Genero, sexo e escuta na voz em performance

Barbara Biscaro

Resumo


Neste artigo são tecidas reflexões acerca da relação entre os estudos de gênero e estudos da vocalidade em performance, criando entrelaçamentos entre os campos da música e do teatro. Partindo das noções de feminismo e gênero, o texto traça apontamentos acerca das relações entre as classificações vocais na música erudita ocidental e a sociedade patriarcal na qual esse tipo de música foi criada. O texto aborda também os aspectos tímbricos da voz, a androginia, o conceito de queer listening, criando ainda paralelos com os trabalhos de artistas como Demetrio Stratos e Laurie Anderson.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5965/1414573101222014015



Direitos autorais



 

    

 

Indexadores

 

       


Urdimento – Revista de Estudos em Artes Cênicas - Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) - Centro de Artes (CEART) - Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas - (PPGT) – E-ISSN: 2358.6958 - Endereço: Universidade do Estado de Santa Catarina – UDESC, Centro de Artes - Av. Madre Benvenuta, 2007, Itacorubi. Florianópolis. SC, Brasil. CEP: 88.035-001 – E-mail: urdimento.ceart@udesc.br

Licença Creative Commons

  Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.