Atendimento educacional hospitalar no viés de uma educação inclusiva

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/19843178182022e0027

Palavras-chave:

Pedagogia hospitalar, Educação inclusiva, Direito à educação

Resumo

O texto a seguir apresenta uma discussão teórica do atendimento educacional hospitalar pelo viés da educação inclusiva, trata-se de um estudo bibliográfico que revisa termos e situa o leitor no campo de estudo da pedagogia hospitalar. trazendo à tona conceitos relevantes que guiam a prática docente neste campo ainda em construção e problematiza a indefinição que permeia a área. No percurso textual traçaremos um breve histórico deste atendimento situando o leitor no tempo e no espaço, traremos alguns conceitos de pedagogia hospitalar e de educação especial e inclusiva para definir esta relação e compreender o campo de atuação dos docentes nesta área, pertencente tecnicamente aos departamentos de Educação Especial, mas muitas vezes invisível e desconsiderada como campo de atuação, como atendimento essencial e como constructo teórico. Para a construção e defesa do que aqui apresentamos realizamos a busca de informações em dois sites técnicos: Google acadêmico e Scielo, com as palavras-chave: classe hospitalar, educação especial e inclusão. Como resultados o texto aponta para a estreita relação da educação hospitalar com a educação inclusiva, considerando princípios e métodos de ensino.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Itamara Peters, Federal University of Paraná

Doutoranda no Programa de Pós Graduação em Letras, área de Estudos Linguísticos da Universidade Federal do Paraná (UFPR), Mestre em Letras (ProfLetras) - Universidade Estadual do Norte do Paraná. Professora do quadro próprio do magistério - Secretaria de Estado da Educação do Paraná - Núcleo R. de Educação Curitiba - Programa de Atendimento a Rede de Escolarização Hospitalar e profissional quadro próprio do magistério da Prefeitura Municipal de Curitiba. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Língua Portuguesa e Língua Inglesa na Educação Hospitalar.

Referências

ACADEMIA BRASILEIRA DE LETRAS. Dicionário escolar de língua portuguesa. 2ª ed. São Paulo, Companhia Editora Nacional, 2008.

ALBERTONI, Léa Chuster. A inclusão escolar de alunos com doenças crônicas: professores e gestores dizem que... Curitiba, Appris, 2014.

BRASIL, Lei de Diretrizes e Bases da Educação. Brasília: MEC, 1996.

BRASIL. MEC. Lei n.º 9.394/96. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Câmara dos Deputados, 1999.

BRASIL, Resolução nº 2, de 11 de setembro de 2001, que institui as Diretrizes Nacionais para a Educação Especial na Educação Básica. MEC; SEESP, 2001.

BRASIL. Ministério da Educação. Classe hospitalar e atendimento pedagógico domiciliar: estratégias e orientações. Secretaria de Educação Especial. Brasília: MEC; SEESP, 2002.

CARVALHO, Rosita Edler. Escola inclusiva: a reorganização do trabalho pedagógico. 6ª ed. Porto Alegre, Mediação, 2014.

CECCIM, R. & FONSECA, Eneida Simões da. Classe hospitalar: buscando padrões referenciais de atendimento pedagógico-educacional à criança e ao adolescente hospitalizados. Integração 9 (21): 31-39. 1999.

COVIC, Amália Neide. OLIVEIRA, Fabiana Aparecida de Melo. O aluno gravemente enfermo. São Paulo, Cortez, 2011.

FONSECA, Eneida Simões. Atendimento Pedagógico-Educacional para Crianças e Jovens Hospitalizados: realidade nacional. Brasília: Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais, 1999.

FONSECA, Eneida Simões. Atendimento escolar no ambiente hospitalar. 2ª ed. São Paulo, Memnon, 2008.

MAITO, Viviane Pereira. Tecendo relações entre formação de professores, paradigmas educacionais e atuação no atendimento pedagógico ao escolar em tratamento de saúde. In: MATOS, Elizete Lúcia. Moreira. FERREIRA, Jacques de Lima. Formação pedagógica para o atendimento ao escolar em tratamento de saúde: redes de possibilidades online. Petrópolis, Vozes, 2013.

MANTOAN, Maria Teresa Eglér. Inclusão escolar – o que é? Por quê? Como fazer? São Paulo, Summus, 2015.

