Caracterização mineralógica dos solos derivados de rochas efusivas no Planalto Sul de Santa Catarina, Brasil

Autores

  • Rodrigo Teske
  • Jaime Antonio Almeida
  • Andrey Hoffer
  • Antonio Lunardi Neto

Palavras-chave:

Argilominerais 2, 1HE, Interestratificado, Caulinita-esmectita, Ilitaesmectita, Riodacito, Basalto, Formação Serra Geral.

Resumo

A presença simultânea de gibbsita, caulinita, argilominerais 2:1 com polímeros de hidróxi-Al (2:1HE) e interestratificados em solos ácidos e dessaturados do Sul do Brasil pode ser considerada contraditória, mas não rara. Como a correta identificação destes argilominerais é de difícil execução, a evolução destes solos pode acabar sendo atribuída simplesmente a uma escala de intemperismo moderado. Para melhor compreender a gênese dos solos da região do Planalto Sul de Santa Catarina, foram desenvolvidos estudos mineralógicos da fração argila e das respectivas rochas matriz de sete perfis de solo ao longo de duas topossequências. As análises mineralógicas foram realizadas por difratometria de raios X (DRX), utilizando os pré-tratamentos usuais e um pré-tratamento com hidróxido de sódio (NaOH) a 3,5 mol L-1 a quente (250ºC). Os teores dos óxidos de Si, Al e Fe foram determinados após a digestão das amostras com ataque sulfúrico. As rochas apresentaram mineralogia similar, exceto nas quantidades de plagioclásios, piroxênios e quartzo. Todos os solos apresentaram caulinitas de baixa cristalinidade e resquícios de argilominerais 2:1 sob a forma de interestratificados e/ou 2:1HE, que permaneceram nos solos devido à intercalação dos polímeros de Al e/ou Fe nas entrecamadas. As diminutas proporções de gibbsita são decorrentes do efeito complexante da matéria orgânica do solo (MOS) sobre a cristalização dos hidróxidos de Al e também, devido ao ambiente lixiviante que não foi suficientemente severo a ponto de predominar os processos de alitização. Nos Nitossolos Vermelhos o principal processo de alteração do material originário foi a monossialitização, enquanto os Cambissolos Háplicos apresentaram processo de hidrólise tendendo para a alitização.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Como Citar

TESKE, Rodrigo; ALMEIDA, Jaime Antonio; HOFFER, Andrey; LUNARDI NETO, Antonio. Caracterização mineralógica dos solos derivados de rochas efusivas no Planalto Sul de Santa Catarina, Brasil. Revista de Ciências Agroveterinárias, Lages, v. 12, n. 2, p. 187–198, 2013. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/agroveterinaria/article/view/5213. Acesso em: 23 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigo Completo - Ciência do Solo e do Ambiente

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)