Práticas laboratoriais e a história na cena: tecnologia e iluminação na cena épica de Piscator

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/1414573101372020035

Palavras-chave:

História da iluminação cênica, direção teatral, teatro épico, Erwin Piscator, laboratórios teatrais

Resumo

O presente artigo apresenta algumas reflexões e resultados a partir da prática integrada de pesquisa desenvolvida no âmbito do Grupo de Pesquisa em História, Política e Cena – GPHPC/UFSJ, em suas dimensões de investigação, formação e difusão. Para tal, apresentamos as bases teóricas de pesquisa – a partir da noção de cena dialética e sua relação entre a cena e a história no trabalho do diretor Erwin Piscator (1893-1966) – e as práticas laboratoriais que resultaram no experimento cênico Confere. Nesse conjunto, destacam-se os procedimentos desenvolvidos no GPHPC/UFSJ quanto à prática cênica e no Núcleo de Estudos de Técnicas e Ofícios da Cena – Netoc quanto ao desenvolvimento da iluminação cênica para esse espetáculo e seus aspectos históricos e épicos, pensados concomitantemente ao momento do desenvolvimento tecnológico da iluminação elétrica e seus impactos na cena.

mento tecnológico da iluminação elétrica e seus impactos na cena.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carina Maria Guimarães Moreira, Universidade Federal de São João del Rei

Chefe do Departamento de Artes da Cena - DEACE/UFSJ. Vice coordenadora da implantação do Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas da Universidade Federal de São João del Rei - UFSJ. Professora de Direção, Iluminação Cênica e Elementos Plásticos da Cena nos Cursos de Graduação (Bacharelado e Licenciatura) em Teatro da Universidade Federal de São João Del Rei - UFSJ. Doutora (2014) e Mestre (2009) em Artes Cênicas pelo Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro - UNIRIO. Bacharel em Direção Teatral com Graduação em Artes Cênicas na Universidade Federal de Ouro Preto - UFOP (2006). Tem experiência na área de Artes, com ênfase em Direção Teatral.

 

 

Berilo Luigi Deiró Nosella, Universidade Federal de São João del Rei

Professor do Curso de Graduação em Teatro e do Programa de Pos-Graduação em Artes Cênicas do Departamento de Artes da Cena da Universidade Federal de São João del Rei. Doutor em Artes Cênicas, na linha de História e Historiografia do Teatro, pelo Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro. Líder do Grupo de Pesquisa em História, Política e Cena (CNPq).

Referências

BENJAMIN, Walter. O autor como produtor. In BENJAMIN, W. Ensaios sobre Brecht. Trad. Claudia Abeling. São Paulo: Boitempo, 2017, p. 71-164.

BENJAMIN, Walter. Obras escolhidas. Vol. 1. Magia e técnica, arte e política. Ensaios sobre literatura e história da cultura. Tradução de Sérgio Paulo Rouanet. São Paulo: Brasiliense, 1987.

BUCHNER, Georg. A morte de Danton. In GUINSBURG, Jacó; KOUDELA, Ingrid Dormien (organização e tradução). Büchner: na pena e na cena. São Paulo: Perspectiva, 2004, p. 71-164.

EISENSTEIN, Sergei. A forma do filme. Zahar, 2017 (e-book).

GRAZIOLI, Cristina. Luce e ombra: storia, teorie e pratiche dell'illuminazione teatrale. Roma-Bari: Laterza, 2015 (e-book).

MOTA, Marcus. Fontes para os estudos teatrais I: contribuições de A. Appia e E. Piscator. Urdimento, v.1, n.18, Florianópolis. Disponível em <http://www.revistas.udesc.br/index.php/urdimento/article/view/1414573101182012043/2341>. Acesso em: 27 out. 2019. 2012.

NOSELLA, Berilo L. D. Apontamentos sobre a história da iluminação moderna. Revista Arte Da Cena (Art on Stage), v.4, n.2, UFG. DOI: <https://doi.org/10.5216/ac.v4i2.54795>. Disponível em <https://www.revistas.ufg.br/artce/article/view/54795/32608>. Acesso em: 27 out. 2019.

PERRUCHON, Véronique. Noir, lumière et théâtralité. Villeneuve-d'Ascq: Presses Universitaires du Septentrion, 2016.

PISCATOR, Erwin. Ideas sobre una renovación del arte escénico mediante la luz. In: HERNANDO, César de Vicente (org.). Erwin Piscator: teatro, política, sociedad. Traducción de Cristina Díez Pampliega. Madrid: Publicaciones de la Asociación de Directores de Escena de España (ADE), 2013, p. 167-169.

PISCATOR, Erwin. Teatro político. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1968.

RAMOS, Luiz Fernando. Prefácio. In: WILLIAMS, Raymond. Drama em cena. Trad. Rogério Bettoni. São Paulo: Cosac Naify, 2010, p. 7-16.

ROSENFELD, Anatol. História da literatura e do teatro alemães. São Paulo: Perspectiva, 1993.

SCHINO, Mirella. Alquimistas do palco: os laboratórios teatrais na Europa. São Paulo: Perspectiva, 2012.

SIMÕES, Cibele Forjaz. À luz da linguagem: a linguagem da iluminação cênica de instrumento da visibilidade à dramaturgia do visível (primeiro recorte: do fogo à revolução teatral). Dissertação (Mestrado em Artes Cênicas) – Escola de Comunicações e Artes, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2008.

SZONDI, Peter. A revista política. In: Teoria do drama moderno (1880-1950). São Paulo: Cosac Naify, 2001, p. 127-132.

Downloads

Publicado

2020-04-17

Como Citar

MOREIRA, C. M. G.; NOSELLA, B. L. D. Práticas laboratoriais e a história na cena: tecnologia e iluminação na cena épica de Piscator. Urdimento - Revista de Estudos em Artes Cênicas, Florianópolis, v. 1, n. 37, p. 035-053, 2020. DOI: 10.5965/1414573101372020035. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/urdimento/article/view/1414573101372020035. Acesso em: 19 ago. 2022.

Edição

Seção

Dossiê Temático - A LUZ EM CENA: Interfaces e aprendizados