INCLUSÃO DIGITAL DE JOVENS E ADULTOS: DESAFIOS E PERSPECTIVAS PARA SEU DESENVOLVIMENTO

Andrea da Paixão Fernandes, Giselle da Conceição Silva

Resumo


Vivemos na Sociedade da Informação onde o avanço das TICs – Tecnologias da Informação e Comunicação – possibilitam, cada vez mais, a troca rápida de dados. Se é verdade que a inserção do computador nas sociedades constitui um invento complexo que possibilitaria a maximização da nossa capacidade de processamento de dados, o que presenciamos, na atualidade, é um fenômeno que tem se complexificado cada vez mais, transformando-se em um ambiente mutável de produção de significados, idéias, informações e conhecimentos. Com o advento desse novo modelo de sociedade, desponta, também, mais uma modalidade de excluídos. Surge, então, a importância das práticas de “Inclusão Digital” que, desenvolvidas através de reflexões e ações concretas, poderão proporcionar a inserção dos digitalmente excluídos na cibercultura. O projeto IncluEJA – Inclusão Digital na Educação de Jovens e Adultos – consiste em uma parceria entre o Programa EDAI – Programa de Educação com Aplicação na Informática – e o Projeto CAp-Social: Articulações e Redes no Rio Comprido e pretende proporcionar, a partir de uma ação concreta, a inclusão social de jovens e adultos, associando o resgate de um direito que lhes foi negado em algum momento da vida – o da continuação de sua vida escolar –, à ação da informática, como uma forma diferente e necessária de produção de saberes. Acreditamos, que o encontro da cultura, história, sujeitos e singularidades presentes neste projeto, possa servir como material para reflexões futuras desse/sobre esse processo que articula EJA e informática.

Palavras-chave: Inclusão digital. Educação. Cibercultura. Pesquisa.

Texto completo:

PDF




Direitos autorais



Cidadania em Ação: Revista de Extensão e Cultura, Florianópolis, Brasil. ISSN 2594-6412 (eletrônico) Indexada REDIB http://www.redib.org/