-MG

Autores

  • Luciene Alves Moreira Marques Universidade Federal de Alfenas
  • Ricardo Radighieri Rascado UNIFAL-MG
  • Sandra Maria Oliveira Morais Veiga UNIFAL-MG
  • Mariane Gonçalves Santos UNIFAL-MG
  • Luciana Yamakami Camilo UNIFAL-MG
  • Mariana Cirillo Diniz UNIFAL-MG
  • Patricia Alves Franco Gehring UNIFAL-MG
  • Tânia Elisa Breda de Martini UNIFAL-MG
  • Williana Fernandes de Oliveira UNIFAL-MG
  • Cássia Fernanda Oliveira Alencar UNIFAL-MG

Resumo

O Brasil vivencia o processo de envelhecimento populacional à semelhança dos países desenvolvidos. Esta transição demográfica caracteriza-se por um aumento significativo de pessoas idosas. Isto se verifica, por meio da melhora da qualidade de vida, que “é a satisfação harmoniosa dos objetivos e desejos de alguém, além de implicar numa idéia de felicidade, ou seja, a ausência de aspectos negativos”. As conseqüências cronológicas e psicológicas do envelhecimento variam de pessoa para pessoa, dificultando a adoção de uma única definição de envelhecimento. O envelhecimento não é uma doença, porém pode tornar o indivíduo mais susceptível a elas. Embora não possam ser evitadas, algumas alterações encontradas no envelhecimento podem ser modificadas por bons hábitos e mudança de estilo de vida. Outras podem ser terapeuticamente controladas, de modo que seu impacto sobre os idosos seja mínimo. Entretanto, a terapêutica deve ser efetiva, segura e necessária. O objetivo desse trabalho foi levantar o perfil farmacoterapêutico dos idosos integrantes da UNATI. O trabalho foi realizado na Farmácia-Escola da Universidade Federal de Alfenas, no período de fevereiro a julho de 2007. Foram entrevistados 50 idosos, sendo 92% do sexo feminino e 8% do sexo masculino. Para a coleta de dados foi utilizado um instrumento contendo perguntas sobre: escolaridade, condição sócio-econômica, condições de saúde e medicamentos utilizados, hábitos higiênico-dietéticos e outros dados relevantes. Os idosos integrantes da UNATI têm idade superior a 50 anos. Vinte e quatro porcento dos idosos utilizam 2 medicamentos, 16% utilizam 3 medicamentos, 12% utilizam 1 medicamento ou 5 medicamentos ou nenhum medicamento, 10% utilizam 6 medicamentos, 6% utilizam 4 medicamentos e 2% utilizam 7, 8, 9 ou 10 medicamentos diferentes. Os medicamentos mais usados são: omeprazol 20 mg, sinvastatina 20 ou 10 mg, gingko biloba 80 ou 120 mg, AAS 100 mg, alendronato de 70 mg e cálcio + Vitamina D3 (concentrações variadas). Os pacientes que utilizam mais de 5 medicamentos, ou apresentam algum efeito indesejado decorrente do tratamento, ou algum parâmetro alterado (glicemia, colesterol, TSH, etc) ou que possuem baixa adesão ao tratamento foram selecionados para o Seguimento Farmacoterapêutico segundo o Método Dáder. Independentemente da utilização de medicamentos, todos os idosos foram submetidos a exames laboratoriais de rotina: hemograma, uréia, creatinina, urina I, parasitológico de fezes, glicemia de jejum e colesterol total e frações. Os exames em muitos casos são uma ferramenta de avaliação da efetividade do tratamento farmacológico. Pode-se observar pelos resultados que apenas uma pequena proporção dos idosos (12%) utilizam a polifarmácia, ou seja, utilizam 6 ou mais medicamentos. Isto é um fator positivo para o tratamento, pois quanto maior o número de medicamentos utilizados, maior a probabilidade de ocorrência de interações medicamentosas e de reações adversas.

Biografia do Autor

Luciene Alves Moreira Marques, Universidade Federal de Alfenas

Departamento de Farmácia, área: Atenção Farmacêutica

Ricardo Radighieri Rascado, UNIFAL-MG

Departamento de Farmácia, área: Atenção Farmacêutica

Sandra Maria Oliveira Morais Veiga, UNIFAL-MG

Departameno de Farmácia, área: Saúde Pública e Epidemiologia

Mariane Gonçalves Santos, UNIFAL-MG

Acadêmico

Luciana Yamakami Camilo, UNIFAL-MG

Acadêmico

Mariana Cirillo Diniz, UNIFAL-MG

Acadêmico

Patricia Alves Franco Gehring, UNIFAL-MG

Acadêmico

Tânia Elisa Breda de Martini, UNIFAL-MG

acadêmico

Williana Fernandes de Oliveira, UNIFAL-MG

acadêmico

Cássia Fernanda Oliveira Alencar, UNIFAL-MG

acadêmico

Downloads

Publicado

2011-01-05

Como Citar

ALVES MOREIRA MARQUES, L.; RADIGHIERI RASCADO, R.; MARIA OLIVEIRA MORAIS VEIGA, S.; GONÇALVES SANTOS, M.; YAMAKAMI CAMILO, L.; CIRILLO DINIZ, M.; ALVES FRANCO GEHRING, P.; ELISA BREDA DE MARTINI, T.; FERNANDES DE OLIVEIRA, W.; FERNANDA OLIVEIRA ALENCAR, C. ASSISTÊNCIA À SAÚDE DO IDOSO INTEGRANTE DA UNATI (Universidade Aberta à Terceira Idade) DA UNIFAL-MG. Cidadania em Ação: Revista de Extensão e Cultura, Florianópolis, v. 4, n. 1, 2011. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/cidadaniaemacao/article/view/1840. Acesso em: 22 set. 2021.