CRIMINALIDADE ECONÔMICA: ANÁLISE DE FATORES ECONÔMICOS E SOCIAIS QUE INFLUENCIAM AS CATEGORIAS DE CRIMES NO

Autores

  • Jarsen Luis Castro Guimarães Guimarães UFPA

Resumo

Este texto utiliza modelo logit com variáveis agrupadas para analisar a relação entre a criminalidade e os indicadores econômicos e sociais dos reclusos da Penitenciaria Agrícola de Santarém, obtidos por meio de pesquisa de campo. Para verificar se existe uma regra ótima motivadora da criminalidade faz-se uso da metodologia proposta por Heckman. Com a aplicação do modelo econométrico observou-se uma maior relação entre crimes contra o patrimônio, descritos como crimes econômicos e as condições econômicas dos presos, observadas antes da ocorrência do delito. A aplicação de um modelo em dois estágios transcreve uma maior percepção da relação entre a categoria de crime estudada e as condicionantes econômicas da pesquisa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jarsen Luis Castro Guimarães Guimarães, UFPA

Professor Assistente IV da UFPA - Campus de Santarém, com mestrado em economia e doutorando. Coordenador da Especialização em Ciências Criminais com ênfase na RegiãoOeste do Pará. Consultor Ad Hoc da Universidade do Estado do Pará. Membro do Comitê de Ética em Pesquisa da UEPA. Professor da Especialização em Gestào Financeira do Instituto Esperança de Ensino Superior.

Downloads

Publicado

2008-12-02

Como Citar

GUIMARÃES, J. L. C. G. CRIMINALIDADE ECONÔMICA: ANÁLISE DE FATORES ECONÔMICOS E SOCIAIS QUE INFLUENCIAM AS CATEGORIAS DE CRIMES NO. Cidadania em Ação: Revista de Extensão e Cultura, Florianópolis, v. 2, n. 1, 2008. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/cidadaniaemacao/article/view/1694. Acesso em: 27 jun. 2022.

Edição

Seção

Artigos