Comparação entre métodos de extração de cádmio, cobre e zinco de solos catarinenses derivados de basalto e granito-migmatito

Autores

  • Michelle Pelozato
  • Camila Hugen
  • Mari Lucia Campos
  • Jaime Antônio Almeida
  • Cristian Berto da Silveira
  • David José Miquelluti
  • Maurício César de Souza

Palavras-chave:

Metais pesados, Métodos extratores, Solos.

Resumo

objetivo desse trabalho foi comparar as metodologias analíticas USEPA 3050 B, Tedesco (H2SO4 + H2O2) e Água Régia na abertura de amostras de solos para a determinação dos teores de Cd, Cu e Zn em solos coletados em locais sem contaminação antrópica intencional. Foram utilizados amostras do horizonte superficial de três solos da Serra Leste (PVA(m), PVA(g) e PAd) e três solos do Oeste (MT, NV e LB) do Estado de Santa Catarina. A quantificação dos teores de Cd, Cu e Zn foi realizada por espectrofotometria de absorção atômica com atomização por chama. Os métodos diferiram significativamente, sendo que, o método USEPA 3050 B foi capaz de extrair as maiores quantidades de Cd, Cu e Zn dos solos derivados de rochas máficas, avaliadas neste trabalho.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Como Citar

PELOZATO, M.; HUGEN, C.; CAMPOS, M. L.; ALMEIDA, J. A.; SILVEIRA, C. B. da; MIQUELLUTI, D. J.; SOUZA, M. C. de. Comparação entre métodos de extração de cádmio, cobre e zinco de solos catarinenses derivados de basalto e granito-migmatito. Revista de Ciências Agroveterinárias, Lages, v. 10, n. 1, p. 54-61, 2011. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/agroveterinaria/article/view/5270. Acesso em: 3 out. 2022.

Edição

Seção

Artigo Completo - Ciência do Solo e do Ambiente

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>