“E eis-nos vogando sobre um mar de encantamento!” O Teatro de Animação como referência para o ator e o bailarino

Autores

  • Leandro Alves da Silva Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Porto Alegre, RS
  • Clóvis Dias Massa Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Porto Alegre, RS

DOI:

https://doi.org/10.5965/1414573102322018348

Resumo

O presente artigo engendra algumas reflexões sobre as contribuições do Teatro de Animação para a formação do ator e do bailarino na contemporaneidade. Rompendo com a radicalidade de uma visão do boneco/marionete como um modelo ideal, utópico e inalcançável, na esteira do que pensadores como Heirinch von Kleist, Craig, Meyerhold e outros colocaram para o ator e o bailarino, o artigo apresenta a marionete contemporânea a partir da compreensão dos corpos e dos estados marionéticos propostos por Joëlle Noguès: uma entidade em relação com o ator-manipulador, capaz de afetar e ser afetada, que rompe as fronteiras entre o animado e o inanimado na cena do Teatro de Animação contemporâneo e que abre para o ator e o bailarino um vasto campo de pesquisa e criação. Compreender estas transformações é fundamental para se pensar o processo de formação do artista para, com e no Teatro de Animação hoje, seja nos espaços formais e institucionalizados – campo acadêmico – seja nos espaços informais.

Biografia do Autor

Leandro Alves da Silva, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Porto Alegre, RS

Artista bonequeiro filiado à Associação Brasileira de Teatro de Bonecos - Centro Unima Brasil. Diretor Teatral DRT 12.402. Mestrando no Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas do Instituto de Artes (IA) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

Clóvis Dias Massa, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Porto Alegre, RS

Doutor em Teoria da Literatura pela PUCRS, com a tese Estética Teatral e Teoria da Recepção, com Estágio Doutoral realizado na Université Paris 8 Vincennes-Saint Denis/França. Pesquisador acadêmico no campo da dramaturgia e da história do teatro, da teatralidade, da poética e da estética teatrais. Docente orientador de Mestrado e Doutorado no Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas da UFRGS. Pós-Doutorando no Institut de Recherche en Études Théâtrales da Université Sorbonne Nouvelle Paris 3/França, sob a supervisão de Joseph Danan, e integrante do Groupe de Recherche sur la Poétique de la Scène Contemporaine, coordenado por Catherine Naugrette e Joseph Danan. Coordenador do GT Dramaturgia: Tradição e Contemporaneidade, na ABRACE-Associação Brasileira de Pesquisa e Pós-Graduação em Artes Cênicas.

Downloads

Publicado

2018-09-11

Como Citar

Silva, L. A. da, & Massa, C. D. (2018). “E eis-nos vogando sobre um mar de encantamento!” O Teatro de Animação como referência para o ator e o bailarino. Urdimento - Revista De Estudos Em Artes Cênicas, 2(32), 348-363. https://doi.org/10.5965/1414573102322018348

Edição

Seção

Sessão Especial - Teatro de Animação: Memórias e Metafóras