O engajamento de Ruth Escobar nas lutas feministas: III Festival Internacional de Teatro

Autores

  • Eder Sumariva Rodrigues Universidade Federal de Santa Catarina (UDESC), Florianópolis, SC
  • Vera Collaço Universidade Federal de Santa Catarina (UDESC), Florianópolis, SC

DOI:

https://doi.org/10.5965/1414573102212013050

Resumo

Este artigo tem como objetivo debater algumas das produções teatrais presentes no III Festival Internacional de Teatro (FIT), realizado no período de 1.º a 16 de agosto de 1981, evento que teve como uma das características a discussão sobre o papel das mulheres no teatro latino-americano durante a ditadura militar brasileira. Sob curadoria da produtora Ruth Escobar, além da participação do Brasil, espetáculos vindos do Chile, Equador e Argentina, países que também estavam sob ditaduras militares, participaram desse evento para discutir o papel da mulher em seus respectivos contextos. O mote sobre as mulheres na arte teatral serviu como pretexto para a produtora Ruth Escobar enfrentar os pensamentos incrustados dos militares e firmar a posição feminista em sua trajetória. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eder Sumariva Rodrigues, Universidade Federal de Santa Catarina (UDESC), Florianópolis, SC

Doutorando do Programa de Pós-Graduação em teatro (PPGt) da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC). Dedica-se desde 2009 a pesquisar sobre a trajetória de Ruth Escobar no teatro Brasileiro.

Vera Collaço, Universidade Federal de Santa Catarina (UDESC), Florianópolis, SC

Professora doutora do CEART/UDESC

Downloads

Publicado

2013-12-14

Como Citar

RODRIGUES, Eder Sumariva; COLLAÇO, Vera. O engajamento de Ruth Escobar nas lutas feministas: III Festival Internacional de Teatro. Urdimento - Revista de Estudos em Artes Cênicas, Florianópolis, v. 2, n. 21, p. 050–061, 2013. DOI: 10.5965/1414573102212013050. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/urdimento/article/view/1414573102212013050. Acesso em: 22 maio. 2024.

Edição

Seção

Dossiê Temático: Teatro, gênero e feminismos