FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA DE PROFESSORES NO ÂMBITO DO ENSINO DA ARTE - INCLUSÃO DIGITAL E INOVAÇÕES PEDAGÓGICAS

Autores

  • Ana Maria de Oliveira Alvarenga PPGARTES/UERJ

Resumo

O presente trabalho integra o campo investigativo do Observatório de Formação Docente no Ensino de Artes no Brasil: pesquisa e divulgação científica (2000 – 2010) e pretende refletir sobre a formação continuada de docentes em artes em diálogo com as tecnologias digitais na perspectiva inclusiva desses profissionais, frente à urgência de se desenvolver competências para o uso da máquina. Desta forma destaco a experiência particular dos professores do Núcleo de Arte Copacabana (Unidade de Extensão Educacional/ SME/ Rio de Janeiro), que em 2008 se constituiu em um grupo de formação continuada para o domínio da nova linguagem e hoje se revela em ações inovadoras na sua prática. Nesse contexto de aprendizagem cooperativada, tenciono partir para reflexões mais amplas sobre a condição do professor como aprendiz em sua própria função de educar, ratificando a necessidade desse ensino/aprendizagem também na formação inicial em artes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

19-12-2012

Como Citar

DE OLIVEIRA ALVARENGA, Ana Maria. FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA DE PROFESSORES NO ÂMBITO DO ENSINO DA ARTE - INCLUSÃO DIGITAL E INOVAÇÕES PEDAGÓGICAS. Revista Educação, Artes e Inclusão, Florianópolis, v. 6, n. 2, 2012. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/arteinclusao/article/view/3013. Acesso em: 14 jul. 2024.