Desenvolvimento, produtividade e qualidade dos frutos da videira em consórcio com culturas de cobertura

Autores

  • Luiz Fernandes Cardoso Campos Universidade Federal de Goiás
  • Camila Meira de Abreu Campos Universidade Estadual de Goiás
  • Leonardo Santos Collier Universidade Federal de Goiás.
  • Alexsander Seleguini Universidade Federal de Goiás

DOI:

https://doi.org/10.5965/223811711642017396

Palavras-chave:

Vitis labrusca L., Canavalia ensiformis L. DC, Dolichos lab lab L., viticultura tropical, época de poda, cultivar Isabel.

Resumo

A utilização de cobertura vegetal permanente ou parcial do solo nos vinhedos pode influenciar a produção e a qualidade da uva. Assim, o objetivo desse trabalho foi avaliar o desenvolvimento da videira a produtividade, bem como as características qualitativas da uva ‘Isabel’, em consórcio com plantas de cobertura do solo. O experimento foi conduzido no município de Itapuranga, GO, e consistiu em seis tratamentos estabelecidos em delineamento de blocos ao acaso, no esquema fatorial 3 x 2, em cinco repetições. O primeiro fator consistiu em espécies de plantas cobertura do solo: feijão-de-porco (Canavalia ensiformis L. DC), lab-lab (Dolichos lab lab L.) e plantas espontâneas. No segundo fator, foram duas épocas de poda na cultura da videira, realizadas com base na semeadura das plantas de cobertura. Ou seja, a primeira época de poda na videira foi realizada 25 dias após a semeadura (DAS) das plantas de cobertura e a segunda época de poda na videira foi realizada aos 55 DAS. Em três ciclos de cultivo, as plantas de cobertura do solo consorciadas com a videira, não influenciam as variáveis morfológicas, a produtividade, as variáveis associadas a produtividade e as características qualitativas da uva. Diferentes épocas de poda influenciam a produtividade e as variáveis associadas na cultura da videira. A poda aos 25 dias após a semeadura, das plantas de cobertura, apresenta melhores resultados para as variáveis morfológicas e características qualitativas da uva. Portanto para as condições locais e pelo tempo avaliado, o uso de plantas de cobertura não influenciaram a produção das videiras bem como a qualidade da uva. Entretanto as épocas de poda podem afetar o desenvolvimento da videira, refletindo em sua produtividade e qualidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2018-01-24

Como Citar

CAMPOS, L. F. C.; CAMPOS, C. M. de A.; COLLIER, L. S.; SELEGUINI, A. Desenvolvimento, produtividade e qualidade dos frutos da videira em consórcio com culturas de cobertura. Revista de Ciências Agroveterinárias, Lages, v. 16, n. 4, p. 396-405, 2018. DOI: 10.5965/223811711642017396. Disponível em: https://revistas.udesc.br/index.php/agroveterinaria/article/view/9254. Acesso em: 10 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigo Completo - Ciência de Plantas e Produtos Derivados

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)