As mulheres e o teatro lambe-lambe: um relato sobre a difusão em Santa Catarina

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/2595034702232020128

Palavras-chave:

Teatro Lambe-lambe. Mulheres. Santa Catarina.

Resumo

O presente artigo apresenta a relação das mulheres e o Teatro Lambe-lambe, tomando como recorte a criação da linguagem por Denise di Santos e Ismine Lima na Bahia e a difusão realizada por diversas mulheres no estado de Santa Catarina. Apresenta uma breve contextualização sobre a criação do Teatro Lambe-lambe em Salvador e em seguida se debruça na identificação das mulheres lambe-lambeiras em Santa Catarina, reconhecendo os elementos que motivaram a difusão da linguagem e a efervescência no estado. Também apresenta o primeiro curso de Teatro Lambe-lambe ofertado por uma instituição pública, a Formação Inicial em Teatro de Animação - FINTA pelo IFSC - Campus Florianópolis, em 2018.

Biografia do Autor

Maysa Carvalho Gonçalves, Universidade de Brasília

Artista, educadora e pesquisadora brasiliense. Graduada em Artes Cênicas pela Universidade de Brasília - UnB (2013), Mestra em Teatro pela Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC (2018) e Doutoranda em Artes Cênicas pela Universidade de Brasília - UnB. Desde 2009 se dedica ao estudo do Teatro de Formas Animadas. Esteve como professora substituta na Universidade de Brasília (2019-2020) atuando nas áreas de Teatro de Formas Animadas e Pedagogia do Teatro, e no Instituto Federal de Santa Catarina – IFSC (2018-2019), também como professora substituta de teatro, atuando nos cursos técnicos integrados ao ensino médio e nos cursos de qualificação profissional em Teatro de Animação – FIC/FINTA.

Jô Fornari

Atriz, bonequeira, palhaça, diretora de teatro, oficineira, produtora. Formada em Comunicação Social e Pós-graduada em arte educação. No meio teatral atua desde 1994. Em 1999 itinerou como bonequeira solista e pesquisadora, percorrendo diversos estados brasileiros. Em 2005 passou a residir em Itajaí, onde fundou a Cia. Andante Produções Artísticas. Desde 2009 pesquisa a linguagem do palhaço, fazendo graça com sua palhaça Póc. Em 2016 passa a residir em Canelinha/SC e no intuito de fortalecer sua pesquisa sobre memória e identidade através da linguagem artística, junta-se à seis artistas da cidade para fundar o Olaria Coletivo de artes, coletivo que se dedica a construir um espaço de afeto e convivência entre arte e comunidade.

Suzi Daiane

Possui graduação em Letras pelo Centro Universitário de Jaraguá do Sul - UNERJ (2007), pós-graduação em Línguas Modernas pela FAFIPA (2010) e em Contação de Histórias e Literatura pela ACE (2011). Atriz, palhaça, mãe, escritora e intérprete de libras.  Atua na Laço Cia de Arte e integra o Olaria Coletivo de Artes. Por meio de vínculos fortalecidos pelo afeto e encontros potencializados pela diversidade, Suzi Daiane busca a arte entre relações. Suas principais pesquisas são as formas animadas, especificamente o teatro lambe-lambe e teatro de objetos; e a utilização da acessibilidade como parte crucial da produção dos espetáculos cênicos. Acredita na Arte que transcende, que transcende o momento social, e neste sentido, numa Arte que todes caibam.

Referências

CUNHA, Rubens da; VASQUES, Marcos. FITA – PROMESSA DE POESIA. In: Revista Osíris, 2013. Disponível em: https://revistaosiris.wordpress.com/2013/06/24/fita-promessa-de-poesia/ Acesso: 21 set. 2020.

FREIRE, Susanita; LONGO, Mônica. O Teatro Lambe-lambe no Mundo – Dossier Caixeiros Viajantes. In: La Hoja del Titiritero. Boletín Electrónico de la Comisión para América Latina de la Unima. Número 22. Marzo, 2011. Disponível em: http://www.hojacal.info/Dossier_Lambe-Lambe_01.pdf Acesso em: 21 set. 2020.

SOUZA, Alex de; CAMPOS, Gizely Cesconetto de; GONÇALVES, Maysa Carvalho. FINTA – Formação Inicial em Teatro de Animação. In: Móin-Móin: Revista de Estudos sobre o Teatro de Formas Animadas. v. 1, n. 20 (2019). Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/moin/article/view/1059652595034701202019170 Acesso em: 21 set. 2020.

Downloads

Publicado

2020-12-18

Como Citar

Gonçalves, M. C., Maria Fornari, J. ., & Daiane da Silva, S. . (2020). As mulheres e o teatro lambe-lambe: um relato sobre a difusão em Santa Catarina . Móin-Móin - Revista De Estudos Sobre Teatro De Formas Animadas, 2(23), 128-145. https://doi.org/10.5965/2595034702232020128