Morfofisiologia de plantas de pimentão com uso de cobertura vegetal no solo

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/223811712222023260

Palavras-chave:

sustentabilidade, proteção do solo, Capsicum annuum L.

Resumo

Mundialmente, a produção de hortaliças, incluindo os pimentões, está relacionada ao manejo intensivo do solo e, consequentemente, à degradação do mesmo. A implantação de manejos conservacionistas têm se intensificado para a redução dos danos resultantes da produção de manejo convencional. Neste sentido, objetivo do estudo foi de avaliar o desenvolvimento e produtividade do pimentão cultivado em sistema de plantio direto sobre diferentes coberturas vegetais, indicando as espécies com maior potencial pera essa utilização. Para tanto, os tratamentos utilizados foram: Controle (manejo convencional); milheto; crotalária; combinação de coberturas (milheto e crotalária) e plantas espontâneas. As variáveis avaliadas foram: fotossíntese líquida, condutância estomática, concentração de CO2, transpiração, eficiência do uso da água, eficiência instantânea de carboxilação e produtividade. Verificou-se que todas coberturas, melhoraram as características de comprimento e massa de fruto. No quesito de número de frutos por planta e produtividade a cobertura mix superou o restante. A cobertura com plantas espontâneas resultou em maiores concentração intracelular, condutância estomática e transpiração, enquanto que o tratamento mix possibilitou a obtenção de maior valor de fotossíntese líquida, eficiência do uso da água e eficiência instantânea de carboxilação. O maior incremento na produção e capacidade fotossintética ocorreu na utilização de milheto e crotalária.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AN N et al. 2018. Effects of soil characteristics on moisture evaporation. Engineering geology 239: 126-135.

BERGAMASCHI H & MATZENAUER R. 2014. O Milho e o Clima. Porto Alegre: Emater/RS – Ascar. 84p.

BUESA I et al. 2021. Soil management in semi-arid vineyards: Combined effects of organic mulching and no-tillage under different water regimes. European Journal of Agronomy 123: 126-198.

CARDOSO DP et al. 2012. Plantas de cobertura no controle das perdas de solo, água e nutrientes por erosão hídrica. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental 16: 632-638.

CARVALHO DF et al. 2018. Carrot yield and water-use efficiency under different mulching, organic fertilization and irrigation levels. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental 7: 445-450.

CARVALHO FP et al. 2011. Alocação de matéria seca e capacidade competitiva de cultivares de milho com plantas daninhas. Planta Daninha 2: 373–382.

CHAVEIRO AC et al. 2022. Soil physical and chemical quality on no tillage cultivated with vegetables – A review. Research, Society and Development 11: 1-12.

DÍAZ-PÉREZ JC & HOOK JE. 2017. Plastic-mulched bell pepper (Capsicum annuum L.) plant growth and fruit yield and quality as influenced by irrigation rate and calcium fertilization. HortScience 52: 774-781.

EMBRAPA. 2017. Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Centro Nacional de Pesquisas de Solos. Manual de métodos de análises de solos. 3.ed. Rio de Janeiro: Embrapa Solos. 577p.

FAO. 2017. Food and Agriculture Organization & World Health Organization (WHO). Food safety risk analysis. A guide for national food safety authorities. Rome: FAO. 102p.

FILGUEIRA FAR. 2008. Novo manual de olericultura: agrotecnologia moderna na produção e comercialização de hortaliças. Viçosa: UFV. 3.ed. 421p.

GAGO J et al. 2016. Relationships of leaf net photosynthesis, stomatal conductance, and mesophyll conductance to primary metabolism: a multispecies meta-analysis approach. Plant physiology 171: 265-279.

HATFIELD JL & DOLD C. 2019. Water-use efficiency: advances and challenges in a changing climate. Frontiers in Plant Science 10: 103.

IVASKO JÚNIOR S et al. 2020. Classificação do estado de mato grosso do sul segundo sistema de zonas de vida de holdridge. Revista Brasileira de Climatologia 26: 629-645.

KABIR MY et al. 2021. Effect of irrigation level on plant growth, physiology and fruit yield and quality in bell pepper (Capsicum annuum L.). Scientia Horticulturae 281: 109902.

LOPES SM et al. 2018. Avaliação de frutos de pimentão submetidos ao ensacamento no cultivo orgânico. Revista da Universidade Vale do Rio Verde 16: 1-11.

LOPES WAR et al. 2011. Análise do crescimento de tomate ´SM-16`cultivado sob diferentes coberturas de solo. Horticultura Brasileira 29: 554-561.

LU M et al. 2021. Significant soil degradation is associated with intensive vegetable cropping in a subtropical area: a case study in southwestern China. Soil 7: 333-346.

OLIVEIRA RAD et al. 2016. Cover crops effects on soil chemical properties and onion yield. Revista Brasileira de Ciência do Solo 40: 1-17.

PACHECO BRO et al. 2021. Classificação comercial e caracterização físico-química de beterrabas oriundas de sistema de plantio direto de hortaliças sob diferentes densidades de palhada de milho. Revista Iberoamericana de Tecnología Postcosecha 22: 2012-2225.

PAZZAGLI PT et al. 2016. Effects of CO2 elevation and irrigation regimes on leaf gas exchange, plant water relations, and water use efficiency of two tomato cultivars. Agricultural Water Management 169: 26-33.

ROCHA PA et al. 2018. Bell pepper cultivation under different irrigation strategies in soil with and without mulching. Horticultura Brasileira 36: 453-460.

ROSSI CQ et al. 2013. Decomposição e liberação de nutrientes da palhada de braquiária, sorgo e soja em áreas de plantio direto no cerrado goiano. Ciências Agrárias 34: 1523-1534.

SILVA PIB et al. 2010. Crescimento de pimentão em diferentes arranjos espaciais. Pesquisa Agropecuária Brasileira 45: 132- 139.

SOUSA DC et al. 2019. Dry mass accumulation, nutrients and decomposition of cover plants. Journal of Agricultural Science 11: 152-160.

TORRES JLR et al. 2015. Desempenho da alface americana e do repolho sobre diferentes resíduos vegetais. Global Science and Technology 8: 87-95.

VENDRUSCOLO EP et al. 2017. Análise econômica da produção de alface crespa em cultivo sucessivo de plantas de cobertura em sistema de plantio direto. Revista Brasileira de Ciências Agrárias 12: 458-463.

VENDRUSCOLO EP et al. 2021. Performance of lettuce under influence of different soil covers and planting spacing. Revista de Agricultura Neotropical 8: e5850.

WANG X et al. 2020. Cutting carbon footprints of vegetable production with integrated soil-crop system management: A case study of greenhouse pepper production. Journal of Cleaner Production 254: 120158.

Downloads

Publicado

2023-05-31

Como Citar

CUNHA, Pamela Stepany Jennings; VENDRUSCOLO, Eduardo Pradi; ARAÚJO, Thales Oliveira; MARTINS , Murilo Battistuzzi; RIBEIRO , Fernanda Cristina Silva; LIMA, Sebastião Ferreira de; SERON, Cássio de Castro. Morfofisiologia de plantas de pimentão com uso de cobertura vegetal no solo. Revista de Ciências Agroveterinárias, Lages, v. 22, n. 2, p. 260–267, 2023. DOI: 10.5965/223811712222023260. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/agroveterinaria/article/view/22608. Acesso em: 14 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigo de Pesquisa - Ciência de Plantas e Produtos Derivados

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)