Encenação e dramaturgia: o teatro de figura na encruzilhada dos caminhos

Autores

  • Didier Plassard Université Paul Valéry Montpellier 3 (França)

DOI:

https://doi.org/10.5965/2595034702212019361

Resumo

O presente artigo discorre sobre o teatro de bonecos contemporâneo e suas especificidades, elencando algumas de suas características, partindo de exemplos de espetáculos atuais. Para tanto, apresenta três possibilidades de leitura da encenação como dispositivo: interpretativo, ao dar ênfase ao repertório clássico; criativo, ao centrar-se na originalidade de leitura da obra; e de aparição, ao relevar questões concernentes à presença na cena.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Didier Plassard, Université Paul Valéry Montpellier 3 (França)

É professor de estudos teatrais na Université Paul Valéry - Montpellier 3 (França). Publicou L’acteur en effigie (L’Age d’Homme, 1992, Prêmio Georges Jamati), Les mains de lumière (IIM, 1996, 2005), Mises en scène d’Allemagne(s) (CNRS Editions, 2014) e dirigiu a edição bilíngüe de Théâtre des fous / Drama for fools (L’Entretemps, 2012), de Edward Gordon Craig. Atualmente é co-editor da revista online European Journal for Theatre and Performance e lidera o programa de pesquisa Puppet Plays (European Research Council, 2019-2024). Ele recebeu a Sirena d’Oro do festival Arrivano dal mare (2012) e foi nomeado Chevalier des Arts et Lettres em 2015.

Downloads

Publicado

2019-12-20

Como Citar

PLASSARD, D. Encenação e dramaturgia: o teatro de figura na encruzilhada dos caminhos. Móin-Móin - Revista de Estudos sobre Teatro de Formas Animadas, Florianópolis, v. 2, n. 21, p. 361-380, 2019. DOI: 10.5965/2595034702212019361. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/moin/article/view/1059652595034702212019361. Acesso em: 1 abr. 2023.