Qualidade de sementes de Cupania vernalis (Sapindaceae)

Autores

  • Luciana Magda de Oliveira
  • Marcos Felipe Nicoletti
  • Juliano Pereira Gomes

Palavras-chave:

Tetrazólio, Camboatá, Espécie florestal.

Resumo

Com o objetivo de adequar a metodologia do teste de tetrazólio para avaliação da qualidade de sementes de C. vernalis, sementes de dois lotes foram submetidas, inicialmente, a pré-testes com o intuito de selecionar o método para o pré-condicionamento, concentrações da solução de tetrazólio e tempos de imersão na solução. Definidos esses fatores, as sementes tiveram seus tegumentos removidos e os embriões foram imersos em solução de 0,1% e 0,5% de tetrazólio por 18 h a 25oC. Além do teste de tetrazólio, foi realizado o teste de germinação e determinação do grau de umidade das sementes. Pela análise visual, foi observado que grande parte dos embriões submetidos à concentração de 0,1% permaneceram descoloridos ao final do período de imersão na solução. Além disso, apenas os resultados obtidos na concentração de 0,5% da solução de tetrazólio foram estatisticamente iguais aos obtidos no teste de germinação. Conclui-se que a remoção dos tegumentos das sementes e imersão dos embriões em solução de 0,5% de tetrazólio por 18 h a 25oC é a metodologia adequada para realização do teste em sementes de Cupania vernalis.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Como Citar

OLIVEIRA, Luciana Magda de; NICOLETTI, Marcos Felipe; GOMES, Juliano Pereira. Qualidade de sementes de Cupania vernalis (Sapindaceae). Revista de Ciências Agroveterinárias, Lages, v. 9, n. 2, p. 195–197, 2010. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/agroveterinaria/article/view/5300. Acesso em: 24 abr. 2024.

Edição

Seção

Nota Científica

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)