Sobre a Revista

Periódico de Teatro de Formas Animadas vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Teatro, do Centro de Artes da Universidade do Estado de Santa Catarina. Ação do Programa de Extensão Formação Profissional no Teatro Catarinense.
Periodicidade: semestral
Ano de criação: 2005

 

Notícias

(Chamadas abertas para publicação das edições n° 24 e nº 25, 2021) - Prorrogação chamada nº 24 até 18/06

2021-02-25

A Revista Móin-Móin (ISSN 1809-1385 / e-ISSN 2595-0347) é uma revista de estudos sobre Teatro de Formas Animada que representa uma das ações do Programa de Extensão Formação Profissional no Teatro Catarinense, da Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC. Publica, desde 2005, edições monotemáticas dedicadas a divulgar artigos inéditos resultantes de pesquisas acadêmicas sobre as distintas linguagens do Teatro de Animação, bem como reflexões e processos criativos de artistas.

Abaixo, seguem os dados das chamadas para publicação em 2021, assim como sobre o fluxo contínuo de recebimento de textos e informações gerais para submissão. 

.....................................................................................................

Saiba mais sobre (Chamadas abertas para publicação das edições n° 24 e nº 25, 2021) - Prorrogação chamada nº 24 até 18/06

Edição Atual

v. 1 n. 24 (2021): Experiências de formação no ciberespaço e processos criativos em isolamento social
					Visualizar v. 1 n. 24 (2021): Experiências de formação no ciberespaço e processos criativos em isolamento social

Nesta edição, almejamos refletir sobre os processos de ensino-aprendizagem e experiências artísticas realizadas em 2020, em decorrência das condições de isolamento social impostas pela crise sanitária causada pela propagação do Covid-19.

Encontros e mostras realizados virtualmente, cursos de curta duração online, aulas remotas: O uso de plataformas virtuais e metodologias diferenciadas causaram profundas reflexões nos formadores/professores, estudantes e artistas de teatro de animação. Que vantagens ou desvantagens ofereceram/oferecem? Que dificuldades apresentaram/apresentam? Quais os aspectos positivos e negativos que a formação no ciberespaço demonstrou/demonstra? De que forma e em que medida o uso de novas tecnologias pode impactar o ensino-aprendizagem em teatro de animação? Quais os desafios impostos?

Em que e como o ciberespaço pode contribuir para o desenvolvimento da arte da animação? Quais os prejuízos? Existe ainda o preconceito? Em que aspectos essas práticas se distanciam da formação tradicional? O que podem conservar da tradição e como? Quais experiências foram realizadas no último ano e que resultados produziram? Houve alguma inovação ou remodelação significativa nos processos de ensino-aprendizagem ou apenas uma resistência contra os efeitos do isolamento social? Quais as perspectivas que os experimentos/processos criativos realizados em isolamento social apresentam/podem apresentar para a arte da animação teatral? De que modo as experiências vividas poderão influenciar a formação e os processos criativos/produções no futuro? O que será incorporado nos processos daqui para frente?

Esperamos que as provocações instiguem não apenas as questões aqui levantadas, mas que abram novas indagações e problemáticas em diferentes perspectivas dentro da temática proposta. Os autores(as) podem apresentar pesquisas históricas ou empíricas, ensaios teóricos, traduções inéditas, relatos de experiências, análise de processos criativos e entrevistas.

Publicado: 2021-08-17

Expediente

Editorial

Ver Todas as Edições