Caminhos interativos em Viewpoints: Apontamentos e inflexões em “Sete tons de uma poesia”

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/1414573103422021e0104

Palavras-chave:

Viewpoints, Dança, Educação, Professor, Teoria Corpomídia

Resumo

Esse artigo descreve um processo de criação em dança, partindo de estudos teóricos/prático, sob o viés co-evolutivo de entendimento de corpo como mídia de si mesmo, amparada pela Teoria Corpomídia, pelo método desenvolvido pela diretora norte-americana Anne Bogart, o Viewpoints e a partir da experiência em sala de aula com jovens moradores do bairro Alto de Santa Cruz. Esses jovens marcados por violência e mortes diárias e a realidade precária do professor de escola pública, são referências à montagem da obra Sete Tons de uma Poesia. A escrita apresenta inferências pessoais como artista e docente na Rede Municipal de Salvador, que entende ambos como ação política, cujo foco se encontra em questões singulares e locais.

Biografia do Autor

Iara Cerqueira Linhares de Albuquerque, Professora Adjunta nos Cursos de Licenciatura em Dança e Teatro (UESB)

 Doutorado em Comunicação e Semiótica PUC – SP (2016).  Professora adjunta do Departamento de Ciências Humanas e Letras no curso de Licenciatura em Dança da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB). Colaboradora no Programa de Pós-Graduação em Letras: Cultura, Educação e Linguagem - PPGCEL- UESB.

Referências

BASTOS, Maria Helena Franco de Araújo. A raiz da dança é o próprio corpo. Anais: V Reunião Científica de Pesquisa e Pós-Graduação em Artes Cênicas, 2008.

BELÉM, Elisa. Judson Dance Theater: Movimentos Cotidianos para a dança. 2017. Disponível em: http://letras.cidadescriativas.org.br/2017/10/18/judson-dance-theater-movimentos-cotidianos-para-a-danca/ Acesso em: 13 ago. 21.

BOGART, Anne; LANDAU, Tina. O livro dos viewpoints: um guia prático para viewpoints e composição. São Paulo: Perspectiva, 2017.

BRITTO, Fabiana Dultra. Paisagens do corpo. In: Corpo e ambiente. Co-determinações em processo. Cadernos PPGAU/FAUFBA, Salvador: EDUFBA, v. 1, 2008.

GREINER, Christine. O Corpo em crise. Novas pistas e o curto-circuito das representações. São Paulo: Annablume, 2010.

KATZ, Helena; GREINER, Christine. Por uma teoria do corpomídia. In: GREINER, Christine. O corpo: pistas para estudos interdisciplinares. São Paulo: Annablume, 2005.

KATZ, Helena. O papel do corpo na transformação da política em biopolítica. In: GREINER, Christine. O corpo em crise: novas pistas e o circuito das representações. São Paulo: Annablume, 2010.

LODI, Fabiano. A prática viewpoints na escola: uma proposta de trabalho corporal na disciplina de Artes. Revista Gambiarra, No. 2. Ano II – 2009.

MEYER, Sandra. Viewpoints: efeitos no espaço e no tempo. 2008 Disponível em:

http://www.portalabrace.org/vcongresso/textos/territorios/Sandra%20Meyer%20Nunes%20-%20Viewpoints%20-%20efeitos%20no%20espaco%20e%20no%20tempo.pdf Acesso em: 20 ago. 21.

NÓE, Alva. Varieties of Presence. Cambridge: Harvard University Press, 2012.

RANCIÈRE, Jacques. A partilha do sensível: estética e política. São Paulo: EXO experimental org.; Ed. 34,2005.

ROLNIK, Suely. Esferas da Insurreição: Notas para uma vida não cafetinada. São Paulo: n-1 edições, 2018.

SALLES, Cecília de Almeida. Redes de Criação – construção da obra de arte. Vinhedo. São Paulo: Horizonte, 2006.

WACHOWICZ, Fátima. O treinamento Viewpoints: uma pratica que amplia a atenção. Revista Eletrônica MAPA D2 - Mapa e Programa de Artes em Dança (e Performance) Digital. Salvador, 2016.

Downloads

Publicado

2021-12-13

Como Citar

ALBUQUERQUE, I. C. L. de. Caminhos interativos em Viewpoints: Apontamentos e inflexões em “Sete tons de uma poesia”. Urdimento - Revista de Estudos em Artes Cênicas, Florianópolis, v. 3, n. 42, p. 1-20, 2021. DOI: 10.5965/1414573103422021e0104. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/urdimento/article/view/20931. Acesso em: 18 jan. 2022.