MARTINS, Gilberto de Andrade. THEÓPHILO, Carlos Renato. Metodologia da investigação científica para ciências sociais. – 3. ed. – São Paulo: Atlas, 2016. Disponível: https://passeidireto.minhabiblioteca.com.br/#/books/9788597009088/epubcfi/6/8%5B%3Bvnd.vst.idref%3Dtitle%5D!/4/2/4%5Bvst-image-button-40478%5D%400:0. Acesso em: 31/03/2020.

MATOS, Elizete L. M. WIESE, Maria do C. S. Trilhando sob novos olhares e novos desafios na Pedagogia Hospitalar. In: MATOS, Elizete Lúcia. Moreira. FERREIRA, Jacques de Lima. Formação pedagógica para o atendimento ao escolar em tratamento de saúde: redes de possibilidades online. Petrópolis, Vozes, 2013.

MINAYO, Maria Cecília. DESLANDES, Suely Ferreira. GOMES, Romeu. Pesquisa social: teoria, método e criatividade. 34 ed. Petrópolis, Vozes, 2015.

MUGGIATI, Margarida M.T.F. Serviço Social: relatos autobiográficos e memorialísticos de uma Assistente Social. Curitiba, Associação de Proteção à Infância Dr. Raul Carneiro, 2012.

PACCO, Aline F. R. GONÇALVES, Adriana G. Implantação da política para o atendimento ao escolar em tratamento de saúde: apontamentos por professores em um curso de formação reflexiva colaborativa. Revista: Educação, Psicologia e Interfaces, Volume 3, Dossiê Inclusão e Diversidade, p. 98-110, 2019. ISSN: 2594-5343. DOI: https://doi.org/10.37444/issn-2594-5343.v3i4.193.

PARANÁ. Diretrizes Curriculares da Educação Especial para a Construção de Currículos Inclusivos. SEED. Curitiba, 2006.

PRADOS, Rosália Maria Netto. GIORDANO, Carlos Vital. THOMSEN Débora Bernardi Gradjean. Inclusão Educacional: Discursos Político-Educacionais e Desafios das Classes Hospitalares. REVASF, Petrolina- Pernambuco - Brasil, vol. 9, n.18, p. 103-122, abril, 2019. ISSN: 2177-8183.

ROCHA, Simone Maria da; PASSEGGI, Maria da Conceição. Classe hospitalar: um espaço de vivências educativas para crianças e adolescentes em tratamento de saúde. Revista @mbienteeducação, São Paulo, v. 3, n.1, p. 113-121, jan./jun. 2010.

SCIELO. Scientific Electronic Library Online. Disponível em: https://www.scielo.org/. Acesso em: 13/09/2020.

SCIELO. Critérios, política e procedimentos para a admissão e a permanência de periódicos na Coleção SciELO Brasil. maio de 2020. Disponível em: https://wp.scielo.org/wp-content/uploads/20200500-Criterios-SciELO-Brasil.pdf. Acesso em 13/09/2021.

SILVA, Ainda Maria Monteiro. COSTA, Valdelúcia Alves. Educação Inclusiva e Direitos Humanos: perspectivas contemporâneas. São Paulo, Cortez, 2015.

SILVA, Ainda Maria Monteiro. A formação docente na perspectiva da educação inclusiva e a relação com os Direitos Humanos. In: SILVA, Ainda Maria Monteiro. COSTA, Valdelúcia Alves. Educação Inclusiva e Direitos Humanos: perspectivas contemporâneas. São Paulo, Cortez, 2015.

SILVA, Rosilene F. G. MARTINS, Cristina A. CARVALHO, Graça S. Educação da criança hospitalizada: percepções, desenvolvimento socioeducativo e enfrentamento da hospitalização. III Enjie – Encontro Nacional de Jovens Investigadores em Educação. Lisboa, Edições Universitárias Lusófonas, 2019.

TELLES JUNIOR, Hamilton de O. TELLES, Rute E. M. M. O. PRADOS Rosália M. N. Classe hospitalar: inclusão além dos muros escolares. Revista Científica UMC. Mogi das Cruzes, v.3, n.2, agosto 2018. I

Downloads

Publicado

07-06-2022

Como Citar

PETERS, Itamara. Atendimento educacional hospitalar no viés de uma educação inclusiva. Revista Educação, Artes e Inclusão, Florianópolis, v. 18, p. e0027, 2022. DOI: 10.5965/19843178182022e0027. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/arteinclusao/article/view/17956. Acesso em: 29 fev. 2024.