A adubação orgânica e o azospirillum brasilense influenciam o cultivo do rabanete?

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/223811712232023439

Palavras-chave:

Raphanus sativus L, nutrição, vegetais

Resumo

RESUMO

A associação de fertilizantes convencionais com fertilizantes de origem orgânica é uma prática bastante conhecida na agricultura por alcançar alta produtividade e também com a adoção de inoculantes, compostos por bactérias por promoverem melhor desenvolvimento vegetal das lavouras. Assim, o objetivo do trabalho foi investigar o crescimento e a produtividade do rabanete com adubação orgânica e a influência do uso de bactérias fixadoras de nitrogênio do gênero Azospirillum spp. rabanete (Raphanus sativus L.) Híbrido Margaret Queen. Os tratamentos foram o uso de diferentes doses de adubo orgânico e a aplicação de Azospirillum brasilense, além da testemunha. Ao final do ciclo, foram avaliados altura da planta, diâmetro do tubérculo, massa fresca do tubérculo, massa seca do tubérculo e massa fresca total do tubérculo. Com e sem aplicação de A. brasilense, foram obtidos aumentos de 16,5% e 6,40% no diâmetro do tubérculo, respectivamente. Sem aplicação de A. brasilense, houve aumento de 0,37% na massa seca foliar quando utilizada a concentração máxima de 8 kg m² de adubo orgânico. Para massa fresca de raiz e massa seca de raiz, com aplicação foliar de A. brasilense, houve aumento de 9,57% e 0,67%, enquanto sem A. brasilense houve aumento de 2,43% e 0,22%. Houve incrementos de 12,83% para massa fresca total com manejo de A. brasilense e de 3,4% sem A. brasilense, com a utilização da concentração máxima de 8 kg m² de adubo orgânico. Para altura, houve aumento de 5,12% sem A. brasilense. Concluiu-se que a adubação orgânica isolada ou combinada com A. brasilense é uma alternativa na produção de rabanete.

 

PALAVRAS-CHAVE: Raphanus sativus L; Fertilização orgânica; Produtividade; Legumes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BONFIM-SILVA EM et al. 2021. Calagem e adubação fosfatada no cultivo rabanete em Latossolo Vermelho Liming and phosphate fertilization for rabanette cultivated in Red Oxisol. Brazilian Journal of Development 7: 78970-78986.

DA SILVA BERILLI S et al. 2020. Lodo de curtume como adubo alternativo na produção de rabanete. Energia na Agricultura 35: 214-224.

DANTAS ILA et al. 2014. Viabilidade do uso de água residuária tratada na irrigação da cultura do rabanete (Raphanus sativus L.). Revista Ambiente & Água 9: 109-117.

EL_KOMY MH et al. 2020. A mixture of Azotobacter, Azospirillum, and Klebsiella strains improves root-rot disease complex management and promotes growth in sunflowers in calcareous soil. European Journal of Plant Pathology 156: 713-726.

FERNANDES GB. 2018. Adubações mineral, orgânica e organomineral na cultura do rabanete. Trabalho de conclusão de curso. (Bacharel em Engenharia Agricola e Ambiental). Rondonópolis: UFMT.

FILIPINI LD et al. 2021. Application of Azospirillum on seeds and leaves, associated with Rhizobium inoculation, increases growth and yield of common bean. Archives of Microbiology 203: 1033-1038.

GUIMARÃES GGF et al. 2017. Liberação Controlada de Ureia Proveniente de Nanocompósitos Reduz a Volatilização de Amônia e Aumenta a Eficiência do Uso de Nitrogênio pela Planta. São Carlos: Embrapa Instrumentação. p. 471–474.

HIGASHIKAWA FS & MENEZES JÚNIOR FOG. 2017. Adubação mineral, orgânica e organomineral: efeitos na nutrição, produtividade, pós-colheita da cebola e na fertilidade do solo. Scientia Agraria 18: 1-10.

LOPES HLS et al. 2019. Crescimento inicial da cultura do rabanete (Raphanus sativus L.) submetida a níveis e fontes de fertilizantes orgânicos. Revista Brasileira de Gestão Ambiental 13: 19–24.

