Padronização metodológica para determinação de proteínas de reserva de sementes de Handroanthus albus (Chamiso)

Autores

  • Marília Shibata
  • Cileide Maria Medeiros Coelho
  • Luciana Magda de Oliveira
  • Altamir Frederico Guidolin

Palavras-chave:

PAGE, Ipê, Tabebuia alba.

Resumo

O sistema de eletroforese descontínuo contendo poliacrilamida e dodecil sulfato de sódio (SDS-PAGE) é utilizado para separar cadeias polipeptídicas para posterior análise do perfil protéico. No entanto, as metodologias para extração e separação das proteínas em sementes variam conforme a espécie vegetal e pouco se relata a respeito de proteínas de reserva em Handroanthus albus. Desta forma, objetivou-se padronizar um método para extração e visualização do perfil protéico de sementes de H. albus. Testaram-se quatro metodologias em sistema de eletroforese SDS-PAGE, onde utilizou-se desde um tampão de extração simples, contendo apenas tris HCl, até um mais complexo com fortes antioxidantes. Realizaram-se, também, modificações na concentração dos géis, no tampão de amostra e no tampão dos eletrodos visando nitidez na visualização do perfil protéico. O método que permitiu a observação do melhor perfil protéico foi o que se baseou no uso de 1 M de tris HCl pH 8,8 no tampão de extração e 20% de glicerol; 1,73 mM de SDS; 1,54 mM tris-HCl-6,8; 0,036 mM azul de bromofenol e 2% de β-mercaptoetanol no tampão de amostra. O perfil protéico observado apresentou proteínas com peso molecular entre 63 kDa a 25,6 kDa em gel separador de 15% e o concentrador a 3%. Tal padronização metodológica serve de base para futuros trabalhos que objetivem estudar o perfil protéico associado a determinados eventos metabólicos e ou bioquímicos em semente de H. albus.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Como Citar

SHIBATA, M.; COELHO, C. M. M.; OLIVEIRA, L. M. de; GUIDOLIN, A. F. Padronização metodológica para determinação de proteínas de reserva de sementes de Handroanthus albus (Chamiso). Revista de Ciências Agroveterinárias, Lages, v. 10, n. 2, p. 151-157, 2011. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/agroveterinaria/article/view/5279. Acesso em: 3 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigo Completo - Áreas Correlatas

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 > >>