QUESTÕES DE GÊNERO: PERCEPÇÃO DE ADOLESCENTES DO MUNICÍPIO DE JUAZEIRO-BA.

Gilvânia Patrícia do Nascimento Paixão, Sheila Milena Pessoa dos Santos, Paulo Roberto Ramos

Resumo


A noção de gênero é entendida como relações estabelecidas a partir da percepção social das diferenças biológicas entre os sexos. Essa percepção, por sua vez, está fundada em classificações que tornam opostos o “ser homem” e o “ser mulher”. Trata-se de um estudo descritiva com abordagem qualitativa, realizada durante oficinas de trabalho com adolescentes do programa “Agente Jovem”, que teve como objetivo analisar as percepções de gênero de 24 adolescentes de 14 a 18 anos. Como resultados, identificamos que os sujeitos do estudo atribuíram aos homens atividades relacionadas à força, a virilidade e a auto-suficiência, enquanto que as atividades ligadas ao papel da maternidade, do afeto, do cuidar, foram em sua totalidade dos casos colocadas como atribuições femininas. Consideramos que a divisão dos papéis entre homens e mulheres é algo historicamente formado, e encontra-se atualmente no quotidiano dos adolescentes pesquisados. Estas diferenças são percebidas nos mais diferentes seguimentos populacionais, porém a promoção da igualdade entre homens e mulheres é reconhecida como forma para a construção de uma sociedade mais justa. Portanto, privilegiar a fala dos adolescentes é fundamental para conhecer o universo que permeia suas relações e compreender os fenômenos relacionados às desigualdades de gênero neste grupo.

Texto completo:

PDF




Direitos autorais 2008 Cidadania em Ação: Revista de Extensão e Cultura

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Compartilhar igual 4.0 Internacional.