Propagação vegetativa de lúpulo (Humulus lupulus), efeito de bioestimulantes, tamanho e posição das estacas

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/223811712242023554

Palavras-chave:

enraizamento, qualidade de raíz, Brewer's Gold, Nothern Brewer, cascade

Resumo

Objetiva-se com este trabalho avaliar o efeito de diferentes comprimentos e diâmetros de estacas e da utilização de bioestimulantes na propagação vegetativa de lúpulo. O trabalho foi conduzido em uma estufa no Centro de Ciências Agrárias (CCA) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), em Florianópolis/SC, Brasil, entre outubro de 2019 e janeiro de 2021. No experimento 1 foram testadas estacas com uma, duas e três gemas, com e sem aplicação do bioestimulante SprintAlga TS® (Biolchim) nas cultivares Brewer´s Gold e Cascade. No experimento 2 foram testadas estacas de 1,5 cm, 2,5 cm e 3,5 cm de diâmetro para a cultivar Northern Brewer. Foram avaliados o percentual de sobrevivência, enraizamento, comprimento de raízes, qualidade da raiz, número e comprimento de brotações. No experimento 1 Cascade apresentou menores percentuais de sobrevivência, enraizamento e desenvolvimento. O uso do bioestimulante aumentou a sobrevivência e o enraizamento de ambas as cultivares. Para Brewer’s Gold o bioestimulante aumentou a qualidade das raízes, número de brotações, comprimento de raiz e de brotação. Estacas de Brewer’s Gold com 3 gemas favoreceram a qualidade das raízes e número de brotações. Estacas de Cascade com 1 gema apresentaram maior percentual de sobrevivência, enraizamento e desenvolvimento. No experimento 2 as estacas de 1,5 cm de diâmetro apresentaram maior sobrevivência, enraizamento e comprimento de raiz. Estacas com 2,5 e 3,5 cm produziram menor número de brotações, mas de maior comprimento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luiz Humberto Mattos Brighenti, Universidade Federal de Santa Catarina

.

Sabrina Sautchuck , Universidade Federal de Santa Catarina

.

Isadora Teixeira Coelho Malohlava, Universidade Federal de Santa Catarina

.

Thainá Carolina Graciano Votre, Universidade Federal de Santa Catarina

.

Felipe Augusto Moretti Ferreira Pinto, Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina

.

Alberto Fontanella Brighenti, Universidade Federal de Santa Catarina

.

Rosete Pescador, Universidade Federal de Santa Catarina

.

Victoria Silva Felini, Universidade Federal de Santa Catarina

.

Downloads

Publicado

2023-12-29

Como Citar

BRIGHENTI, Luiz Humberto Mattos; SAUTCHUCK , Sabrina; MALOHLAVA, Isadora Teixeira Coelho; VOTRE, Thainá Carolina Graciano; PINTO, Felipe Augusto Moretti Ferreira; BRIGHENTI, Alberto Fontanella; PESCADOR, Rosete; FELINI, Victoria Silva. Propagação vegetativa de lúpulo (Humulus lupulus), efeito de bioestimulantes, tamanho e posição das estacas. Revista de Ciências Agroveterinárias, Lages, v. 22, n. 4, p. 554–562, 2023. DOI: 10.5965/223811712242023554. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/agroveterinaria/article/view/24149. Acesso em: 24 fev. 2024.

Edição

Seção

Artigo de Pesquisa - Ciência de Plantas e Produtos Derivados

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>