Nove questões sobre o ensino de direção para Teatro de Bonecos: Uma re-criação-trans-crita de um diálogo

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/2595034702212019402

Resumo

O texto é a transcrição, com algumas edições, da conferência-diálogo realizada pelos dois professores durante o 3º PRO-VOCAÇÃO - Encontro Internacional sobre Formação em Teatro de Animação, na qual questões relativas à direção para o Teatro de Animação e ao seu ensino foram discutidos a partir de nove questões orientadoras. Os diálogos abordaram tanto perspectivas técnicas quanto filosóficas do ensino do ofício de diretor para o Teatro de Animação e propuseram junto à audiência a realização de experimentações práticas com bonecos e dois manifestos acerca do que deveria ser ensinado aos diretores-aprendizes de Teatro de Animação.

Biografia do Autor

Cariad Astles, Centro de Pesquisas em Objetos e Marionetes em Performance CROPP (Londres/Reino Unido)

Trabalhou na University of Plymouth por muitos anos e trabalha na Universidade de Exeter como professora do Departamento de Teatro. Além de teatro de bonecos e objetos, ensina dramaturgia aplicada, com um foco particular em saúde, desempenho latino-americano e cultura em performance. Atualmente é diretora do CROPP - o Centro de Pesquisas em Objetos e Marionetes em Performance.

Mário Piragibe, Universidade Federal de Uberlândia UFU (Uberlândia/MG)

Doutor em Artes Cênicas pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (2011), obtendo o grau de mestre em Teatro (2007) e de bacharel em Artes Cênicas com habilitação em Teoria do Teatro (1999) pela mesma instituição. Ator e professor de teatro, é Professor Efetivo do Curso de Teatro do Instituto de Artes (IARTE) da Universidade Federal de Uberlândia - UFU.  Sua pesquisa aborda interfaces da linguagem do teatro de animação com poéticas contemporâneas e lida com as interfaces entre o teatro e as novas tecnologias.

Downloads

Publicado

2019-12-20

Como Citar

ASTLES, C.; PIRAGIBE, M. Nove questões sobre o ensino de direção para Teatro de Bonecos: Uma re-criação-trans-crita de um diálogo. Móin-Móin - Revista de Estudos sobre Teatro de Formas Animadas, Florianópolis, v. 2, n. 21, p. 402-431, 2019. DOI: 10.5965/2595034702212019402. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/moin/article/view/1059652595034702212019402. Acesso em: 30 nov. 2021.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)