Corporeidade e teatro de animação na escola: esconder ou mostrar

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/1414573101432022e0109

Palavras-chave:

Corporeidades, Teatro de Animação, Pedagogia do Teatro

Resumo

Um dos maiores desafios encontrados no ensino das artes da cena é o de colocar o estudante em evidência no momento de compartilhar com os colegas sua criação cênica, sobretudo, quando o que normalmente é posto em destaque é o seu corpo. Ao refletir sobre tal aspecto, o presente texto tratou da possibilidade do trabalho corpóreo com estudantes do Ensino Fundamental com o ponto de partida no Teatro de Animação – reflexão teórica a partir da minha pesquisa de Doutorado em Artes Cênicas, em andamento, na Universidade de Brasília. Este artigo abordará os seguintes aspectos: o percurso corpóreo dentro do Teatro de Animação, voltado para o Ensino Fundamental; o corpo na sombra; a corporificação do boneco com as mãos e o corpo em cena na animação direta. Como procedimento metodológico, fez-se uso de análise de artigos, dissertações e teses. Concluiu-se que a corporeidade no teatro de animação apresenta nuances únicas para a experiência nas aulas de teatro no Ensino Fundamental.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jailson Araújo Carvalho, Secretaria de Educação do Distrito Federal (DF)

Doutorando em Artes Cênicas (UnB). Mestre em Artes (UnB). Graduado em Licenciatura Plena em Artes Cênicas (FADM) e Bacharelado em Interpretação Teatral (FADM). Especialista em Metodologia do Ensino das Artes (UNINTER), Gestão Escolar (UnB). Professor de Artes Cênicas na Secretaria de Educação do Distrito Federal.

Referências

ASCHIERI, Patricia. Subjetividad en movimiento: reapropiaciones de la danza Butoh en Argentina. 2013. Tese (Doutorado em Antropologia) – Facultad de Filosofia y Letras, Universidad de Buenos Aires, Buenos Aires, 2013.

CUNHA, Adriana Miranda da. Mapeando o corpo: proposições práticas para a partilha do sensível nas representações do corpo em criação. Urdimento – Revista de Estudos em Artes Cênicas, v. 2, n. 27, p.228-240, dez. 2016. Disponível em:

https://revistas.udesc.br/index.php/urdimento/article/view/8748/6275.

Acesso em: 22 dez. 2021.

GAIGER, Paulo. O teatro como educação para a liberdade. In: CRUVINEL, Tiago; CONCILIO, Vicente (Org.). Pedagogia da Artes Cênicas: atuar e agir. Curitiba: CRV, 2019, p.43-53. V. 4. (Série Encontros)

OLIVEIRA, Fabiana Lazzari de. Da prática pedagógica à atuação no teatro de sombras: um caminho na busca do corpo-sombra. 2018. Tese (Doutorado em Teatro) – Programa de Pós-Graduação em Teatro, Centro de Arte, Universidade do Estado de Santa Catarina, Florianópolis, 2018. Disponível em:

https://sistemabu.udesc.br/pergamumweb/vinculos/000077/00007768.pdf?fbclid=IwAR2IeqWZpSKP5Mr5FS3ESlpeyD0wIohXeWsEM-T3haCqVTUaWJ6RwC1VO90 . Acesso em: 22 dez. 2021.

PELBART, Peter Pál. Elementos para uma cartografia da grupalidade. [S. l.: s. n.], [2008]. Disponível em: https://desarquivo.org/sites/default/files/pelbart_peter_elementos.pdf

Acesso em: 20 dez. 2021.

PIRAGIBE, Mario Ferreira. Objeto, corpo, espaço, e... Provocações sobre dramaturgia e formação no Teatro de Animação. Urdimento – Revista de Estudos em Artes Cênicas, Florianópolis, v. 2, n. 32, p.103-111, set. 2018. Disponível em:

https://revistas.udesc.br/index.php/urdimento/article/view/141457310232201810 3/8760. Acesso em: 20 dez. 2021.

REIS, Anna Cecília de Alencar; SANTOS, Emerson Isidoro dos; PIASSI, Luís Paulo de Carvalho. Teatro de bonecos: proposta lúdico-investigativa na articulação de temáticas sociocientíficas na escola. Móin-Móin – Revista de Estudos sobre Teatro de Formas Animadas, Florianópolis, v. 1, n. 20, p.104-122, 2019. Disponível em:

https://www.revistas.udesc.br/index.php/moin/article/view/1059652595034701202019104/pdf Acesso em: 27 dez. 2021.

ROQUES, Sylvie. O Corpo Performativo: questões da cena contemporânea. Revista Brasileira de Estudos da Presença, Porto Alegre, v. 7, n. 1, p 4-18, jan./abr. 2017.

SILVA, Diva Luiz da. O processo criativo com os bonecos de luva: magia, mimetismo, ludicidade, poesia e símbolo. 2004. Dissertação (Mestrado em Artes Cênicas) – Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas, Escola de Teatro – Escola de Dança, Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2004.

VIANA, Joana Vieira. Teatro de animação em sala de aula: experiências no Ensino Superior e Fundamental 1. 2016. Dissertação (Mestrado em Artes Cênicas) – Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.

VICENTE, Gustavo. Introduction: the urge embody the word. In: VICENTE, Gustavo (Ed.). Intensified bodies from the performing arts in Portugal. Bern: Peter Lang, 2017, p.1-15.

Downloads

Publicado

2022-04-06

Como Citar

CARVALHO, J. A. Corporeidade e teatro de animação na escola: esconder ou mostrar. Urdimento - Revista de Estudos em Artes Cênicas, Florianópolis, v. 1, n. 43, 2022. DOI: 10.5965/1414573101432022e0109. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/urdimento/article/view/21513. Acesso em: 8 ago. 2022.

Edição

Seção

Dossiê Temático: Corpo e(n)cena e (des)educação