A reescritura de espaços históricos no processo teatral de Negro Cosme em Movimento, do Grupo Cena Aberta

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/14145731023820200002

Palavras-chave:

Teatro contemporâneo, Processo teatral, Espaços históricos, Teatro Site-Specific, Grupo Cena Aberta

Resumo

Os movimentos artísticos de retomada do espaço urbano das décadas de sessenta e setenta foram relativamente documentados e investigados em seus contextos criativos e políticos. Contemporaneamente, a expansão da pesquisa em artes para contextos ainda em processo de autonomização permite o acesso a experiências de encenação em que há um imbricamento entre o espaço e a retomada de sua história territorial. O ensaio recorta o espetáculo Negro Cosme em Movimento, realizado e apresentado durante os anos de 2013 a 2016 nas cidades do Maranhão pelo Grupo Cena Aberta; e se aproxima do percurso e das intenções artísticas da referida encenação, reconhecendo nesta análise a operacionalização de noções do teatro contemporâneo como: teatro do real e site specific theatre. A investigação objetiva documentar os vestígios de uma teatralidade contemporânea e suas reverberações em contextos territoriais até então ausentes de boa parte das discussões teóricas da área.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fernanda Areias Oliveira, Universidade Federal do Maranhão (UFMA)

 Doutorado em Informática na Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Desenvolve sua pesquisa de pós-doutorado pela École Nationale Supérieure des Arts et Techniques du Théâtre, ENSATT, França. Professora Adjunta II no Curso de Licenciatura em Teatro da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), onde coordena os Grupo de Pesquisa Laboratório de Tecnologias Dramáticas (LabTecDrama). Professora do Mestrado Interdisciplinar em Cultura e Sociedade (UFMA), na linha de pesquisa Expressões e Processos Socioculturais e Coordena o Mestrado em Artes Cênicas (UFMA). 

João Victor Silva Pereira, Universidade Federal do Maranhão (UFMA)

Artista da cena e Mestrando da Pós-graduação em Artes Cênicas (UFMA). Graduado do Curso de Licenciatura em Teatro/UFMA (2019). Pesquisa a Cena Contemporânea e a Mediação Cultural por meio do PPGAC/UFMA e do Laboratório de Tecnologias Dramáticas (LabTecDrama/UFMA), CNPq.

Referências

ANDRADE, Tiago Pinheiro. [Entrevista cedida] a João Victor da Silva Pereira. São Luís, 11 jan. 2017.

ARTAUD, Antonin. O teatro e seu duplo. Tradução de Teixeira Coelho. São Paulo: Martins Fontes, 2006.

BENJAMIN, Walter. Sobre o conceito de História (1940). In: Magia e técnica, arte e política: (Obras Escolhidas, Volume I). Tradução de Sérgio Paulo Rouanet. São Paulo: Brasiliense, 1987.

BOAL, Augusto. Teatro do oprimido e outras poéticas políticas. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1977.

BOITO, Sofia Rodrigues. A dramaturgia no teatro site-specific. Conceição| Conception, v.5, n. 1, p. 21-32, 2016.

BRAGA, Ana Socorro Ramos. Discursos sobre a formação do ator no século XX: notas sobre a formação do ator no estado do Maranhão. Urdimento, Florianópolis, v.3, n.36, p. 340-356, nov/dez 2019.

CARTAXO, Zalinda. 1. Arte nos espaços públicos: a cidade como realidade. O Percevejo Online. Rio de Janeiro, v. 1, n. 1, 2009.

COHEN, Renato. Cartografia da cena contemporânea, matrizes teóricas e interculturalidade. Sala Preta. São Paulo, v. 1, p. 105-112, 2001.

FERNANDES, Silvia. Teatralidades Contemporâneas. São Paulo: Perspectiva, 2013.

JANOTTI, Maria de Lourdes Monaco. Balaiada: ação e exploração. Revista de História, v. 52, n. 103, p. 343-365, 1975.

KLEE, Paul. Angelus Novus. 1920. Pintura, tinta nanquim, tinta a óleo, papel, aquarela, 31,8 x 24,2cm. Museu de Israel, Jerusalém.

KOUDELA, Ingrid (Ed.). Heiner Müller: o espanto no teatro. Perspectiva, 2003.

KOUDELA, Ingrid. Os fantasmas de Heiner Müller. Revista USP, n. 35, p. 182-185, 1997.

NASCIMENTO, Igor. Caras-Pretas. São Luís: Resistência Cultural, 2015.

PAVIS, Patrice. Dicionário do Teatral. São Paulo: Perspectiva, 2007.

PELBART, Peter Pál. Biopolítica. Sala Preta. São Paulo, v. 7, p. 57-66, 2007.

PEREIRA, Abimaelson Santos. Transgressões estéticas e pedagogia do teatro. São Luis: EDUFMA, 2013.

RODRIGUES, Cristiano Cezarino. O espaço do jogo: espaço cênico teatro contemporâneo. Dissertação (Mestrado). Escola de Arquitetura e Urbanismo, UFMG, Belo Horizonte, 2008.

SAISON, Maryvonne. Les théâtres du réel. Paris: L’Harmatan, 1998.

SILVA, Ligia da Cruz. Tecendo uma artista docente entre São Luís e Rio de Janeiro, uma travessia em extensão. Trabalho de Conclusão de Curso da Graduação em Licenciatura em Teatro da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2016.

SOUZA, Luiz Roberto de. Palco da Memória: Trilogia da Balaiada. Disponível em: https://cutt.ly/TfaKrSx. Acesso em: 14 jun. 2019.

Downloads

Publicado

2020-09-24

Como Citar

OLIVEIRA, Fernanda Areias; PEREIRA, João Victor Silva. A reescritura de espaços históricos no processo teatral de Negro Cosme em Movimento, do Grupo Cena Aberta. Urdimento - Revista de Estudos em Artes Cênicas, Florianópolis, v. 2, n. 38, p. 1–28, 2020. DOI: 10.5965/14145731023820200002. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/urdimento/article/view/18164. Acesso em: 18 maio. 2024.

Edição

Seção

Dossiê Temático - Espaços: configurações na cena brasileira e latino-americana