A representação do híbrido na pintura de bosch

Autores

  • Yasmin Pol Universidade Federal do Rio Grande do Sul

DOI:

https://doi.org/10.5965/2175234612272020148

Resumo

O presente trabalho tem como objetivo conceituar historicamente o híbrido, evidenciando as significações a ele atribuídas, e relacioná-lo com a obra de Hieronymus Bosch. Para a compreensão dessas relações, é preciso entender separadamente cada elemento, por isso, o artigo é dividido em três partes: o conceito de híbrido, a vida e obra de Hieronymus Bosch e análise de uma obra deste artista. Esta breve análise de imagem deixa evidente as visões e conotações atribuídas ao híbrido desde a Antiguidade. Como metodologia de pesquisa foram utilizados livros e artigos científicos que abordam o tema, além do levantamento e estudo de obras de Bosch.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Yasmin Pol, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Graduanda de Licenciatura em Artes Visuais pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Downloads

Publicado

2020-05-01

Como Citar

POL, Y. A representação do híbrido na pintura de bosch. Palíndromo, Florianópolis, v. 12, n. 27, p. 148-166, 2020. DOI: 10.5965/2175234612272020148. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/palindromo/article/view/12843. Acesso em: 26 set. 2022.

Edição

Seção

Artigos Seção aberta