Inovação aberta como possibilidade de diversificação de agentes de cooperação junto aos processos de inovação na indústria do vestuário

Andréia Mesacasa, Aloísio Leoni Schmid, Virginia Borges Kistmann

Resumo


A inovação possui diferentes modelos de gestão que valorizam fontes internas e externas de conhecimento. Ao considerar esses aspectos, a presente pesquisa apresenta o modelo de inovação aberta, objetivando a descrição de suas práticas e relacionando-as ao processo de inovação em indústrias do vestuário. Para tanto, foi realizada uma revisão bibliográfica assistemática com o intuito de compreender os conceitos inerentes ao tema da pesquisa. Ao final conclui-se que as diferentes práticas de inovação aberta são aplicáveis no setor do vestuário, o que possibilita a constituição de parcerias com diversas instituições, aumentando os índices de competitividade e diminuindo os riscos promovidos por altos investimentos.

 


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5965/1982615x08162015145

Direitos autorais Andréia Mesacasa, Aloísio Leoni Schmid, Virginia Borges Kistmann

Licença Creative Commons

      http://www.revistas.udesc.br/public/site/images/rocha1/ceart1.png