Interfaces entre interesses privados e públicos na educação escolar: o caso da Base Nacional Comum Curricular

Autores

  • Rafaela Cristina Johann
  • Júlia Malanchen

DOI:

https://doi.org/10.5965/1984723822492021132

Resumo

Este estudo tem o objetivo de analisar as abordagens que direcionam a Base Nacional Comum Curricular para a Educação Básica – BNCC (BRASIL, 2017 e 2018), verificando em que medida o documento atende aos interesses dos grupos privados. Este trabalho faz uma investigação das condições que motivaram a criação de um currículo que prevê uma padronização no alcance de todo o território nacional. Assim sendo, fundamentamos nosso estudo com pesquisa bibliográfica e documental de natureza básica e descritiva, considerando a abordagem conceitual crítica amparada no materialismo histórico-dialético. Ao tecer considerações, compreendendo as particularidades da educação pública, fica claro que a estratégia utilizada pelas elites é a formação do trabalhador com mão de obra barata e adaptável, tendo como foco a proliferação da ideologia e interesses da classe dominante e do acúmulo cada vez maior do capital.

Downloads

Publicado

2021-07-21

Como Citar

JOHANN , R. C. .; MALANCHEN, J. . Interfaces entre interesses privados e públicos na educação escolar: o caso da Base Nacional Comum Curricular. Revista Linhas, Florianópolis, v. 22, n. 49, p. 132 - 155, 2021. DOI: 10.5965/1984723822492021132. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/linhas/article/view/20677. Acesso em: 18 set. 2021.