Acción Colectiva por la Educación: o assalto à educação chilena

Autores

  • Letícia Fiera

DOI:

https://doi.org/10.5965/1984723822492021217

Resumo

Este artigo apresenta os resultados da pesquisa sobre as novas formas de associação burguesa no Chile, expressos na Acción Colectiva por la Educación, organização composta por diversos aparelhos privados de hegemonia educacional. A proposta dirigiu-se à problematização das novas formas de organização burguesa, aparelhos de ação política que incidem sobre as políticas educacionais. Os procedimentos metodológicos adotados para realização deste texto foram: pesquisa documental e bibliográfica e análise de redes sociais. Identificamos que uma fração da burguesia chilena, especialmente as organizações empresariais, configuram novas formas de associações coletivas. Esta elite orgânica busca manter um controle hegemônico nas determinações do capital sobre a educação lastreada nas recomendações de organismos multilaterais.  

Downloads

Publicado

2021-07-21

Como Citar

FIERA , L. . Acción Colectiva por la Educación: o assalto à educação chilena. Revista Linhas, Florianópolis, v. 22, n. 49, p. 217 - 242, 2021. DOI: 10.5965/1984723822492021217. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/linhas/article/view/20680. Acesso em: 18 set. 2021.