MAIA AH et al. 2018. Productivity of radish fertilized with different doses of bovine manure. African Journal of Agricultural Research 13: 963–968.

MANGMANG JS et al. 2016. Germination characteristics of cucumber influenced by plant growth promoting Rhizobacteria. International Journal of Vegetable Science 22: 66–75.

MANGMANG JS et al. 2015. Azospirillum brasilense Enhances recycling of fish effluent to support growth of tomato seedlings. Horticulturae 1: 14-26.

MANGMANG JS et al. 2014. Effects of plant growth promoting Rhizobacteria on seed germination characteristics of tomato and lettuce. Journal of Tropical Crop Science 1: 35-40.

OLIVEIRA AP et al. 2006. Produção de raízes de batata­doce em função do uso de doses de N aplicadas no solo e via foliar. Horticultura Brasileira 24: 279282.

PEREIRA GMA et al. 2021. Combinação de Azospirillum brasilense E Bradyrhizobium japonicum na promoção do crescimento inicial de milho. Revista de Agricultura Neotropical 8: e5360.

PEREIRA DC et al. 2013. Adubação orgânica e algumas aplicações agrícolas. Revista Varia Scientia Agrárias 3: 159­ 174.

POHLMANN V et al. 2019. Adubação foliar silicatada na cultura do rabanete. Revista Cultivando o Saber 12: 108¬117.

RIBEIRO JVS et al. 2020. Increasing doses of cattle manure for organic chili pepper production.Revista de Agricultura Neotropical 7: 109-112.

RODRIGUES JF et al. 2013. Utilização de estercos em substituição a adubação mineral na cultura do rabanete. Revista Trópica: Ciências Agrárias e Biológicas 7: 160–168.

SILVA AFA et al. 2017. Agronomic performance in radish fertilised with Calotropis procera (Ait.) R. Br. in two growing seasons. Revista Ciência Agronômica 48: 328–336.

SILVA EMB et al. 2020. Adubação mineral, orgânica e organomineral na cultura do rabanete. Brazilian Journal of Development 6: 23300-23318.

SILVA ER et al. 2019. Can co-inoculation of Bradyrhizobium and Azospirillum alleviate adverse effects of drought stress on soybean (Glycine max L. Merrill.)? Archives of Microbiology 201: 325-335.

SOUSA AM. 2017. Adubação potássica e nitrogenada em solo com e sem biofertilizante na cultura do rabanete no litoral cearense. Dissertação (Mestrado em Ciência do Solo) Fortaleza: UFC. 83 p.

SUBEDI S et al. 2018. Effect of organicand inorganic nutrient sources on growth, yield and quality of radish (Raphanus sativus L.) varieties in Chitwan, Nepal. SAARC Journal of Agriculture 16: 61–69.

TEJO DP & SANTOS CHF. 2021. Estudo sobre os impactos da adoção de métodos de adubação nitrogenada no desenvolvimento do trigo. Revista Terra & Cultura: Cadernos de Ensino e Pesquisa 37: 26-45.

TRANI PE et al. 2013. Adubação orgânica de hortaliças e frutíferas. Campinas: Instituto Agronômico de Campinas.

TRANI PE et al. 2014. Calagem e adubação da cebola (Allium cepa L.). Campinas: Instituto Agronômico de Campinas. 35p.

VENDRUSCOLO E & LIMA SF. 2021. The Azospirillum genus and the cultivation of vegetables. A review. BASE.

Downloads

Publicado

2023-08-04

Como Citar

ARAUJO, Tassila Aparecida do Nascimento de; VENDRUSCOLO, Eduardo Pradi; SOUZA, Maria Ingrid de; DANTAS, Thaise; SILVA, Brenda Virgínia Sanches; NETO, Fausto Antônio Coli. A adubação orgânica e o azospirillum brasilense influenciam o cultivo do rabanete?. Revista de Ciências Agroveterinárias, Lages, v. 22, n. 3, p. 439–444, 2023. DOI: 10.5965/223811712232023439. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/agroveterinaria/article/view/23494. Acesso em: 12 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigo de Pesquisa - Ciência de Plantas e Produtos Derivados

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)