Notas pedagógicas para a dança: considerações sobre a formação e a atuação do intérprete de dança

Autores

  • Rafael Henrique Viana Sertori Universidade de São Paulo (USP)

DOI:

https://doi.org/10.5965/1414573103362019465

Palavras-chave:

Intérprete de dança, Dança contemporânea, Pedagogia da dançca, Artista-pedagogo

Resumo

A escrita desse artigo tem por objetivo apresentar algumas discussões em torno da formação e da atuação do intérprete de dança, considerando a multiplicidade de contextos artísticos e pedagógicos nos quais a dança se estrutura. Além disso, defende-se o uso do termo intérprete de dança, na tentativa de descrever e refletir sobre suas especificidades de criação e atuação nessa linguagem artística. O artigo ainda apresenta trechos de entrevistas realizadas com duas artistas-pedagogas que atuam na cidade de São Paulo, a fim de contribuir com a discussão sobre o intérprete na atualidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rafael Henrique Viana Sertori, Universidade de São Paulo (USP)

Rafael Sertori é ator, dançarino e artista-pesquisador. Doutorando do Programa de Pós-Graduação Interunidades em Estética e História da Arte (PGEHA-MAC/USP). Mestre e Licenciado em Artes Cênicas pela ECA/USP.

Referências

BAUMGÄRTEL, Stephan. Subjetividades na cena contemporânea: expor a encenação citacional e suas lacunas. S. J. Rio Preto, SP: Catálogo do Festival Internacional de Teatro, 2009.

BOURCIER, Paul. História da Dança no Ocidente. São Paulo: Martins Fontes, 1987. GIL, José. O movimento total: o corpo e a dança. São Paulo: Iluminuras, 2013.

KERKHOVE, Marianne Van; PICKELS, Antoine; et al. Dossiê: Dança e Dramaturgia.

Trad. Cássia Navas. Bruxelas: Contredanse, 1997.

LOUPPE, Laurence. Poética da Dança Contemporânea. Lisboa: Orfeu Negro, 2012.

PAIXÃO, Paulo. Coreografia: gramática da dança. Site: idança.net, 2003. Disponível em: http://idanca.net/coreografia-gramatica-da-danca/. Acesso em: 16 jun. 2019.

PEREIRA, Sayonara. Rastros do Tanztheater no Processo Criativo de ES-BOÇO: Espetáculo cênico com alunos do Instituto de Artes da UNICAMP. São Paulo: Annablume, 2010.

QUILICI, Cassiano S. Antonin Artaud: teatro e ritual. São Paulo: Annablume; Fapesp, 2004.

RANCIÈRE, Jacques. O inconsciente estético. São Paulo: Editora 34, 2009.

ROMANO, Lúcia R. V. Por uma teoria da atuação. 2013. Disponível em: http://www. revistas.usp.br/pesquisator/article/view/52350. Acesso em: 16 jun. 2019.

ROPA, Eugênia C. A dança e o agit-prop: os teatros não teatrais na cultura alemã do

início do século XX. São Paulo: Perspectiva, 2014.

Downloads

Publicado

2019-12-13

Como Citar

SERTORI, R. H. V. Notas pedagógicas para a dança: considerações sobre a formação e a atuação do intérprete de dança. Urdimento - Revista de Estudos em Artes Cênicas, Florianópolis, v. 3, n. 36, p. 465-483, 2019. DOI: 10.5965/1414573103362019465. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/urdimento/article/view/15514. Acesso em: 28 set. 2022.