A voz no Treinamento Suzuki

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/1414573103422021e0301

Palavras-chave:

Treinamento Suzuki, Tadashi Suzuki, Adriana Cavarero, Voz, Teatro Contemporâneo

Resumo

Este artigo trata a questão da voz no treinamento e no trabalho de direção de Tadashi Suzuki, estabelecendo relações entre fundamentos da prática do diretor japonês com o pensamento sobre a voz de Adriana Cavarero. O trabalho resultou da interação entre a experiência prática com o treinamento Suzuki e a reflexão baseada nos conceitos da filósofa, especialmente ao considerar o aspecto de unicidade e a natureza relacional e corpórea da voz. Observou-se como a voz no treinamento e nos espetáculos de Suzuki é compreendida em sua dimensão universal onde, ultrapassando as amarras da semântica, o elemento vocálico pode afetar e gerar a interação com o outro - performers e público.

Biografia do Autor

Glauce Priscila Ribeiro de Carvalho, Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" - (UNESP)

Mestranda em Artes Cênicas pelo Instituto de Artes da Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" (UNESP), bolsista CAPES.  Atriz, professora e pesquisadora, graduada em História.

Wânia Mara Agostini Storolli, Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" - (UNESP)

Pós-Doutorado na Escola de Artes Dramática – Universidade de São Paulo (ECA-USP).  Doutorado e Mestrado em Processo de Criação Musical (ECA-USP). Graduado em Música (ECA-USP). Professora da área de corpo e voz dos cursos de Artes Cênicas e professora orientadora do Programa de Pós-Graduação na Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” – (UNESP). NESP).

Referências

AVANCINI, Atílio; HASHIMOTO CORDARO, Madalena; OKANO, Michiko (Org.). Conceitos Estéticos: do transtemporal ao espacial na arte japonesa. Guarulhos: EFLCH-UNIFESP, 2021.

BAKHTIN, Mikhail. Estética da criação verbal. 4. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2003.

BERTOLD, Margot. História Mundial do Teatro. São Paulo: Perspectiva, 2001.

BOGART, ANNE 1 video (43.28). Live Internacional: Fabiano Lodi conversa com Anne Bogart. Publicado pelo canal Leneus Produtora de Arte, 2020. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=fheLpvUoKpg&t=1815s>. Acesso em: 29 out. 2020.

BÖHME, Gernot. Die Stimme im Leiblichen Raum. In: KOLESCH, Doris. PINTO, Vito. SCHRÖDL, Jenny (Hg.). Stimm-Welten: Philosophische, medientheoretische und ästhetische Perspektiven. Bielefeld: Transcript, 2009, p.23-32.

CAVARERO, Adriana. Vozes Plurais: Filosofia da expressão vocal. Belo Horizonte: UFMG, 2011.

KUSANO, Darci Yasuko. O que é Teatro Nô. São Paulo: Brasiliense,1984.

LODI, Fabiano. A prática do treinamento como atividade sagrada na SCOT: Tadashi Suzuki e o teatro como modo de vida. Urdimento – Revista de Estudos em Artes Cênicas, Florianópolis, v. 2, n. 25, p.34-48, 2015.

MONTEIRO, Juliana. Quando a Técnica transborda em poesia: Tadashi Suzuki e suas disciplinas de atuação. São Paulo, 2009. Dissertação (Mestrado) – ECA – Escola Comunicação e Arte - Universidade de São Paulo, São Paulo, 2009.

SUZUKI, Tadashi. Culture is the Body: the Theatre Writings of Tadashi Suzuki. New York: TCG, 2015.

SUZUKI TADASHI / SUZUKI COMPANY OF TOGA. Japão. Disponível em: https://www.scot-suzukicompany.com/en/profile.php. Acesso em: 15 ago. 2021.

Downloads

Publicado

2021-12-13

Como Citar

CARVALHO, G. P. R. de; STOROLLI, W. M. A. A voz no Treinamento Suzuki. Urdimento - Revista de Estudos em Artes Cênicas, Florianópolis, v. 3, n. 42, p. 1-16, 2021. DOI: 10.5965/1414573103422021e0301. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/urdimento/article/view/20937. Acesso em: 18 jan. 2022.