Considerações sobre o conceito de site-specific no Teatro Brasileiro

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5965/14145731023820200025

Palavras-chave:

Site-specific, Encenação, “Teatro Alternativo”, Dramaturgia do espaço

Resumo

Neste artigo visitamos um conjunto de definições sobre o uso e emprego do termo site-specific em montagens teatrais brasileiras contemporâneas. Para tanto, partimos de diversas definições iniciando pela alusão que as artes visuais fazem à expressão. Procuramos problematizar os aspectos do processo criativo considerando a palavra de agentes criativos, quando se expressam nos programas de seus espetáculos ou em entrevistas, a expressão da crítica especializada e os textos acadêmicos e universitários que procuram abordar os mais diferentes aspectos que envolvem o termo e a noção que o encerra. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Jackson Silva, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)

Professor substituto do Centro de Artes da Universidade Regional do Cariri (CA-URCA) e doutorando do Programa de Pós-graduação em Artes Cênicas da Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS.

Walter Lima Torres Neto, Universidade Federal do Paraná (UFPR)

Prof. Dr. Estudos Teatrais nos Cursos de Graduação e Pós-graduação em Letras na Universidade Federal do Paraná (UFPR) e no Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas (PPGAC) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

Referências

ARAÚJO, Antônio. Teatro da Vertigem: trilogia bíblica. São Paulo: Publifolha. 2002.

CALVET, Aldo; GONÇALVES, Lopes (org.). O Teatro de Arena como solução do problema da falta de teatros no Brasil. In: PRIMEIRO CONGRESSO BRASILEIRO DE TEATRO, 1953. Anais [...]. Rio de Janeiro: Gráfica Ouvidor, p.101-106.

CARREIRA, André. Teatro de invasión: la ciudad como dramaturgia. Córdoba: Documenta/Escenicas Ediciones, 2017.

COSTA, Iná Camargo. A hora do teatro épico no Brasil. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

COSTA, Iná Camargo. Panorama do rio vermelho: ensaios sobre o teatro americano moderno. São Paulo: Nankin Editorial, 2001.

FERNANDES, Sílvia. Teatralidades contemporâneas. São Paulo: Perspectiva, 2013.

JONES, Margo. Theatre-in-the-Round. New York: McGraw-Hill Book Company, 1951.

KAYE, Nick. Site-Specific Art: performance, place and documentarion. Londres: Routledge, 2006.

KOSOVSKI, Lídia. A Morte de Danton na cidade escavada. O Percevejo online, Rio de Janeiro, v.1, n.1, 2009. Disponível em: http://www.seer.unirio.br/index.php/opercevejoonline/article/view/483/408 . Acesso em: 29 jun. 2020.

KWON, Miwon. One place after another: Site-specific art and locational identity. London: The MIT Press, 2002.

LEHMANN, Has Thies. Teatro Pós-drámatico. Tradução: Pedro Süssekind. Apresentação: Sérgio de Carvalho. 2. ed. São Paulo: Cosac Naify, 2011.

PAVIS, Patrice. Dicionário do teatro. Tradução de Jacó Guinsburg e Maria Lúcia Pereira. 3. ed. São Paulo: Perspectiva, 2007.

PEARSON, Mike. Site-specific performance. New York: Palgrave Macmillan. 2010.

REBOUÇAS, Ricardo Bolelli. A construção da espacialidade teatral: os processos de direção de arte do grupo XIX de teatro. 2010. 216 f. Dissertação (Mestrado em Artes Cênicas) – Centro de Artes da Universidade de São Paulo, São Paulo, 2010.

SANTOS, Valmir. Trupe concebe “Hygiene” em vila operária. Teatrojornal. São Paulo, 13 de março de 2005. Disponível em: https://teatrojornal.com.br/2005/03/trupe-concebe-qhygieneq-em-vila-operaria/. Acesso em: 29 jun. 2020.

SCHECHNER, Richard. Environmental theater. An expanded new edition including "Six Axioms For Environmental Theater". New York: Applause, 1994.

WILKIE, Fiona. Out of place: the Negotiation of Space in Site-Specific Performance. 2004. 258 p. Tese (Doutorado em Filosofia) – University of Surrey, School of Arts, Guildford, 2004.

Downloads

Publicado

2020-09-24

Como Citar

SILVA, José Jackson; NETO, Walter Lima Torres. Considerações sobre o conceito de site-specific no Teatro Brasileiro. Urdimento - Revista de Estudos em Artes Cênicas, Florianópolis, v. 2, n. 38, p. 1–24, 2020. DOI: 10.5965/14145731023820200025. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/urdimento/article/view/18167. Acesso em: 17 jun. 2024.

Edição

Seção

Dossiê Temático - Espaços: configurações na cena brasileira e latino-americana