Formação docente em campo: uma experiência pedagógica e fruitiva da galeria de arte à sala de aula

Autores

  • André Camargo Lopes Universidade Estadual Paulista
  • Renan dos Santos Silva Universidade Estadual de Londrina
  • Thais Doro Universidade Estadual de Londrina
  • André Hamada Kikumoto Universidade Estadual de Londrina
  • Stephanie Ortiz Conselvan Universidade Estadual de Londrina
  • Vinícius Bardi Castilho Universidade Estadual de Londrina

DOI:

https://doi.org/10.5965/1984317813012017033

Palavras-chave:

Artes, Ensino, Formação Docente, Mediação Pedagógica,

Resumo

Este texto/artigo é a sistematização, em certa medida, de uma unidade das ações coformadoras à iniciação à docência, efetivada dentro do Programa de Bolsas de Iniciação à Docência – PIBID/Capes/UEL e em parceria com o CE Prof.ª Roseli Piotto Roehrig – Localizada na zona norte de Londrina, PR; donde toma-se por empréstimo as sínteses narrativas dos Professores em Formação, oriundas de seus relatos e planos de atividades e estes das narrativas dos alunos da escola, bem como os registros e observações. Tudo somado e sob a luz de um olhar contemporâneo ao ensino da Arte e para a Formação de Professores, resenhamos sobre a utopia da formação do professor/artista/pesquisador/intelectual. Neste sentido, a unidade a que mencionamos, se refere a uma experiência de aprendizado à docência dentro da própria prática pedagógica; onde Professores em Formação, orientados e acompanhados pelo Professor Coformador, implementam “Processos de Ensino” aos níveis possíveis de vivência e amadurecimento estético e pedagógico a partir de um eixo para as aulas: a experiência da “Fruição”, decorrentes de uma exposição de arte contemporânea, realizada na Galeria da Divisão de Artes Plásticas da UEL – DAP. Estes propósitos concatenados caminham por dois vetores convergentes: o Professor Coformador toma como suporte metodológico o “raciocínio reflexivo” sobre o fazer em arte em experiência-aulas, para conduzir os Iniciantes Docentes, estes, através da abordagem pedagógica da “ação mediadora”, proporcionam aos Alunos da Escola apropriações dos saberes em arte através da vivência fruitiva e, aqueles, os Iniciantes Docentes à apropriação dos saberes pedagógicos. Em suma, ações articuladas entre a Universidade e Escola e, por consequência, Professor Coformador, Professor em Formação e Espaços Culturais, é possível desenvolver ações qualificadas em Arte às formações dos futuros professores e dos alunos da escola.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

André Camargo Lopes, Universidade Estadual Paulista

Doutor em História e Sociedade pela UNESP - Assis, com Mestrado em História Social pela Universidade Estadual de Londrina (2009), especialização em Ensino de Sociologia (2007) e Graduado em Educação Artística pela mesma instituição. É professor da Rede Estadual de Ensino Básico do Estado do Paraná. Leciona a Disciplina de Arte há doze anos no Colégio Estadual Professora Roseli Piotto Roehrig, com participação de trabalhos de alunos em eventos estaduais. Como educador tem experiências nas áreas de fotografia, vídeo e expressão tridimensional. Como pesquisador trabalha na área de estudos culturais e cultura visual. Suas pesquisas abordam os seguintes temas: religiosidade popular, fotografia e iconografia vernacular, arte e ensino de arte. Tem artigos publicados nas áreas de Sociologia, Educação e História, áreas que dedica os maiores esforços de suas reflexões e pesquisas.

Renan dos Santos Silva, Universidade Estadual de Londrina

Possui graduação em Desenho e Plástica pela Universidade Federal de Santa Maria (1986) mestrado em Educação pela Universidade Federal de Santa Maria (1996) e Doutorando em Educação Escolar pela Universidade Estadual Paulista - UNESP (Ago. 2012). Atualmente é professor assistente As-D da Universidade Estadual de Londrina - Departamento de Arte Visual, onde ministra as disciplinas "Fundamentos do Ensino de Artes Visuais" e "Escultura"; Coordenador de Área no PIBID/Capes - Artes Visuais 2009; eleito Coordenador de Estágios do Curso de Artes Visuais 2014-15; orienta professores em formação continuada do programa PDE/PR/SEED/UEL; atua, também, e, principalmente, nos seguintes temas: arte-educação, arte, artes visuais, fundamentos do ensino de arte, metodologia do ensino de arte, currículo, teoria educacional e curricular, tridimensionalidade - escultura.

Thais Doro, Universidade Estadual de Londrina

Graduanda em Artes Visuais pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), bolsista do PIBID-ARTE/UEL no Colégio Estadual Professora Roseli Piotto Roehrig Bacharel em Arquitetura e Urbanismo - Formada em 2014, Universidade de Marilia – UNIMAR.

André Hamada Kikumoto, Universidade Estadual de Londrina

Graduando em Artes Visuais pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), bolsista do PIBID-ARTE/UEL no Colégio Estadual Professora Roseli Piotto Roehrig

Stephanie Ortiz Conselvan, Universidade Estadual de Londrina

Graduanda em Artes Visuais pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), bolsista do PIBID-ARTE/UEL no Colégio Estadual Professora Roseli Piotto Roehrig.

Vinícius Bardi Castilho, Universidade Estadual de Londrina

Graduando em Artes Visuais pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), bolsista do PIBID-ARTE/UEL no Colégio Estadual Professora Roseli Piotto Roehrig.

Referências

ARANHA, Carmen S. G. Exercícios do Olhar. 1ª ed. São Paulo: Unesp; Rio de Janeiro: FUNARTE, 2008.

FERRAZ, Maria Heloisa C. de T. e FUSARI, Maria F. de Rezende. Arte na Educação Escolar. São Paulo, Cortez Editora, 2010.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à prática educativa. 46ª edição – Rio de Janeiro. Paz e Terra, 2013.

PARANÁ. Secretaria de Estado da Educação do. Diretrizes Curriculares de Arte para a Educação Básica. Departamento de Educação Básica. Curitiba, 2008.

SANT’ANNA, Renata. Saber e ensinar arte contemporânea. São Paulo, Panda Books, 2009.

SETTI, André. Em nome da arte: pode uma obra violentar o seu criador?

In: http://www.itaucultural.org.br/index.cfm?cd_pagina=2720&cd_materia=201 acesso em 28 de junho de 2010.

BARBOSA, Ana Mae & COUTINHO, Rejane Galvão. Arte/Educação como mediação cultural e social. São Paulo, Editora Unesp, 2008.

PILLAR, Analice Dutra. Leitura & Releitura. Arte, Leitura e seu Ensino: Possibilidades Diversificadas Pedagógicas em Sala de Aula. Londrina, UEL, 2008.

Downloads

Publicado

2017-04-01

Como Citar

LOPES, A. C.; SILVA, R. dos S.; DORO, T.; KIKUMOTO, A. H.; CONSELVAN, S. O.; CASTILHO, V. B. Formação docente em campo: uma experiência pedagógica e fruitiva da galeria de arte à sala de aula. Revista Educação, Artes e Inclusão, Florianópolis, v. 13, n. 1, p. 033-058, 2017. DOI: 10.5965/1984317813012017033. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/arteinclusao/article/view/8658. Acesso em: 12 ago. 2022.