QUESTÕES DE GÊNERO: PERCEPÇÃO DE ADOLESCENTES DO MUNICÍPIO DE JUAZEIRO-BA.

Autores

  • Gilvânia Patrícia do Nascimento Paixão UNIVASF
  • Sheila Milena Pessoa dos Santos UNICASF
  • Paulo Roberto Ramos UNIVASF

Resumo

A noção de gênero é entendida como relações estabelecidas a partir da percepção social das diferenças biológicas entre os sexos. Essa percepção, por sua vez, está fundada em classificações que tornam opostos o “ser homem” e o “ser mulher”. Trata-se de um estudo descritiva com abordagem qualitativa, realizada durante oficinas de trabalho com adolescentes do programa “Agente Jovem”, que teve como objetivo analisar as percepções de gênero de 24 adolescentes de 14 a 18 anos. Como resultados, identificamos que os sujeitos do estudo atribuíram aos homens atividades relacionadas à força, a virilidade e a auto-suficiência, enquanto que as atividades ligadas ao papel da maternidade, do afeto, do cuidar, foram em sua totalidade dos casos colocadas como atribuições femininas. Consideramos que a divisão dos papéis entre homens e mulheres é algo historicamente formado, e encontra-se atualmente no quotidiano dos adolescentes pesquisados. Estas diferenças são percebidas nos mais diferentes seguimentos populacionais, porém a promoção da igualdade entre homens e mulheres é reconhecida como forma para a construção de uma sociedade mais justa. Portanto, privilegiar a fala dos adolescentes é fundamental para conhecer o universo que permeia suas relações e compreender os fenômenos relacionados às desigualdades de gênero neste grupo.

Biografia do Autor

Gilvânia Patrícia do Nascimento Paixão, UNIVASF

Estudante de graduação em Enfermagem pela Universidade Federal do Vale do São Franciso - UNIVASF. Bolsista do PIBIN (Programa Institucional de Bolsas de Integração), pelo projeto de extensão: "EDUCAÇÃO COMO INSTRUMENTO DE PROMOÇÃO DE SAÚDE E CIDADANIA PARA ADOLESCENTES". Trabalha com saúde pública, saúde materno infantil e saúde do adolescente.

Sheila Milena Pessoa dos Santos, UNICASF

Graduada em enfermagem pela Universidade Estadual da Paraíba. Especialista em Obstetrícia Pela Universidade Federal de Alagoas. Mestranda e professora da Universidade Federal do Vale do são Francisco. Tem experiência na área de Enfermagem, Saúde da Mulher e Gênero, Saúde da Criança e Adolescentes e Saúde Mental.

Paulo Roberto Ramos, UNIVASF

Graduado em ciências Sociais. Mestre e doutor em Sociologia pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Pesquisador em Desenvolvimento Sustentável, meio ambiente, Sociologia da Saúde e Saúde ambiental. Professor Adjunto da UNIVASF.

Downloads

Publicado

2008-12-02

Como Citar

PAIXÃO, G. P. do N.; SANTOS, S. M. P. dos; RAMOS, P. R. QUESTÕES DE GÊNERO: PERCEPÇÃO DE ADOLESCENTES DO MUNICÍPIO DE JUAZEIRO-BA. Cidadania em Ação: Revista de Extensão e Cultura, Florianópolis, v. 2, n. 1, 2008. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/cidadaniaemacao/article/view/1699. Acesso em: 30 nov. 2021.

Edição

Seção

Artigos